Principais movimentações do mercado da NFL no último final de semana

FREE AGENCY copyApesar do período de Free Agency estar aberto oficialmente na próxima terça-feira (10), os clubes podem começar a negociar com os atletas três dias antes da abertura do mercado. O último final de semana foi muito agitado na NFL: oito dos principais free agents destacados pelo nosso site nos últimos dias acertaram a permanência em seus respectivos times; outros, mesmo antes da liberação oficial da liga, praticamente já definiram seus destinos! Confira tudo que aconteceu nesse final de semana agitado.

QUEM RENOVOU CONTRATO

cobb– Randall Cobb, WR do Green Bay Packers

Aaron Rodgers deve ter comemorado demais a notícia, terá Cobb e Jordy Nelson, seus principais alvos, pelo menos até 2018.  O camisa 18 foi muito esperto, aceitou menos dinheiro doque possivelmente ganharia no mercado para ficar em Green Bay. Fechou um acordo de quatro anos e 40 milhões de dólares, 17 deles garantidos. Com possivelmente o melhor QB da atualidade lançando passes para ele, Cobb fechou 2014 com 91 recepções, 1,287 jardas e 12 TDs recebidos.

 

mccourty– Devin McCourty, S do New England Patriots

Pode comemorar, torcedor dos Patriots, ele ficará em Foxborough por mais cinco temporadas. Um acordo de cinco anos e 47,5 milhões de dólares, nada mais justo por se tratar de uma das posições mais carentes de muitos times da liga. Além de ser um dos melhores safeties contra o passe, McCourty é um líder nato, foi um dos comandantes da defesa campeã do último Super Bowl. Jogou 77 dos 80 jogos de temporada regular desde a sua chegada em 2010, deu consistência e solidez a secundária de New England.

 

flowers– Brandon Flowers, CB do San Diego Chargers

Entrará na temporada 2015 com 30 anos, é relativamente baixo para um cornerback… Mesmo assim conseguiu um belo contrato para permanecer em San Diego: 36 milhões de dólares por quatro anos de contrato. Isso porque fez uma ótima temporada defendendo os Chargers no ano passado. Em 14 partidas, teve três interceptações, um fumble forçado, 10 passes defendidos e 48 tackles. Foi um dos responsáveis por melhorar drasticamente a defesa de San Diego contra o passe, foi de 29º em 2013 para 4º em 2014.

 

rughes– Jerry Hughes, DE do Buffalo Bills

Os Bills agiram muito bem, mantiveram uma das melhores, se não a melhor ao lado dos Rams, linhas defensivas da NFL. Hughes renovou por mais cinco anos e 45 milhões de dólares, 20 deles garantidos, vai seguir ao lado de Marcell Dareus, Kyle Williams e Mario Williams. Um mero coadjuvante nos três primeiros anos da carreira, no Indianapolis Colts, Hughes finalmente explodiu na NFL, foi muito consistente nas últimas duas temporadas defendendo os Bills: 20 sacks, cinco fumbles forçados e 68 tackles.

 

ingram– Mark Ingram, RB do New Orleans Saints

Foi disparado o melhor RB do time no último ano, fato que deve ter pesado na decisão de Sean Payton e companhia de mantê-lo no elenco. Renovou com os Saints por mais quatro anos, por 16 milhões de dólares. Escolhido na primeira rodada do Draft 2011, Ingram não deu o retorno que o New Orleans Saints esperava nos três primeiros anos de contrato, principalmente por perder 16 partidas com contusões. Mais maduro, teve em 2014 seu melhor ano, quase chegou nas mil jardas (964), mesmo atuando apenas nove vezes como titular.

 

jackson– Kareem Jackson, CB do Houston Texans

Os jogadores de secundária seguem valorizados no mercado, Houston tratou de segurar Jackson antes da abertura do mercado. Um acordo de 34 milhões de dólares e quatro anos, 20 deles garantidos. Após um começo de carreira claudicante, Jackson provou ser um confiável cornerback, capaz de ser titular na maioria dos times da NFL. Sua versatilidade é mais um ponto positivo, pode jogar tanto pelas pontas como no slot. Jogou 740 snaps das treze partidas que disputou, perdeu os quatro jogos finais com uma lesão no joelho. Teve um 2014 consistente: três interceptações, nove passes defendidos e 53 tackles.

 

free– Doug Free, RT do Dallas Cowboys

Um bom negócio de Jerry Jones, renovou com Free por três anos e 15 milhões de dólares. Mesmo com 31 anos, Free foi parte importante da linha ofensiva dos Cowboys ano passado, indiscutivelmente uma das melhores da NFL. Ele volta para atuar ao lado de três atletas que foram ao Pro Bowl em 2014: Tyron Smith, Travis Frederick e Zack Martin.

 

sanchez– Mark Sanchez, QB do Philadelphia Eagles

Depois do que fez ano passado, a renovação de contrato surpreendeu muita gente. Acertou com os Eagles por mais dois anos e valor máximo de 16 milhões de dólares. Após o bom desempenho na pré-temporada 2014, parecia que daria a volta por cima em sua nova casa. Bem, parecia. Tudo ia bem até o então titular Nick Foles quebrar a clavícula, Sanchez assumiu o posto e, aos poucos, foi mostrando que ainda era aquele QB inconsistente que lançava interceptações nos momentos decisivos. Comandou o bom ataque dos Eagles em oito oportunidades, venceu apenas quatro deles, o time de Philly ficou de fora dos playoffs. Após essa movimentação, os rumores de uma possível troca de Foles, com uma subida no Draft para contar com o jovem QB Marcus Mariota, aumentam ainda mais.

ATLETAS COM OS DESTINOS BEM ENCAMINHADOS

maxwell– CB Byron Maxwell, no Philadelphia Eagles

O membro da famosa ‘Legion of Boom’ deve estar de casa nova. Ele próprio já disse nas redes sociais que o acordo com o time de Chip Kelly é uma questão de tempo. Muito se comentou no começo da temporada se o CB estava apto a substituir permanentemente Brandon Browner, mostrou que a aposta em seu potencial foi correta. Manteve o alto nível da defesa, que foi pelo segundo ano seguido a melhor da NFL. Visto como elo mais fraco no esquema de Carroll, os quarterbacks lançaram 78 bolas em sua direção ao longo do ano, ele cedeu uma média de 12,8 jardas por recepção. Mesmo atuando quatro jogos a menos que os demais, por conta de lesões, ele foi o sexto do time com mais tackles (40), desviou 12 bolas.

 

suh– DT Ndamukong Suh no Miami Dolphins

Indiscutivelmente um dos melhores, se não o melhor, jogador de defesa que deve estar disponível no mercado, o Miami Dolphins pode fazer dele um dos atletas mais bem pagos da liga. Os Lions surpreenderam a todos quando anunciaram não utilizar a ‘Franchise Tag’ em Suh. Originalmente um defensive tackle que atua no sistema 4-3, o jogador tem talento para atuar também como nose tackle no 3-4. Capaz de enfrentar vários bloqueadores ao mesmo tempo, também pressiona o quarterback adversário, abre espaços para os jogadores das pontas da linha. Computou 8,5 sacks e 53 tackles em 2014, números excelentes para um DT.

 

maclin– WR Jeremy Maclin no Kansas City Chiefs

A renovação do contrato de Jeremy Maclin era dada quase como certa pelos lados da Cidade do Amor Fraternal, agora é algo quase impossível. Fontes dizem que o atleta já acertou um contrato de 11 milhões de dólares por temporada com o Kansas City Chiefs. Maclin deve  se reunir novamente com o seu ex-técnico, Andy Reid.  Após perder todo o ano de 2013 com uma grave lesão no joelho, foi o principal WR de Philly na temporada seguinte: 1,318 jardas e 10 TDs.

 

gore– RB Frank Gore no Philadelphia Eagles

Depois de perder McCoy e possivelmente Maclin, os Eagles devem se reforçar com o veterano em um acordo de três anos. Após dez longos anos, a parceria entre San Francisco 49ers e Frank Gore parece ter chegado ao fim. É RB com mais jardas terrestres da história da franquia (11,073). Aos 32 anos, deve fazer com o time de Philly possivelmente o último contrato da carreira.

 

Comentários