Águia no lugar do peru? Lions derrotam os Eagles no Thanksgiving

Time mais tradicional do Dia de Ação de Graças, o Detroit Lions jogou no feriado americano em todas as temporadas desde 1943. Foram ao todo 72 jogos, em apenas dois deles o time não teve uma vantagem maior a que aplicou no Philadelphia Eagles nesta quinta-feira (26). Foi um atropelamento completo no Ford Field, o cardápio do dia podia muito bem ser trocado do peru para a águia. Com mais um desempenho trágico da defesa, os Eagles seguem ladeira abaixo, perderam por 45 a 14 em Detroit. Foi um show da dupla Matthew Stafford e Calvin Johnson: o QB lançou 377 jardas e cinco TDs, três deles para Megatron.

Os Lions voltam a jogar na próxima quinta-feira, importante duelo divisional contra o Green Bay Packers no Ford Field às 23h30. Os Eagles terão vida dura no dia 6 de dezembro, viajam a Foxborough encarar o New England Patriots às 19h25.

lions eagles grande

Atropelamento de Detroit

A má fase que vive os Eagles ficou clara já na primeira campanha da equipe no duelo de Thanksgiving. O time teve mais de cinco minutos de posse de bola, mas o drive acabou com uma tentativa de field goal de 50 jardas em que a bola explodiu no poste e saiu. O time ainda perdeu o LT Jason Peters contundido, melhor jogador disparado da linha ofensiva. Os Lions tiveram a bola e foram precisos, o Ford Field tremeu quando o time anotou o primeiro TD da partida. Campanha rápida e avassaladora liderada por Matthew Stafford, não tomou conhecimento da defesa das Águias e abriu o placar com uma conexão de oito jardas para o RB Theo Riddick.

O ataque de Philly tinha uma dificuldade extrema para estabelecer o jogo terrestre, o RB DeMarco Murray computou apenas uma jardinha somando as sete primeiras corridas. O desempenho do time melhorou quando Murray encontrou alguns espaços, os Eagles avançaram bem a bola e chegaram ao empate em Detroit. Drive de sete minutos que Mark Sanchez finalizou com um passe na beira da end zone para o TE Brent Celek anotar o TD das Águias.

lions eagles 1O empate não durou muito tempo, pelo segundo jogo consecutivo a defesa dos Eagles entrou em colapso no segundo período. Um desastre parecido com o duelo do último domingo, em que Philly cedeu inacreditáveis 521 jardas totais para os Buccanneers no Lincoln Financial Field. Mais um péssimo trabalho do coordenador defensivo Bill Davis, que insiste em coberturas mano a mano mesmo contra wide receivers espetaculares do outro lado. Certamente o emprego dele na Cidade do Amor Fraternal está por um fio.

Foi o famoso atropelamento, o ataque dos Lions castigou jogada após jogada. Com muita liberdade no pocket, Matthew Stafford fez o que quis, Detroit anotou mais 17 pontos no segundo quarto. Além de um field goal de 48 jardas, Stafford lançou mais dois touchdowns em campanhas contundentes, um passe curto para Golden Tate  e uma linda bola no canto esquerdo da end zone para a recepção do monstro Calvin Johnson. A conexão fez o camisa 81 entrar para história, agora é o jogador que mais recebeu touchdowns no Dia de Ação de Graças, foram nove ao todo. Em ritmo de passeio, os Lions foram para os vestiários vencendo por 24 a 7.

Águia no lugar do peru?

lions eagles 2O atropelamento seguiu no segundo tempo, A dupla Matthew Stafford e “Megatron” continuou castigando, se aproveitando da fragilidade da secundária dos Eagles. Foram mais dois touchdowns da dupla no terceiro período, foram cinco ao todo para o camisa 9 no Ford Field. Que desempenho decepcionante da defesa de Philly, o time levou dez passes para TD nas últimas duas partidas.

Já em ritmo de treino, os Lions administraram a vantagem e ainda sim anotaram mais pontos. Outra campanha segura de Stafford e companhia, Joique Bell mergulhou dentro da end zone e ampliou ainda mais a vantagem. As Águias aproveitaram o famoso ‘garbage time’ para diminuir a surra, em uma conexão de 24 jardas de Mark Sanchez para Jordan Matthews. Vitória maiúscula dos Lions em Detroit!

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários