Falcons estragam festa dos Saints em New Orleans e vencem rivais de divisão

Matt Ryan dominou a defesa dos Saints

Matt Ryan dominou a defesa dos Saints

Dez anos depois do retorno para o Superdome, após a tragédia do Furacão Katrina, o clima estava todo armado. O New Orleans Saints buscando a primeira vitória, a torcida da casa inflamada e um jogo contra rival de divisão. No entanto, esqueceram de avisar para o Atlanta Falcons, e o clima de festa se transformou em uma partida para tirar da memória em New Orleans. Uma derrota por 45 a 32, com uma péssima atuação da defesa do time da casa e o ataque visitante dominante.

Os Falcons conseguiram touchdowns em cinco posses seguidas, sendo três em corridas do running back Tevin Coleman. Outro running back do time, Devonta Freeman passou das 200 jardas, sendo 152 terrestres e 55 em recepções, sendo uma para touchdown. Do lado dos Saints, Drew Brees precisou lançar a bola 54 vezes e passou das 370 jardas, mas acabou sofrendo uma pick six que foi crucial para a partida.

Na próxima semana, Atlanta tem mais um duelo divisional, agora contra os Panthers, no Georgia Dome, domingo, às 14h. Este jogo vale a ponta da NFC South, pois com a vitória em New Orleans, os Falcons pularam na ponta da divisão. Mais tarde, às 17h25, os Saints visitam os Chargers buscando a primeira vitória na temporada.

Festa dos touchdowns

Embalado pelo calor da torcida, os Saints abriram o jogo arrasadores. Com um rápido touchdown de Brees para o TE Coby Fleener e a defesa parando o ataque dos Falcons. No entanto, no punt, Dwayne Harris levou uma trombada do companheiro e sofreu o fumble, dando a bola para Atlanta perto da endzone. Ai Tevin Coleman não perdoou e empatou o jogo.

Tevin Coleman entrou na endzone três vezes

Tevin Coleman entrou na endzone três vezes

A virada dos visitantes veio no início do segundo quarto, com Devonta Freeman, em conexão curta de Matt Ryan. Ainda antes do intervalo, Atlanta anotou mais dois touchdowns, com Coleman e Justin Hardy, enquanto os Saints conseguiram um TD, em passe de Brees para Michael Thomas, e um field goal de 57 jardas de Wil Lutz, no fim do primeiro tempo, para deixar o placar em 28 a 17 para os Falcons.

Na segunda etapa, a defesa dos Saints seguiu vendo o adversário atacar com facilidade e entrar na endzone mais uma vez em campanha de apenas seis jogadas – novamente com Coleman. Na resposta, Drew Brees liderou rápida campanha para touchdown de John Kuhn e reduzir a frente dos Falcons para apenas dez pontos: 35 a 25. Ainda no terceiro quarto, Matt Bryant anotou seu único field goal do jogo, em chute de 21 jardas, para fazer 38 a 25 e deixar o jogo em dois touchdowns de diferença.

A jogada chave da partida aconteceu no início do quarto período. Já na redzone dos Falcons novamente, Brees tentou conexão curta com Michael Thomas, mas viu o calouro Deion Jones, que é natural de New Orleans, interceptar o camisa 9 e retornar 90 jardas para o touchdown, abrindo 45 a 25 e com 13:37 por jogar. Os Saints ainda anotaram mais um touchdown, com Mark Ingram, mas foi só. Atlanta usou o jogo corrido para gastar o relógio, dando aos donos da casa apenas mais uma chance de pontuar, mas ela não veio, deixando o placar em 45 a 32.

BANNER BRANDIN COOKS SAINTS

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários