Falcons cochilam, mas se recuperam no fim e viram sobre os Eagles na estreia

Atlanta Falcons e Philadelphia Eagles cumpriram a promessa de um bom jogo e de muitos pontos na abertura da temporada. Melhor para os donos da casa, que diante de um Georgia Dome lotado, venceram por 26 a 24, com direito a virada no fim e interceptação para garantir a vitória já no Two-Minute Warning do último quarto.

Se os Eagles, que no ano passado usaram bastante o jogo terrestre, neste primeiro jogo teve Sam Bradford lançando 52 vezes, completando 36 para 336 jardas, um TD e duas interceptações. Já nos Falcons, Matt Ryan não precisou forçar tanto o braço e viu um bom desempenho do calouro RB Tevin Coleman, que correu 80 jardas. O quarterback lançou dois touchdowns, duas interceptações e 298 jardas totais.

Na próxima semana, os Falcons vão até o MetLife Stadium para encarar os Giants, no domingo, às 14h. Mais tarde, às 17h25, os Eagles recebem os Cowboys, no Lincoln Financial Field.

Julio Jones foi o destaque dos Falcons na vitória

Julio Jones foi o destaque dos Falcons na vitória

Emoção até o fim

Embalado pela torcida, os Falcons começaram melhor, tanto na defesa, quanto no ataque. Depois de um three and out dos Eagles, o time abriu o placar em field goal de 41 jardas de Matt Bryant. Na posse seguinte, o time da Philadelphia saiu de campo após três jogadas mais uma vez, dando chance para Atlanta ampliar a vantagem. O time até que foi bem na campanha, mas Matt Ryan foi lindamente interceptado por Kiko Alonso na endzone, salvando a pátria e garantindo o 3 a 0 no primeiro quarto.

Apesar do turnover, Matt Ice não se abateu e liderou uma campanha de TD no primeiro drive do segundo quarto, conectando a pontuação com Julio Jones, que terminaria a partida com 141 jardas recebidas. Os Eagles responderam com um field goal de 29 jardas de Cody Parkey e diminuíram a vantagem para 10 a 03.

Os minutos que antecederam o intervalo indicavam que os Falcons venceriam, mas de maneira mais tranquila. Com sete pontos de frente, a defesa de Atlanta interceptou Sam Bradford na linha de 30 jardas com W. Moore, deixando Matt Ryan em condições de fazer 20 a 03 no placar em duas jogadas, novamente com Julio Jones.

Com a primeira posse de bola depois do halftime e a torcida embalada, Atlanta poderia ter matado o jogo, mas Ryan acabou interceptado W. Thurmond, que retornou a bola até a linha de oito jardas do ataque. Ai foi só DeMarco Murray completar o serviço, fazer seu primeiro TD na nova equipe e diminuir o placar para 20 a 10. Após novo bom trabalho da defesa dos Eagles, o ataque cresceu para recolocar o time no jogo. A campanha seguinte durou 6:10, teve 13 jogadas e findou-se com passe de Bradford para Murray entrar na endzone e colocar o placar em 20 a 17 no último quarto.

Jordan Matthews após o drop, que gerou a interceptação da vitória

Jordan Matthews após o drop, que gerou a interceptação da vitória

A chave dos Falcons que foi desligada no terceiro período parece ter sido religada novamente nos 15 minutos finais. O time começou anotando três pontos em um field goal de 44 jardas de Matt Bryant. Mas a alegria durou pouco, pois dois minutos depois os Eagles viraram o jogo para 24 a 23 com uma corrida de uma jarda de Ryan Matthews. Empurrado pela barulhenta torcida, os Falcons retomaram a ponta com novo FG de Bryant, desta feita de 47 jardas,fazendo 26 a 24, faltando 06:27.

Precisando de um field goal para vencer, Sam Braford comandou uma campanha que deixou Cody Parker na posição de virar o jogo em chute de 44 jardas, mas o kicker errou, para a explosão do Georgia Dome. A defesa dos Eagles até parou o ataque dos Falcons mais uma vez, mas no desespero, Bradford tentou achar Jordan Matthews na busca pelo empate, mas o wide receiver dropou o passe e acabou interceptado por Ricardo Allen, garantindo a vitória por 26 a 24 na estreia.

Comentários