Prévia da temporada 2016: Como será o ano do Houston Texans

POJETU PREVIAS texans

Nos últimos anos, o Houston Texans é a única equipe da AFC South que vem fazendo frente ao Indianapolis Colts. Depois de destronar o dono da divisão em duas temporadas seguidas, a franquia mais jovem da NFL voltou a fazê-lo em 2015 e tem a missão de repetir o feito na próxima temporada. No entanto, a concorrência será mais pesada, pois as duas outras equipes, Jaguars e Titans, também evoluíram para a temporada 2016.

J.J. Watt

JJ WATT TEXANSNo meio da offseason o torcedor de Houston se assustou com a notícia de que J.J.Watt seria operado e poderia toda a pré-temporada, além da possibilidade de ficar de fora de algumas partidas da temporada regular. A operação foi um sucesso e, após a última semana dos jogos preparatórios, o defensive end e líder da franquia foi liberado pelos médicos da lista de jogadores machucados designados para voltar, começando 2016 sem problemas.

No entanto, a expectativa era de que Watt ficasse fora por mais tempo, voltando após a semana 1. A retirada do nome dele da lista de lesionados não indica que o melhor defensor da NFL em três temporadas será titular. Ele pode sim jogar a partir da estreia, mas pela cirurgia e problema que teve nas costas, seria surpreendente vê-lo em campo e com 100% das condições de jogo. Pode ser que o defensive end perca os primeiros jogos, o que seria uma baixa considerável para os Texans.

J.J. Watt é a alma defensiva. Sua presença em campo é sinal de alerta ligado o tempo todo para a offensive line, que precisa pará-lo, tarefa difícil, e ainda sobra espaço para o restante da defesa. Ele é peça chave para os Texans e o seu sucesso defensivo.

Ataque remodelado

BROCK OSWEILER TEXANSNa primeira temporada na NFL, Brock Osweiler conduziu bem o Denver Broncos enquanto Peyton Manning estava lesionado. Quando o camisa 18 voltou, foi para o banco, mas seu desempenho como titular atraiu o interesse dos Texans, que foi buscá-lo assim que o free agency abriu. O contrato foi longo e lucrativo, brigando com Denver, aumentando a responsabilidade do QB em seu novo time, com um novo esquema.

Além de Osweiler, outra peça nova importante para o sistema ofensivo em Houston é o RB Lamar Miller, que vem de um bom ano nos Dolphins e chega com a incumbência de substituir Arian Foster. Quem não saiu e será chave para o funcionamento ofensivo é o WR DeAndre Hopkins, um dos destaques ofensivos de 2015 – agora com o bom apoio de Will Fuller, recebedor escolhido pelos Texans na primeira rodada do Draft 2016.

Favoritismo em 2016

7Campeão da AFC South em 2015, Houston não entra como favorito nas casas de apostas para defender seu título na divisão, pagando 3.10 para vencer novamente, contra 2.20 dos Colts, por exemplo, segundo o Odds Shark. Para ficar com o inédito título da Conferência Americana e representar a AFC no Super Bowl, os Texans estão pagando R$ 23,00 para cada real apostado.

Vai até onde?

Com importantes mexidas no ataque e jogadores adaptando a um novo esquema, será fundamental os Texans terem uma grande atuação da sua defesa para segurar a bronca, principalmente nos primeiros jogos. Este fato de o ataque ter muitas peças novas preocupa e pode ser crucial para o time não conseguir ir bem, e uma deleas é Osweiler, que entra em 2016 com muita desconfiança. Ele ainda não é um QB 100% pronto para a NFL, e isso pesará contra Houston neste ano.

Previsão: Terceiro na AFC South

Ingressos para a temporada 2016 da NFL

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários