Lions tomam susto no segundo tempo, mas ainda assim vencem os Saints

Golden Tate anotou dois touchdowns

Golden Tate anotou dois touchdowns

O ruim do calendário de transmissões da temporada regular ser divulgado com muita antecedência é a chance de um jogo que poderia ser muito bom não receber tanto interesse assim. O Monday Night Football entre Detroit Lions e New Orleans Saints é um típico exemplo disso. Antes do início dos jogos, tinha tudo para valer uma vaga de Wild Card ou mesmo liderança de divisão, mas os dois times entraram em campo já sem chances de classificação para os playoffs.

Em campo, melhor para os Lions, que atropelaram no início e tiveram problemas no segundo tempo, mas venceram por 35 a 27, no Mercedes-Benz Superdome.

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo, às 16h (de Brasília). Os Lions recebem os Jaguars, enquanto os Lions jogam em casa contra os 49ers.

Tranquilo no início, drama no fim

O jogo começou bem morno, como as duas equipes no ano. Em menos de cinco minutos foram três punts – dois do time da casa e um dos visitantes. A partir da segunda campanha dos Lions o time iniciou o massacre. Com uma campanha de apenas 2:34, Stafford conectou Golden Tate na endzone e abriu o placar. Os Saints reagiram ainda no primeiro quarto, com um FG de 45 jardas de Kai Forbarth.

Brees chegou a 60 mil jardas, mas não evitou a derrota

Brees chegou a 60 mil jardas, mas não evitou a derrota

Com vantagem de 07 a 03, os Lions anotaram 21 pontos seguidos – 14 no segundo quarto e sete no terceiro. Sem conseguir para o ataque adversário, a defesa dos Saints viu Stafford controlar as ações com facilidade. O primeiro touchdown foi com passe para Mike Burton, o segundo em conexão com Golden Tate, para o seu segundo da noite, e o terceiro em corrida de 15 jardas de Ameer Abdullah. 28 a 03, jogo terminado? Ainda não.

Buscando a virada, Drew Brees escreveu seu nome na história. Se tornou o quarto QB a alcançar a marca de 60 mil jardas aéreas e também chegou a 10ª temporada seguida com quatro mil jardas de passe. Todas as marcas alcançadas na campanha que terminou em conexão para o touchdown de Brandin Cooks, deixando o placar em 28 a 10 no último período.

Com a torcida apoiando e o momento a favor, os Saints anotaram dez pontos no início do último quarto da partida. Primeiro em FG de Forbarth e depois em touchdown de Brees para Marques Colston, após a defesa recuperar um fumble de Ameer Abdullah. No entanto, com uma campanha longa e de boas jogadas de Matthew Stafford, os Lions responderam com um touchdown terrestre de Joique Bell, colocando a diferença no placar em 35 a 20 e sacramentando a vitória.

Os Saints ainda conseguiram avançar o campo todo e anotar um touchdown já dentro do Two-Minute Warning, deixando o jogo 35 a 27, mas não conseguiu recuperar a bola de volta no onside kick e perdeu mais uma em casa.

Comentários