Em tarde desastrosa de Kaepernick, Cardinals atropelam os Niners

Quando o duelo no Arizona começou com duas interceptações do QB Colin Kaepernick para touchdown, o torcedor do San Francisco 49ers já percebeu que seria uma longa tarde. Mais uma vez o quarterback foi mal, a defesa do Arizona Cardinals dominou e o time venceu o duelo por 47 a 07 no University of Phoenix Stadium. Além da defesa feroz, o QB Carson Palmer foi bem, conectou dois TDs para Larry Fitzgerald e terminou o jogo com 311 jardas. Números opostos de Kaepernick, o sinal vermelho acendeu em San Francisco: 9 passes de 19 tentados, 67 jardas, um TD terrestre e quatro interceptações.

niners cardinals grande

Larry Fitzgerald teve nove recepções, 110 jardas e dois touchdowns

Como já dito no parágrafo de abertura, Kaepernick começou o duelo lançando duas interceptações nos primeiros quatro passes tentados, dois deles foram retornado para touchdowns. Não se pode brincar com a forte defesa dos Cardinals. Primeiro o CB Justin Bethel, depois o safety Tyrann Mathieu… Os dois retornaram os turnovers para TD e colocaram os Cardinals na frente por 14 a 0 no Arizona.

Mathieu retornando a interceptação

Mathieu retornando a interceptação

Se o ataque aéreo dos Niners já viveu dias bem melhores, o do Cardinals se mostrava melhor do que nunca, como esse time sobe de produção com o QB Carson Palmer saudável. O veterano liderou duas ótimas campanhas no segundo quarto, gastou bem o relógio e posicionou seu time na beira da end zone. Em ambas as oportunidades o time da casa chegou no touchdown com Chris Johnson, o RB recém-chegado já melhorou o jogo corrido deficiente nos últimos anos. 28 a 0 no meio do segundo quarto!

Os Niners deram um sinal de vida no final do primeiro tempo, mas nada que empolgasse muito o torcedor. Impulsionado pelo ótimo retorno de punt do australiano Jarryd Hayne, Kaepernick anotou  o primeiro TD dos visitantes, com uma corrida de 12 jardas. Parecia que o momento do jogo tinha virado, a defesa de San Francisco interceptou Palmer e devolveu a bola para Kaep pouco antes do intervalo. Mas ele não aproveitou. Devolveu a gentileza e também lançou uma interceptação, terceira dele no jogo, os Cardinals transformaram o turnover em um field goal no estouro do cronômetro. Arizona foi para o intervalo atropelando: 31 a 07.

O quarterback dos Niners começou o segundo tempo do mesmo jeito do que o primeiro: lançando interceptação. A atuação do QB preocupou demais o torcedor da franquia, ele definitivamente não é o que o time achava que ele era. Arizona tratou de continuar o atropelamento transformando a roubada de bola em mais sete pontos, linda conexão de oito jardas de Palmer para o monstro Larry Fitzgerald.

Os Niners não esboçavam qualquer reação, apenas jogavam para acabar logo o duelo. Arizona ainda computou mais nove pontos antes do apito final: um safety tackleando Carlos Ryde dentro da própria end zone e mais um touchdown na conexão Palmer – Fitzgerald. O WR foi fundamental na vitória, terminou o jogo com 9 recepções e 110 jardas e dois TDs. Vitória maiúscula do Arizona Cardinals, seguindo invicto e firme na liderança isolada da forte NFC West!

San Francisco tenta juntar os cacos para o confronto difícil contra os Packers, no Levi’s Stadium, no próximo domingo (17h25 horário de Brasília). Os Cardinaks tentam manter a invencibilidade em casa no duelo divisional contra o St. Louis Rams às 17h05.

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários