Em noite de Luke Kuechly, Panthers atropelam os Cowboys no Texas

O feriado de Thanksgiving não foi agradável para os times da NFC East. Horas depois do Philadelphia Eagles levar um sacode do Detroit Lions, foi a vez do Dallas Cowboys ser atropelado, o Carolina Panthers não tomou conhecimento do time da casa. Os Panthers venceram com facilidade por 33 a 14, no AT&T Stadium, o time segue imbatível e um passo mais perto da temporada perfeita. O bom ataque de Carolina nem precisou fazer tanto esforço, a feroz defesa interceptou três bolas, duas para touchdown, dominando o ataque dos Cowboys. Além da derrota, o torcedor de Dallas lamentou a nova lesão de Tony Romo, ele voltou a deixar o gramado com uma lesão no mesmo ombro esquerdo, possivelmente não jogará mais em 2015.

Os Panthers voltam a campo no dia 06 de dezembro, fazem um duelo divisional com o New Orleans Saints às 16h. Os Cowboys voltam a campo no dia seguinte, fazem o Monday Night Football contra os Redskins às 23h30.

panthers cowboys grande

Três interceptações de Tony Romo

panthers cowboys 2A animação do torcedor no Texas diminuiu drasticamente já na primeira campanha da equipe, o primeiro drive comandado por Tony Romo em casa após se recuperar da lesão resultou em interceptação. Não que seja novidade a feroz defesa dos Panthers forçando turnovers, o time é o que mais rouba a bola dos adversários em 2015. O safety Kurt Coleman agarrou o passe de Romo e retornou para a end zone, 26º turnover forçado pela defesa de Carolina. Touchdown dos visitantes! Os Panthers tiveram a bola e pontuaram também no ataque, um field goal de 49 jardas de Graham Gano colocou a diferença em 10 a 0 no Texas.

O ataque de Dallas reagiu no final do primeiro período, pelo menos conseguiu ficar mais em campo.  Tony Romo manteve o ataque por seis minutos no gramado, foram ao todo 13 jogadas. O time bateu na porta da end zone, mas não conseguiu entrar, o torcedor do At&T Stadium teve que se contentar com um field goal curto de Dan Bailey. Carolina respondeu logo em seguida, Gano converteu chute de 43 jardas e manteve a diferença em 10 pontos.

Foi então que Tony Romo encontrou o seu pior pesadelo: Luke Kuechly. O quarterback foi interceptado pelo linebacker em dois passes consecutivos! O primeiro deles o monstro da camisa 59 agarrou o passe de Romo e correu por 17 jardas até a end zone! Segunda interceptação do camisa 9 para TD. O QB recebeu a bola de volta, fez o primeiro passe e… mais uma vez Kuechly agarrou a bola. Dessa vez ele não cruzou o plano de goal, mas a posição de campo gerou um field goal de 25 jardas. Gano colocou o chute dentro do “Y”, os Panthers foram para os vestiários vencendo por 23 a 3.

Vitória com tranquilidade

panthers cowbys 1Os Cowboys voltaram com mais intensidade para a segunda etapa, a defesa parou Cam Newton e deu ao ataque uma ótima posição de campo. Dallas precisava de um touchdown para voltar da partida, mas não conseguiu, o time teve se contentar com um field goal de 30 jardas convertido por Bailey.

Isso nem pode ser chamado de reação, visto que os Panthers anotaram outro touchdown e deram contornos de atropelamento ao confronto. O time até chegou a chutar o field goal na campanha, mas uma falta de Dallas na hora do chute deu nova vida ao ataque dos Panthers. Cam
Newon voltou a aparecer, como ele é decisivo na red zone. Avançou por quatro jardas para dentro da end zone, touchdown Carolina!

Se a noite vinha sendo muito ruim para Tony Romo, se transformou em um pesadelo ainda maior no terceiro período. O quarterback sofreu o sack do ótimo Thomas Davis e foi ao chão, batendo novamente o ombro esquerdo no gramado. Foi levado aos vestiários para um raio-X, a chance de ele ter quebrado novamente a clavícula é muito grande. Os Panthers deram o golpe de misericórdia logo em seguida, um field goal de 50 jardas convertido por Gano colocou a diferença em 26 pontos e praticamente matou o confronto. Os Cowboys até anotaram um TD no ‘garbage time’, já com Matt Cassel em campo. Nada que atrapalhasse a vitória tranquila dos Panthers no Texas!

Comentários