Muita grana e algumas incógnitas no primeiro dia do Free Agency da NFL

Osweiler já está distribuindo autográfos em Houston

Osweiler já está distribuindo autógrafos em Houston

A loucura do primeiro dia do mercado da NFL fez alguns jogadores muito mais ricos e algumas escolhas pontuais para algumas franquias. O período de Free Agency, que é quando os jogadores que ficaram sem contrato podem assinar com outros times, começou às 18h (de Brasília). Muitos acertos já estavam prontos antes mesmo do período começar, ficando apenas a consolidação e a assinatura para a quarta-feira.

Entre os jogadores, quem saiu ganhando mais foi o DE Olivier Vernon. Os Dolphins tiraram a tag que havia colocado nele horas antes do mercado abrir. Quando o período de Free Agency começou, o New York Giants foi correndo atrás e ofereceu uma bolada: 85 milhões de dólares por cinco anos, sendo que mais de 52 milhões são garantidos. Isto para um jogador que tem uma média de 7,5 sacks na carreira. Apesar de ter jogado todos os jogos nos últimos dois anos e encaixar bem para a franquia, não é um jogador de tanto impacto para receber o salário que lhe foi oferecido pelos Giants.

Quem também está rindo de orelha a orelha é o QB Brock Osweiler. Valorizado depois de ser titular em algumas partidas da temporada passada e jogar bem, ele tinha propostas de Denver e do Houston Texans. A proposta do time do Texas era superior a da então atual equipe em dois milhões de dólares e para lá ele foi. O contrato de Osweiler com os Texans é de 72 milhões por quatro anos. Para um QB que ainda precisa mostrar a que veio, um contrato alto e arriscado, mesmo tendo acompanhado os passos de Peyton Manning.

SAIBA MAIS
>> Siga o mercado de transferências da NFL

Com espaço de sobra no Salary Cap, o Jacksonville Jaguars foi as compras e levou um pacotão: DT Malik Jackson, RB Chris Ivory, S Tashaun Gipson e P Brad Nortman, além de renovar com o TE Mercedes Lewis. Contratações que fortalecem a franquia e colocam num patamar acima da temporada passada, podendo até sonhar com algo mais longe na temporada 2016.

Por outro lado, o Cleveland Browns perdeu importantes jogadores e não se movimentou nada. O principal desejo do time é tentar negociar Johnny Manziel, mas ninguém aparece interessado no garoto problema. Enquanto isso, a torcida segue se irritando e sem perspectiva de um futuro melhor. O Denver Broncos também assistiu seus jogadores irem embora e não fez muita coisa, tanto que o QB1 do time – único do plantel, é Trevor Siemian.

Olivier Vernon foi o jogador mais bem pago do primeiro dia do Free Agency

Olivier Vernon foi o jogador mais bem pago do primeiro dia do Free Agency

Comendo pelas beiradas e sem muito alarde, o Minnesota Vikings buscou OG Alex Boone com um contrato de pouco mais de seis milhões por temporada – um pouco mais da metade do que os Raiders pagaram por Kelechi Osemele, da mesma posição e com talento parecido. Mais proteção para Bridgewater nesta temporada.

Uma contratação que chamou atenção foi a de Chase Daniel, novo reforço do Philadelphia Eagles. Ex-jogador dos Chiefs e aprendiz de Drew Brees nos Saints, Daniel assinou um contrato que lhe garante 12 milhões para ser reserva imediato de Sam Bradford, que também está com novo vínculo. Mas seria reserva mesmo? Sem passar confiança, Bradford teve um primeiro ano questionado em Philly e o bom contato de Chase Daniel com o técnico Doug Peterson pode deixá-lo em alerta para qualquer deslize do atual titular.

Doug Martin re-assinou com os Buccaneers

Doug Martin re-assinou com os Buccaneers

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários