Na prorrogação, Raiders derrotam os Bucs e vencem a sexta partida no ano

A dupla AC/DC, do Oakland Raiders, deu mais um show na temporada. Diante do Tampa Bay Bucaneers, a dueto formado pelo QB Derek Carr e o WR Amari Cooper liderou a equipe da Califónia na vitória por 30 a 24, na prorrogação, fora de casa. Foram 12 conexões, 173 jardas e um touchdown da dupla contra os Bucs, que chegaram a estar vencendo até 1:43 para o fim da partida.

Carr foi o destaque dos Raiders

Carr foi o destaque dos Raiders

Carr terminou o jogo com uma atuação digna de MVP, com 40/59 passes completados para 513 jardas, quatro touchdowns e nenhuma interceptação. Para liderar o time na vitória, o QB teve que superar as 23 faltas cometidas pelo time (um recorde da NFL em uma partida). Do lado dos Buccaneers, o destaque ficou para Jameis Winston, que apersar de ter completado apenas 50% dos passes, teve 180 jardas, dois touchdowns e nenhuma interceptação.

Na próxima semana, Oakland, que tem seis vitórias e duas derrotas, terá pela frente o Denver Broncos, no Sunday Night Football, em Oakland. Já os Bucs voltam a campo na quinta-feira à noite, contra o Atlanta Falcons.

Show do AC/DC em Tampa

O duelo entre Raiders e Buccaneers foi cheio de reviravoltas – como uma boa montanha-russa do Busch Gardens. Depois de dois punts seguidos, o kicker Roberto Aguayo abriu o placar fazendo 3 a 0. Ainda no primeiro quarto, Derek Carr cometeu seu único erro, ao sofrer um fumble após sack de N. Spence. A bola foi recuperada pelos Bucs, que transformaram o turnover em touchdown, em passe de Jameis Winston para Russell Shepard, abrindo 10 a 00. Os Raiders só acordaram no segundo quarto, quando tiraram o zero do placar em field goal de Sebastian Janikowski, na única pontuação do time antes do intervalo: 10 a 03 Tampa.

Amari Cooper teve mais jardas recebidas na partida

Amari Cooper teve mais jardas recebidas na partida

No segundo tempo, Carr começou seu show, e logo na primeira campanha, anotou seu primeiro touchdown da tarde com OT Donald Penn, empatando o jogo. Depois de a defesa forçar um rápido punt, o ataque de Oakland voltou a campo e foi mais uma vez na endzone, agora em conexão para Amari Cooper, fazendo funcionar a dupla AC/DC e virando a partida no Raymond James Stadium.

Na primeira jogada do último quarto, Winston lançou cinco jardas para o TE Cameron Brate na endzone e anotou o touchdown, mas Roberto Aguayo errou o ponto extra e o jogo ficou 17 a 16. No drive seguinte dos Bucs, novo TD, desta feita em corrida de Jacquizz Rodgers. Na conversão de dois pontos, conexão de Winston para Mike Evans, deixando a diferença do jogo em sete pontos, faltando 3:53 para o fim.

Perdendo por 24 a 17, Derek Carr teria que ter um drive perfeito para empatar o jogo. E foi isso que fez. Foram cinco passes completados, nove jogadas e um touchdown para Michael Rivera, empatando a partida em 24 a 24, faltando 1:43.  Tempo insuficiente para os Bucs buscarem algo a mais no jogo e para Janikowski errar um chute de 50 jardas no estouro do relógio. Prorrogação!

No overtime, os Raiders desperdiçaram duas posses de bola avançando bem no campo, mas sem pontuar. Os Bucs, em contrapartida, não conseguiram nenhuma primeira descida. E pagaram o preço. Com Oakland sempre buscando mais a vitória, conseguiu no terceiro drive, em touchdown de 41 jardas de Carr para Seth Roberts, fechando o jogo em 30 a 24.

 

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários