A-Rod volta a brilhar e lidera vitória tranquila dos Packers sobre os Bears

Não foi uma daquelas atuações mágicas que estamos acostumados a ver do quarterback Aaron Rodgers, mas em alguns momentos foi possível ver lapsos daquele jogador genial que foi duas vezes MVP. O camisa 12 foi o corpo e a alma do Green Bay Packers no Thursday Night Football nesta noite (20), pois o time foi assolado por lesões e estava em campo praticamente sem running backs. O Chicago Bears sabia que os Packers seriam unidimensionais e mesmo assim não conseguiam pará-los – A-Rod lançou 56 passes e completou 39 na tranquila vitória por 26 a 10 no Lambeau Field, em Green Bay. Com a chuva de passes do camisa 12, três WRs dos Packers tiveram pelo menos 10 recepções: Davante Adams, Randall cobb e Ty Mongomery – isso não acontecia desde os Patriots de 1994! O triunfo coloca os Packers vivos na briga dentro da NFC North e afunda os Bears para a lanterna da divisão.

Os Packers voltam a campo no dia 30 de outubro encarando uma pedreira: Aaron Rodgers e companhia viajam a Atlanta para encarar os Falcons às 18h25. Os Bears voltam a campo no dia seguinte, fazem o Monday Night Football contra o Minnesota Vikings no Soldier Field às 22h30.

packers-bears-grande

Poucos pontos no primeiro tempo

Engasgados com a derrota para os Cowboys dias atrás, os Packers voltaram ao mesmo Lambeau Field dispostos a apagar aquela atuação ruim e fazer o ataque finalmente decolar. O time até teve um bom volume de jogo no início, mas, aos poucos, mostrou aquele ritmo letárgico que vem tirando o sono dos Cabeças de Queijo. Aaron Rodgers acertou bons passes e posicionou seu time na red zone nas duas primeiras posse de bola, mas o sonhado touchdown não veio. Na primeira Green Bay teve que se contentar com um field goal curto de Mason Crosby, na segunda o time arriscou, sem sucesso, uma quarta descida na boca da end zone. Que fase horrorosa!

packers-bears-1Os Bears não estavam a última maravilha do mundo, mas conseguia fazer jogo duro em vários momentos. Isso até as coisas se complicarem um pouco mais: o QB Brian Hoyer contundiu o antebraço e deixou o campo – dando lugar ao inexpressivo Matt Barkley, terceiro quarterback do elenco. Chicago teve um único bom drive no primeiro tempo, liderado pelo jogo corrido: Ka’Deem Carey e Jordan Howard posicionaram o kicker Connor Barth para um field goal de 39 jardas que empatou o duelo na metade do segundo período.

Green Bay não conseguia se impor nem com o adversário utilizando o terceiro QB em campo – a defesa continuava passiva e sem forçar nenhum turnover. O ataque também parecia fora de sintonia, parecia que aquela falha na quarta descida havia mexido com o elenco. O time sofria demais com a ausência de running backs no elenco e forçava A-Rod a muitos passes: foram 30 apenas no primeiro tempo! Os Packers voltaram a mostrar algo pouco antes do intervalo – drive de dez jogadas e um field goal de 40 jardas convertido por Crosby, segundo dele, no estouro do cronômetro. Em um Thursday Night Football bem meia boca os Packers foram para os vestiários vencendo por 6 a 3.

A-Rod dita o ritmo e Packers vencem com facilidade

packers-bears-2A segunda etapa começou trágica para o torcedor no Lambeau Field! Aaron Rodgers sofreu um fumble logo no terceiro snap – bem próximo de sua end zone. Belíssima jogada do calouro Leonard Floyd que arrancou a bola das mãos do QB após o sack e ainda recuperou a posse dentro da end zone. Touchdown! Só assim para o time pontuar mesmo, pois o ataque seguia uma lástima com o esforçado Barkley tentando se virar contra a boa defesa dos Packers. Mas se é complicado vencer na NFL com o quarterback reserva, imagine com a terceira opção em campo…

Começou a vir na cabeça dos torcedores de Green Bay dejavus da derrota contra os Cowboys,  mas Aaron Rodgers tratou de acabar com esses pensamentos ruins. No melhor estilo que deu a ele dois prêmios de MVP, o camisa 12 foi encontrando espaços e castigando a secundária dos Bears, mesmo sem um jogo corrido minimamente capaz de ajudá-lo. Foram dois drives de cinco minutos que acabaram do mesmo jeito: passe de Rodgers para touchdown do WR Davante Adams. Foram dois TDs em menos de dez minutos que viraram o jogo em Green Bay!

Os Bears entregaram de vez os pontos após a virada – a defesa parecia cansada e o ataque sofria para conseguir míseros first downs com Matt Barkley no comando do ataque. Os Packers aproveitaram o bom momento para gastar oito minutos de relógio, mesmo com um jogo corrido quase que inexistente, e ainda finalizaram o drive com um touchdown que colocou números finais na partida – passe de A-Rod para Randall Cobb dentro da end zone. A defesa de Green Bay interceptou duas vezes o perdido Barkley e garantiu a importante vitória!

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários