Johnny Manziel estreia, mas não evita derrota dos Browns para os Bills

Teve Jhonny Football. Teve Fumble de Jhonny Football num lance que demonstrou bem como foi a partida: um atropelamento defensivo de Buffalo. Bryan Hoyer ganhou um tempinho pra pensar na vida enquanto Mike Pettine liberava o calouro de Texas A&M para o jogo e Jhonny não começou desapontando, liderando uma campanha de 80 jardas, que terminou em um TD seu, naquilo que sempre foi apontado como sua maior habilidade, o scramble.

O duelo também foi de defesas, com a do Browns sendo a 8º melhor da liga contra o passe contra um ataque que tem tido dificuldades para produzir que não seja pelo ar. Os Bills porém tem uma das mais sólidas defesas, tanto contra o passe, quanto contra a corrida, cedendo em média menos de 100 jardas terrestres. E nesse jogo não foi diferente, com os Browns tendo muita dificuldade em estabelecer boas corridas, tanto com Isaiah Crowll, quanto com Terrance West. O retorno de Josh Gordon ajudou a ampliar o playbook de Cleveland, que contou com Miles Austin como principal recebedor na tarde, até este se machucar e estar fora da temporada. Buffalo também teve dificuldade em estabelecer o jogo terrestre, mesmo com a volta de Fred Jackson, um dos mais velhos RBs da liga, mas que ainda tem lenha pra queimar, não só correndo, como também recebendo passes.

Os Browns abriram o marcador, numa campanha longa, que ainda contou com um fumble, revisado pela arbitragem e não considerado bola perdida. Com duas corridas de Crowell e um passe muito forte para Miles Austin, os Browns chegaram na boca da endzone, mas acabaram chutando apenas um Field Goal de 22 jardas. Na segunda posse de bola dos Bills após o FG, Kyle Orton conduzia uma boa campanha para Buffalo, chegando até a endzone laranja, mas quando forçou o passe para Sammy Watkins e a bola acabou sobrando para Jim Leonhard apenas para fazer o touchback.

A tentativa de estabelecer um ataque mais dinâmico como Kyle Shanahan tem tentado com os Browns tendo flashes nesse domingo, mas ainda diversos passes não encontraram seus alvos e as corridas não ganharam as jardas necessárias. Os Browns ainda tiveram mais uma tentativa de Field Goal de 37 jardas disponível, mas não aproveitaram. Em duas posses de bola os Bills também não conseguiram desenvolver o seu jogo, assim como o time comandado por Brian Hoyer, que ainda foi interceptado, com pouco tempo sobrando no relógio. Mas então foi a vez do time de especialistas dos Browns aparecerem, bloqueando o chute de 53 jardas.

No começo do segundo tempo, Kyle Orton foi novamente interceptado quando, novamente, procurava Sammy Watkins, que tackleou o marcador, evitando um estrago maior. Os Browns não aproveitaram e devolveram a bola para os Bills, que botaram as botas e começaram a chutar traseiros. Primeiro um passe de Kyle Orton para Chris Hogan, um ilustre desconhecido, depois de atravessar quase todo o campo. Depois da devolução da posse de bola, com Cleveland começando na linha de 20 jardas, Terrance West corre para -2 jardas e ainda sofre um fumble, possibilitando uma diferença de 11 pontos em menos de 30 segundos.

E os Browns não mostravam sinais de reação, com mais duas posses de bola e nenhum pontuação, abrindo caminho para um Field Goal no começo do último tempo e mais um depois da segunda interceptação de Brian Hoyer do dia. Foi quando JF-2 entrou em campo para começar a escrever sua história com a camisa dos Browns. E começou bem, não tendo medo de usar a velocidade de seus recebedores e usando corridas com sabedoria, incluindo a sua, que trouxe a diferença para 10 pontos. Buffalo porém, já tinha o jogo sob domínio e ainda chutou mais dois Field Goals para garantir sua vitória, contando ainda com diversos erros de calouro de Jhonny Manziel, como dois fumbles seguidos.

Os Browns recebem os Colts em Cleveland, num jogo pra embolar ainda mais a AFC North em caso de vitória dos Browns. Já os Bills viajam à Denver para enfrentar os Broncos, no que vai ser um dos testes definitivos dos Buffalos.

Comentários