Análise tática: como as zebras fizeram a festa na semana 2 da NFL

ANÁLISE TÁTICAA semana 2 da temporada 2015 certamente foi uma das mais malucas da história da liga. O fortíssimo ataque terrestre dos Eagles, no papel, correndo para apenas sete jardas, a defesa do Bears com o pior desempenho dos 96 anos de história jogando em casa… Mas o que chamou atenção mesmo foram as vitórias de Oakland Raiders, Washington Redskins, Jacksonville Jaguars, Tampa Bay Buccaneers e Cleveland Browns. A última vez que os cinco times venceram na última rodada foi… Bem, isso nunca tinha acontecido antes.

Apesar dos Jaguars serem uma franquia relativamente nova, as cinco equipes demoraram 17 temporadas, ou 274 semanas, para conseguirem tal feito. Todas entraram como azarões no último domingo (20), mas ganharam os respectivos duelos com todo mérito. Vale ressaltar também a perspectiva futura para esses times, a média de idade dos cinco quarterbacks citados abaixo é de 23,4 anos. Analisamos taticamente uma jogada de cada embate:

CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR

RAIDERSBALTIMORE RAVENS 33 X 37 OAKLAND RAIDERS

Primeira campanha ofensiva do time no jogo, Oakland vai para um passe longo em uma terceira descida para oito jardas. A defesa espera um passe curto para conversão da primeira descida, mas Derek Carr prefere explorar o veloz calouro Amari Cooper com marcação individual.

O jovem WR faz uma rota post e bate facilmente o CB Jimmy Smith, repare na segunda imagem a distância entre eles quando a bola estava no ar. Carr mostrou uma calma impressionante no pocket, esperou até o último segundo para fazer o passe para seu recebedor. Veja como ele já está no chão antes mesmo da bola chegar em Cooper. Primeiro de muitos TDs da dupla.

TAMPA BAY BUCCANEERS 26 X 19 NEW ORLEANS SAINTSbucs

Após uma estreia muito ruim de Jameis Winston, analisada por nós semana passada, o calouro teve personalidade para ir até Louisiana e vencer os Saints. A jogada em questão foi um maravilhoso passe do quarterback, que encobriu a secundária e chegou na medida para o WR Vincent Jackson receber no alto e colocar os pés na parte final da end zone.

Aqui vemos uma falha inicial na marcação do time da casa, todos os linebackers ficam preocupados com os WRs do lado esquerdo e deixam Jackson sem marcação no slot. Os dois safeties estão na jogada, mas não alcançam a bola para desviar o passe. Ela encobre os dois e cai perfeita no fundo da end zone, o recebedor agarra o foguete com maestria e se mantém em campo para anotar o TD.

dolphinsMIAMI DOLPHINS 20 X 23 JACKSONVILLE JAGUARS

Assim como Carr, Blake Bortles foi fantástico permanecendo no pocket até a separação de seu WR para a conexão de 46 jardas. Como vemos na figura, Miami ameaçou uma blitz com sete jogadores, mesmo assim o jovem QB teve frieza para esperar o momento correto. No final apenas cinco jogadores vão para o pass-rush, os outros dois marcam por zona o passe curto.

Quem também marca por setor é o CB Jamar Taylor, fica na metade do caminho e não cobre absolutamente ninguém por toda jogada. Os safeties também erram demais, principalmente Walt Aikens, quando resolve ir atrás de Allen Robinson o WR já está completamente livre na boca da end zone para ampliar a vantagem dos Jaguars em Jacksonville.

TENNEESSEE TITANS 14 X 28 CLEVELAND BROWNS browns

O primeiro passe de Johnny Manziel já fez o estádio dos Browns tremer em Cleveland, dando mostras do que seria o duelo. O play-action nem foi tão bem executado por parte do QB, mas bom o suficiente para enganar o jogador que precisava ser enganado: o safety Michael Griffin. Veja que ele vai em direção a linha de scrimmage para ajudar a brecar a corrida, deixando o lado direito da secundária praticamente aberto.

Em marcação individual, Travis Benjamin deixa o cornerback Coty Sensabaugh para trás com muita facilidade. Repare que o CB até tenta fazer a falta para evitar o touchdown, mas a bola já está chegando nas mãos do wide receiver. Segunda conexão longa de Johnny “Football” para TD do camisa 16 nos dois últimos jogos.

redskinsST. LOUIS RAMS 10 X 24 WASHINGTON REDSKINS

Os Redskins castigaram a boa defesa dos Rams o jogo todo correndo com a bola. Terceira descida a quatro jardas da end zone, formação de corrida… jogada pelo chão? Nada disso. Repare como o CB Janoris Jenkins, mesmo alinhado com Pierre Garçon, fica com os olhos voltados ao meio do campo.

Ao invés de entregar para o RB, o quarterback Kirk Cousins faz um passe muito rápido na ponta esquerda da end zone, quando Jenkins percebeu do que se tratava a bola já estava nas mãos do wide receiver. Um lindo passe do QB, chamado de ‘back shoulder throw’, que nada mais é jogar a bola atrás do corpo do WR, para que ele vire no momento exato e agarre a bola, se livrando da marcação. Linda jogada do time de Washington.

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários