Cardinals vencem os Lions e mantém melhor campanha da NFL

Em duelo de gigantes, Peterson levou a melhor.

Em duelo de gigantes, Peterson levou a melhor

Detroit Lions e Arizona Cardinals têm, discutivelmente, as duas melhores defesas da NFC. Cedem poucas jardas e poucos pontos. E foi exatamente o que aconteceu no encontro das duas franquias, em duelo válido pela semana 11, nesse domingo, 16, no University of Phoenix Stadium. Os comandados de Bruce Arians venceram os dirigidos por Jim Caldwell por 14 a 06.

Se fôssemos trazer para a realidade do futebol canarinho, os Cardinals venceram a partida nos primeiros 10 minutos. Mas como o jogo é longo e passível de reviravoltas espetaculares, vamos manter a realidade do football estadunidense. É bem verdade que os dois touchdowns anotados por Arizona foram nas duas primeiras posses do time. Ambos em conexões do QB Drew Stanton com o WR Michael Floyd. O primeiro através de um passe fantástico de 42 jardas e o segundo em uma jogada de passe curto, que o recebedor terminou cruzando a linha de goal.

-> CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DA TEMPORADA 2014
-> VEJA OS PRÓXIMOS JOGOS DO SEU TIME

Os Lions haviam sofrido apenas três touchdowns em primeiros quartos na temporada. Arizona teve muito mérito ao furar essa defesa e já anotar dois TDs de cara. Detroit pontuaria na campanha seguinte através de um field goal de 50 jardas do K Matt Prater. Na campanha dos Cardinals, a defesa adversária consegue roubar a posse de bola. O LB Josh Bynes interceptou um passe de Stanton, mas o drive seguinte da equipe terminou em punt. Porém, no “two-minute warning”, Stanton lançou mais uma INT, agora para o CB Cassius Vaughn. Desta vez os Lions capitalizam pelo menos um field goal, que deixaria a esperança do time acesa.

Sttaford não teve sossego

Sttaford não teve sossego

Na volta para o segundo tempo, as duas defesas continuavam parando todo ímpeto ofensivo. Mas o que mais chamou atenção no terceiro quarto foi a interceptação lançada pelo QB Matthew Stafford, tentando completar passe para o WR Calvin Johnson. Foi um típico “se vira aí, Megatron”, que tanto dá certo. Mas desta vez o passe foi horrível e o S Rashad Johnson agarrou a bola. No último quarto, Detroit sofreu mais um turnover, em uma quarta descida mal sucedida. E em mais um “se vira aí, Megatron” que não dá certo, pois a gente lembra que o recebedor ainda é um humano.

Era um jogo entre as melhores defesas da NFC, foi exatamente o que vimos nesse duelo. Os Cardinals, que vão até o fim do ano sem Carson Palmer, apostarão ainda mais em uma defesa consistente. O jogo da semana 12 será dureza, contra os Seahawks, em Seattle, no próximo domingo, dia 23. Os Lions também jogam no domingo e terão que fazer um jogo defensivo perfeito em Foxborough, para terem o mínimo de chance de baterem os Patriots.

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários