Prévia da temporada 2016: Como será o ano do New England Patriots

POJETU PREVIAS patriots

A grande questão do início da temporada regular 2016 na NFL é como o New England Patriots vai se sair sem Tom Brady nos quatro primeiros jogos do ano, punição ainda em virtude do Deflategate. Jimmy Garoppolo jogará os quatro primeiros jogos e terá um calendário chato para defender o time.

Patriots sem Brady

Mais do que o talento, os Pats vão sentir falta da liderança de Brady dentro de campo nos primeiros quatro jogos, principalmente em dois deles: a estreia, contra os Cardinals, depois no último jogo da série, contra os Bills, em Foxborough. Garoppolo teve os quatro jogos da pré-temporada para quebrar um pouco do gelo de ser o quarterback 1, mas como todos sabem, pré-temporada da NFL não adianta para muuuuita coisa.

Brady e o seu visual para 2016

Brady e o seu visual para 2016

Tirando a pressão, Jimmy Garoppolo mostrou ser um bom quarterback e terá a melhor chance da carreira para provar isso. Com Tom Brady tendo completado 39 anos em 2016, os quatro jogos servirão para a comissão técnica avaliar se ele é o cara para seguir o trabalho do camisa 12. Boas peças para isso ele terá, ainda mais com a contratação do TE Martellus Bennett, que vai formar uma dupla monstruosa com Rob Gronkowski, isto sem citar Julian Edelman.

O que pode fazer falta é o jogo terrestre, um dos piores em 2015. Dion Lewis começará a temporada na PUP List e por causa disso está designado para retornar após a semana 6. LeGarrette Blount assume a função de correr com a bola junto com James White e Brandon Bolden.

Linha ofensiva tem que funcionar

No jogo terrestre, apenas dois times foram piores que o New England Patriots em 2015, 30º da NFL no quesito jardas totais – 1404. Na proteção do quarterback, a linha ofensiva também deixou a desejar bastante, com 38 sacks. São dois aspectos que preocupam o torcedor dos Patriots para 2016. Nate Solder e Sebastian Volmer precisarão se manter inteiros para que o conjunto funcione bem e consiga, além de abrir espaço para os running backs, proteger bem Garoppolo e Brady – detalhe que Volmer começará o ano na PUP List.

Jimmy GaroppoloA falta de Chandler Jones

A troca de Chandler Jones e os seus 12,5 sacks para os Cardinals vai deixar um espaço difícil de ser preenchido na linha defensiva. A chegada de Chris Long veio para suprir essa ausência, mas Jones vem em um momento muito melhor da carreira. Com a troca quem assume um papel crucial é Jabaal Sheard, que não teve tanto destaque, mas terminou 2015 com bons números e deve jogar mais snaps em 2016.

Rob Ninkovich, que é um dos líderes do time, está suspenso dos quatro primeiros jogos. Com a linha defensiva se recuperando, os linebackers terão que ser peças perfeitas. Para ajudar nisso, os Patriots contrataram o LB Barkevious Mingo, que nunca se firmou nos Browns.

Favoritismo em 2016

7Ao lado dos Panthers, o New England Patriots é o favorito para o Super Bowl nas casas de apostas, pagando 9.50 em cada real apostado para o time levar mais um anel de campeão do Super Bowl. De acordo com o Odds Shark, para os Pats vencerem AFC East a odd é bem baixa: 1.45. Ou seja, se você apostar R$10 que o time de Tom Brady vencera a divisão, receberá apenas R$14.

Vai até onde?

Salve uma catástrofe nos quatro primeiros jogos, os Patriots são favoritos ao título da divisão – mesmo com Brady fora do início da temporada. Uma campanha 2-2 ou até mesmo 1-3 com Garoppolo deixa o time vivo para reagir e ainda brigar pelo título da divisão, como fez 12 vezes nos últimos 13 anos. Talvez por isso que New England seja favorito, mesmo com o seu principal jogador suspenso nas primeiras quatro partidas.

Previsão: Primeiro lugar na AFC East

banner gronkowski

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários