No overtime, Falcons derrotam os Redskins e se mantém invictos em 2015

Não foi a vitória que o torcedor do Atlanta Falcons esperava. Contra o Washington Redskins, no Georgia Dome, a tarde era para ser de festa, mas quase virou um pastelão. Mas como em todo roteiro de final feliz, no final do filme apareceu o herói, e o do dia para os falcões foi Robert Alford. Na prorrogação, ele interceptou Kirk Cousins, retornou para touchdown e garantiu o triunfo por 25 a 19 – o quinto seguido da franquia em 2015.

Matt Ryan não esteve bem no jogo, o kicker Matt Bryant, que vinha com uma segurança incrível nos chutes, também não jogou bem. Salvou nos Falcons Devonta Freeman, que passou das 150 jardas e anotou o único touchdown ofensivo do time. Os Redskins desperdiçaram uma grande chance de ter mais vitórias do que derrotas pela primeira vez nesta temporada.

Freeman foi o destaque ofensivo dos Falcons mais uma vez

Devonta Freeman foi o destaque ofensivo dos Falcons mais uma vez

Na semana 6, os Falcons terão um difícil duelo divisional contra os Saints, em New Orleans, na quinta-feira, às 21h30. Já os Redskins vão até o MetLife Stadium para encarar os Jets, no domingo, às 15h – isso mesmo. Começa o horário de verão e os jogos passam a ser uma hora mais tarde.

Jogo bom só do quarto período pra frente

O jogo começou bem morno. Cada time teve duas posses que terminaram no primeiro quarto. Foram três punts e uma interceptação, que veio da defesa dos Redskins, após Matt Ryan tentar passe para Julio Jones e a bola parar nas mãos de T. Robinson. A última campanha dos primeiros 15 minutos foi da franquia visitante. Kirk Cousins conseguiu os primeiros bons avanços, que resultou nos primeiros pontos do jogo no início do segundo período, em conexão de sete jardas com Derek Carrier. Atlanta respondeu na sequência com um FG de 42 jardas de Bryant – o primeiro dos dois que acertou (tentou quatro no total). Dai até o final do primeiro tempo foi um show de erros: Cousins interceptado, Ryan sofrendo fumble após sack, e o placar foi de 7 a 3 no intervalo.

Se o segundo quarto terminou com os quarterbacks em baixa, no terceiro foi a vez dos kickers darem o ar da graça. Logo na primeira campanha, Bryant errou um chute de 48 jardas. Na campanha seguinte, Dustin Hopkins não acertou o “Y” em tentativa de 53 jardas. Para minimizar os erros, o kicker dos Falcons acertou um chute de 28 jardas na segunda campanha de Atlanta no quarto, fazendo 7 a 6 no placar, faltando 15 minuto para o fim do jogo.

Alford teve a interceptação da vitória

Alford teve a interceptação da vitória

O último período do jogo começou com um susto para os Falcons, mas com final feliz. Após longa campanha ofensiva, Devonta Freeman sofreu fumble na linha de uma jarda, na beira da endzone. Sorte do running back que Julio Jones estava atento para ficar com a bola e colocar os donos da casa na liderança: 12 a 07. A resposta dos Redskins foi imediata. Bastaram três jogadas, uma delas uma interferência de passe de 42 jardas, até o RB Matt Jones correr pela direita e pontuar para a equipe da capital americana e fazer 13 a 12 Washington, faltando 7:59.

O momento do jogo ficou ainda melhor para os visitantes quando Matt Ryan foi interceptado por Bashaud Breeland. Na sequência, um FG de 28 jardas de Hopkins colocou os Redskins com quatro pontos de frente, restando 2:38 para o fim do jogo. Para seguir invictos, os Falcons precisavam de um touchdown rápido. E ele veio rápido, em uma corrida de seis jardas de Freeman. Poderia ter vindo antes, em uma recepção do próprio running back na endzone que os árbitros voltaram atrás e deram passe incompleto, mas a virada aconteceu faltando 24 segundos. Fim de jogo e vitória dos Falcons por 19 a 16, certo? Nada… Cousins conectou três passes rápidos e posicionou Dustin Hopkins para um FG de 52 jardas, que o kicker dos Redskins colocou no meio do “Y”, levando o jogo para a prorrogação.

Os Redskins venceram a disputa na moedinha, mas perderam a partida em sete jogadas. Após conquistar duas primeiras descidas, Kirk Cousins errou passe para R. Grant e foi interceptado por Robert Alford pela segunda vez no jogo, mas desta feita ele retornou para a endzone e garantiu a quinta vitória seguida dos Falcons: 25 a 19.

Comentários