Em último quarto épico, Steelers vencem os Bengals com FG da virada no fim

O último quarto do duelo de Wild Card entre Pittsburgh Steelers e Cincinnati Bengals deixou claro o motivo do futebol americano ser o mais emocionante esporte do planeta. Que final espetacular tivemos no Paul Brown Stadium! Zerado até então, os Bengals anotaram 17 pontos no quarto período e viraram o jogo no finalzinho! Venceram? Não. Graças a um fumble, os Steelers tiveram uma última oportunidade. O QB Ben Roethlisberger, que havia deixado o campo com o ombro deslocado, voltou no drive final e, ajudado pelas faltas bobas da defesa de Cincinnati, posicionou seu kicker para o field goal da vitória nos segundos finais. Que desfecho épico! Os Steelers venceram o chuvoso embate por 18 a 16 em Cincinnati e avançam na pós-temporada.

Sobrou lamentações da fanática torcida dos Bengals, que viu a temporada sendo jogada no ralo com duas faltas pessoais de dois jogadores, no mínimo, de caráter duvidosos. Já do lado dos Steelers a festa é absoluta, o time agora se prepara para encarar o Denver Broncos em Mile High, duelo que acontecerá no dia 17 de janeiro às 19h35 no Sports Authority Field.

steelers bengals grande

Muita chuva e poucos pontos

Muita hostilidade e jogadas ríspidas entre os rivais da AFC North… Agora ponto que é bom o primeiro quarto do embate não teve. Todas as primeiras oito campanhas terminaram em punts. Com um jogo corrido muito fraco, o pouco que Cincinnati produziu foi com conexões entre o jovem AJ McCarron e o montro TE Tyler Eifert. Já do lado dos Steelers, até de modo surpreendente, o jogo corrido tinha seus momentos, mesmo com os ilustres desconhecidos Fitzgerald Toussaint e Jordan Toldman no backfield da equipe.

steelers bengals 1Após o festival de punts, nada de touchdowns, foram os turnovers e a forte chuva que apareceram na metade do segundo período. O WR Markus Wheaton, dos Steelers, sofreu um fumble bem infantil, após receber bom passe de Ben Roethlisberger. Ao invés de capitalizar o turnover e abrir o placar no Paul Brown Stadium, o time da casa retribuiu a gentileza. Aparentemente meio perdido com a forte chuva que caía, AJ McCarron lançou uma bola muito curta, ruim, facilmente interceptada pelo CB Antwon Blake.

Os Steelers sim souberam capitalizar a roubada de bola. Não, o touchdown não veio, mas pelo menos o time visitante tirou o zero do placar com um field goal de 39 jardas de Chris Boswell, boa revelação da posição em 2015. O ataque de Pittsburgh voltou a funcionar minutos antes do intervalo, campanha rápida, mas de nove jogadas, finalizada com o segundo field goal de Boswell da noite. Com um ataque totalmente apagado, os Bengals foram para os vestiários perdendo por 6 a zero.

Último quarto épico

steelers bengals 2A chuva deu uma amenizada no começo da segunda etapa, mesmo assim o nível de jogo apresentado pelos Bengals não melhorou em nada. Totalmente perdido em campo, McCarron sofreu um fumble na primeira jogada do terceiro período, fumble forçado pelo LB Jarvis Jones. O time visitante até retornou a roubada de bola para a end zone, mas a marcação foi revertida, os Steelers tiveram que se contentar com o terceiro field goal de Chris Boswell na noite.

Após 40 minutos, finalmente aconteceu o primeiro touchdown do duelo, e ele foi dos Steelers. Ben Roethlisberger foi o nome da campanha de três minutos, impulsionou o ataque com uma conexão de 60 jardas com Antonio Brown, finalizou com um passe de dez jardas para TD do WR Martavis Bryant. Cincinnati esboçou uma reação no final do terceiro quarto. Os pontos não vieram, mas pelo menos o ataque conseguiu ficar algum tempo em campo. O drive acabou com um fumble do RB Gio Bernard, após uma baita pancada do LB Ryan Shazier, mas Pittsburgh não transformou o turnover em pontos.

A maré da partida começou a mudar já na última jogada do terceiro quarto, quando Big Ben levou uma baita sack do intenso Vontaze Burfict e saiu de campo com um ombro deslocado. Essa foi a jogada que faltava para o Paul Brown Stadium incendiar de vez, a partida virou totalmente a favor dos Bengals!

Tudo que os Bengals não fizeram no jogo inteiro o time apresentou no último período, esse sim foi o time que venceu doze jogos e foi aos playoffs: o zerado ataque começou a pontuar e a defesa apresentou toda a agressividade que marcou esse elenco durante o ano. Cincinnati pontuou nas três primeiras campanhas do último período e virou o jogo! Já em ótima posição de campo, o time tirou o zero do placar com um mergulho para dentro da end zone de Jeremy Hill. A segunda campanha gerou um field goal de 36 jardas do kicker Mike Nugent. A virada veio com contornos de dramaticidade a menos de dois minutos do fim, linda conexão de 25 jardas de McCarron com AJ Green para touchdown!

tempRoethlisberger13_at_Cincinnati_01092016--nfl_mezz_1280_1024Reserva de Roethlisberger, Landry Jones tinha a missão quase impossível de, com 1:43 no relógio, posicionar seu time para pelo menos um field goal da vitória. A saga do QB não durou muito, lançou uma interceptação logo no primeiro lançamento, passe agarrado pelo polêmico Burfict. Herói da vitória? Não, os próximos capítulos mostram isso. Cincinnati tinha apenas que gastar o finalzinho de relógio e comemorar a vitória, mas Jeremy Hill tinha outros planos. O RB sofreu um fumble na pior hora possível, turnover que manteve os Steelers vivos no jogo.

Mesmo com o ombro deslocado, Ben Roethlisberger voltou a campo para buscar a vitória. Que jogador “clutch”. Machucado, foi acertando bons passes e avançando o ataque. Pittsburgh se viu a umas 15 jardas da distância para chutar um field goal a 22 segundos do fim e sem tempos para pedir. Big Ben não completou o passe para Antonio Brown no meio do gramado, mas os juízes jogam a flanela amarela. Vontaze Burfict acertou uma pancada maldosa em Brown no finzinho da jogada… As 15 jardas que os Steelers precisavam! Não contente com a burrada do companheiro, o CB Adam Jones foi reclamar com os árbitros e levou mais uma falta de 15 jardas. Inacreditável. As penalidades impulsionaram Boswell para um chute de 35 jardas, o kicker colocou no meio do “Y” e deu a vitória aos Steelers!

Comentários