Apelação de Tom Brady dura dez horas; Decisão não é divulgada

Tom Brady na chegada a sede da NFL

Tom Brady na chegada a sede da NFL

A principal atração de Nova York nesta terça-feira estava na Park Avenue, entre as ruas 51 e 52, na Sede da NFL. Foi lá que Tom Brady se encontrou com Roger Goodell para o comissário da Liga ouvir sua apelação em relação a punição de quatro jogos imposta ao quarterback pelo Deflategate. A reunião durou mais de 10 horas e todas as partes envolvidas no caso foram ouvidas no mesmo dia.

Brady chegou ao prédio dentro do horário previsto. Durante todo o dia, jornalistas e torcedores estiveram na porta da sede da NFL a espera de notícias ou qualquer movimento diferente.

Ao fim da apelação, a NFL confirmou que todas as partes foram ouvidas, mas sem a decisão de Roger Goodell anunciada. Na saída, Brady preferiu deixar o prédio pela garagem, evitando o contato com a imprensa. Ted Wells, autor da investigação não oficial, confirmou que testemunho durante a apelação. O advogado de Brady, Jeffrey Kessler, se mostrou confiante.

SAIBA MAIS
> NFL suspende Brady por quatro jogos e pune os Patriots pelo Deflategate
> Jimmy Garoppolo vai mal em treinamento
> Relatório não oficial aponta que Tom Brady sabia das bolas murchas na final da AFC

Roger Goodel não tem uma data limite para anunciar o resultado do julgamento. Se mantiver a pena ou reduzi-la, Tom Brady pode apelar para a justa comum dos Estados Unidos, estendendo ainda mais a duração de todo o problema.

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários