Em virada histórica, Bears vencem os 49ers no Levi’s Stadium

Marshall recebeu três touchdowns no Levi's Stadium

Marshall recebeu três touchdowns no Levi’s Stadium

A festa foi do San Francisco 49ers pela inauguração do novo estádio, mas quem comemorou foi o Chicago Bears. O time foi buscar uma diferença de 17 pontos, virou a partida de forma épica e bateu os Niners por 28 a 20 no Sunday Night Football deste domingo (14). Apesar do alto número de penalidades, foi um jogaço na abertura do Levi’s Stadium, definido nos segundos finais. O time da nova casa bem que tentou, mas é muito complicado vencer quando se comete quatro turnovers e 16 faltas.

A atmosfera da inauguração do novo estádio contagiou os jogadores dentro de campo, os 49ers entraram no gramado dispostos a abrir vantagem logo de cara. Foi o que aconteceu, o time anotou 10 pontos já no primeiro quarto. O primeiro TD da nova casa veio em um passe curto de Colin Kaepernick para Michael Crabtree dentro da endzone, aproveitando a boa posição de campo, após um bloqueio de punt do calouro Aaron Lynch. Logo em seguida, Phil Dawson colocou a bola no meio do Y, colocou mais três pontos para San Francisco.

Chicago sofria demais para permanecer em campo, teve apenas cinco minutos de posse de bola no primeiro período. Aos poucos, Jay Cutler foi encontrando seus bons alvos, mesmo lesionados, mas nada suficiente para assustar a boa defesa dos Niners.   A defesa visitante até tentava ajudar, forçando turnovers. Primeiro, o safety Chris Conte fez uma fantástica interceptação, como uma ponte de goleiro de futebol. Depois, o ex-Vikings Jared Allen forçou um fumble em Kaepernick. Em ambas oportunidades, Cutler e companhia não transformaram as roubadas de bola em pontos.

O ataque dos Niners voltou a funcionar pouco antes do intervalo, principalmente o jogo terrestre. Os running backs exploravam bem a fraca defesa dos Bears, pior da NFL ano passado contra  corridas. Frank Gore teve uma linda corrida de mais de 50 jardas para touchdown, mas a pontuação foi anulada por uma segurada do ataque. Ele voltou a entrar na endzone adversária em um avanço de nove jardas, esse valeu, e os Niners ampliaram a vantagem.

Com pouco mais de dois minutos no relógio, os Bears receberam a bola e tiveram a melhor campanha até então. Em um drive meio bizarro, com direito a uma corrida de 25 jardas de Cutler e várias faltas da defesa de San Francisco, os Bears tiraram o zero do placar. Há alguns segundos do fim, o QB dos Bears achou Brandon Marshall dentro da endzone, em mais uma das muitas conexões da dupla. Intervalo de partida no Levi’s Stadium, 17 a 7 para os donos da casa. Jogo truncado com 17 faltas no primeiro tempo, maior número na primeira metade de uma partida desde 2011.

Crabtree anotou o primeiro TD da nova casa dos Niners

Crabtree anotou o primeiro TD da nova casa dos Niners

Na vantagem, San Francisco administrou muito bem o relógio, converteu um field goal curto após uma longa campanha de nove minutos. Chicago devolveu na mesma moeda, pontuou depois de um ótimo drive de sete minutos. Mais uma vez na mortal conexão Cutler-Marshall, uma das mais produtivas da história da liga. Os Bears colocaram a diferença em menos de uma posse de bola no início do último quarto.

O recém inaugurado estádio se calou minutos depois, chocado com a virada do time visitante. Os Niners cometeram o terceiro turnover da noite, Kaepernick foi interceptado pelo calouro Kyle Fuller. Próximo da linha de goal adversária, Chicago passou pela primeira vez a frente do placar em um lindo passe de Cutler para o TE Martellus Bennett.

Incrível como um turnover mexe com o andamento de uma partida, o momento passou a ser todo dos Bears. Mais uma vez o QB dos Niners foi interceptado, mais uma vez pelo calouro Fuller, mais uma vez Chicago transformou a posse de bola em touchdown. Cutler achou Marshall na endzone pela terceira vez na noite! 40º TD da história da dupla.

Mesmo com quatro turnovers nas costas, Kaepernick esboçou uma reação nos minutos finais. O quarterback bem que tentou, chegou bem próximo da endzone adversária, mas não conseguiu empatar a partida. Vitória surpreendente dos Bears!

Os dois times voltam a campo fora de seus domínios na semana 3. San Francisco enfrenta os Cardinals, duelo da NFC West realizado no próximo domingo (21). No dia seguinte, os Bears viajam para encarar o New York Jets n0 Monday Night Football (22).

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários