No duelo dos eliminados, safety no fim garante vitória dos Dolphins sobre os Vikings

Bla

Tannehill lançou quatro touchdowns

O tempo extra já era certo em Miami, a partida entre Miami Dolphins e Minnesota Vikings estava 35 a 35 e contava com apenas alguns segundos no relógio. Foi então que Terrence Fede bloqueou um punt ainda dentro da end zone, garantiu dois pontos e a vitória para os Dolphins. Mesmo com o triunfo por 37 a 35, a equipe de Miami não tem mais chances de ir aos playoffs, sexto ano seguido sem pós-temporada para o time. Apesar disto, o dono da franquia, Stephen Ross, garantiu a permanência do treinador Joe Philbin (que já comanda a equipe há três anos) para 2015.

A partida entre as duas equipes foi movimentada, apresentou três viradas ao longo dos 60 minutos. O início do jogo mostrou uma dominância da equipe de Minnesota, que começou abrindo 14 pontos a zero. O segundo TD foi após um belo passe de Teddy Bridgewater para Greg Jennings, numa conexão de 21 jardas. Antes do intervalo, os Dolphins descontaram com recepção de 14 jardas feita por Dion Sims, e os Vikings voltaram a pontuar em field goal. O placar estava 17 a 7 para os visitantes.

Os Dolphins marcaram mais um TD no terceiro quarto,  deixando o marcador equilibrado. Ryan Tannehill encontrou Mike Wallace para conexão de 16 jardas. Foi então que veio a primeira virada da tarde. Nos primeiros momentos do último quarto, Lamar Miller entrou na end zone e colocou o Miami na liderança. 21 a 17. Depois disto, Blair Walsh anotou seu segundo field goal, deixou a diferença em um ponto. Ryan Tannehill então passou novamente para Mike Wallace, ampliou a vantagem do time da casa.

-> CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DA TEMPORADA 2014
-> VEJA OS PRÓXIMOS JOGOS DO SEU TIME

Com 28 a 20, o Minnesota não se entregou. Bridgewater lançou um TD para Jarius Wright e Matt Asiata correu cinco jardas na conversão de dois pontos, deixando tudo igual. Asiata voltou a aparecer poucos segundos depois, marcando seu primeiro touchdown no jogo, e virando o duelo a favor dos Vikings. Antes da pontuação, Jarvis Landry ia retornar um kickoff, mas sofreu fumble há seis jardas da end zone, facilitando o trabalho dos Vikings e de Asiata.

Sete pontos atrás no placar, Ryan Tannehill mostrou que poderia ser o herói da noite para os Dolphins. O quarterback guiou o time num drive de 80 jardas, marcou seu quarto touchdown aéreo, em passe para Damien Williams. O jogo estava novamente empatado. A bola foi para os Vikings, que nada conseguiram fazer, todos já aceitavam a ideia de disputar a prorrogação. Porém, na hora de chutar o punt de dentro da end zone, Jeff Locke foi bloqueado por Terrence Fede, o Miami conquistou dois pontos pelo safety, garantindo a vitória por 37 a 35.

Na última semana da temporada regular, os Vikings recebem o Chicago Bears, esperando terminar a temporada 7-9, duas vitórias a mais do que na temporada de 2013, quando acabou 5-11. Já o Miami Dolphins, terá a chance de terminar o ano no positivo. Caso vença o New York Jets em Miami, os Dolphins alcançarão sua nona vitória em 2014. No ano passado, a equipe ficou com 50% de aproveitamento (8-8).

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários