MVP de Super Bowl, QB em alta, CB dominantes… As Franchise Tags de 2016

Os Jets aplicaram a Franchise Taf em Wilkerson

Os Jets aplicaram a Franchise Taf em Wilkerson

A primeira grande movimentação dos times para a temporada regular 2016 terminou nesta terça-feira, mais precisamente às 18h (de Brasília). Este foi o horário limite para as equipes utilizarem a Franchise Tag em um de seus atletas. Antes de mais nada, Franchise Tag é uma alternativa das franquias para renovar o contrato de um jogador por mais um ano, com ele recebendo a média dos cinco maiores salários dos jogadores de sua posição.

A Franchise Tag é boa para os dois lados na maioria das vezes. O jogador tagueado receberá por uma temporada um salário muito alto, equivalente ao dos melhores jogadores da NFL na sua posição, enquanto o time tem um tempo a mais para negociar um contrato mais longo com o atleta escolhido para a Franchise Tag.

Confira quais foram os jogadores que receberam a Franchise Tag e quanto cada um vai receber

Von Miller, LB dos Broncos
O MVP do Super Bowl 50 está perto do fim do seu contrato, e Denver não poderia deixar escapá-lo. Von Miller recebeu uma exclusive franchise tag, que não permite que outros times tentem trocá-lo e garante ao jogador um salário maior. O linebacker dos Broncos vão receber 120% a mais do que estipula a Franchise Tag, um total de 16,9 milhões de dólares na próxima temporada. Com isso, Brock Osweiler e Malik Jackson devem virar free agents.

Josh Norman, CB dos Panthers
Considerado por muitos o melhor da sua posição em 2015, Norman vai 13,9 milhões na próxima temporada. O usa da tag dá as partes um prazo maior para discutir um contrato longo e vantajoso para ambos os lados.

Muhammad Wilkerson, DE dos Jets
Se não renovasse e virasse free agent, Wikerson seria Top 5 quando o mercado de transferências da NFL fosse aberto. Os Jets garantiram o seu melhor jogador da linha defensiva por mais uma ano, com ele recebendo 15,07 milhões de dólares.

Cordy Glenn, OT dos Bills
O left tackle dos Bills foi tagueado no último dia disponível e vai receber 13,7 milhões em 2016. Ele foi um dos destaques da boa linha ofensiva do time de Buffalo na última temporada.

Se receber uma proposta maior, Vernon pode sair de Miami

Se receber uma proposta maior, Vernon pode sair de Miami

Olivier Vernon, DE dos Dolphins
Esta foi uma das Franchise Tags mais surpreendentes. Os Dolphins optaram por usar em Olivier Vernon uma Transition Tag, garantindo ao jogador 12,7 milhões por ano, mas caso algum time ofereça um contrato longo e mais lucrativo, ele poderá aceitar a proposta. Miami poderá ainda fazer uma contraproposta de igual valor para tentar segurar o jogador, mas na temporada passada o time perdeu o TE Charles Clay desta maneira.

Alshon Jeffery, WR dos Bears
Bastante lesionado em 2015, Chicago acredita no potencial do seu wide receiver, aplicando nele a Franchise Tag ainda quando o Combine estava em disputa. Os Bears tentam a qualquer custo manter o jogador, mas não querem pagar muito. Com a Tag, Jeffery receberá 14,5 milhões na próxima temporada.

Kirk Cousins, QB dos Redskins
Destaque do ataque dos Redskins na temporada passada, muito especulou-se sobre a saída de Cousins, mas isto não acontecerá. O quarterback vai receber 19,9 milhões no próximo ano. Como utilizou a non-exclusive franchise tag, Kirk Cousins pode negociar com outras equipes. Washington tem o direito de igualar esta oferta ou receber duas escolhas de primeira rodada como compensação.

Eric Berry, S dos Chiefs
Comeback Player da última temporada, Berry recebeu a tag dos Chiefs enquanto negociam um contrato de longa duração. Em 2016, o jogador vai receber 10,8 milhões. O modelo de tag utilizado por Kansas City é o mesmo dos Redskins.

Trumaine Johnson, CB dos Rams
O Los Angeles Rams tinham duas opções na posição de CB: Johnson ou Janoris Jenkins. Optou pelo primeiro, que vai receber 13,9 milhões na próxima temporada pela Franchise Tag.

Justin Tucker, K dos Ravens
Um dos melhores kickers da NFL, Justin Tucker foi o primeiro jogador a ser tagueado. Ele vai receber pouco mais de quatro milhões, mas os Ravens buscam um contrato longo com o jogador.

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários