Seahawks e Cardinals ficam no empate em um duelo para entrar na história

Sim, temos um empate em 2016! Não teve touchdown, mas foi um dos melhores piores jogos de todos tempos! Que confronto fizeram Arizona Cardinals e Seattle Seahawks, no University of Phoenix Stadium. Talvez tenha sido a partida mais bizarra da história do Sunday Night Football – o jogo de “prime time” com menos pontos anotados na história. Após um tempo normal empatado em 3 a 3, com amplo domínio defensivo, o embate teve uma das prorrogações mais malucas e surpreendentes: ambos os kickers erraram chutes de menos de 30 jardas. No final o resultado de empate em 6 a 6 fez justiça ao que os times apresentaram e coroou quem ficou acordado para ver esse emocionante desfecho ao vivo. Nós te amamos, NFL!

Os dois times voltam a campo em duelos fora de casa no próximo domingo (30) às 15h: os Cardinals encaram os Panthers em Charlotte e os Seahawks viajam a Louisiana para jogar contra o New Orleans Saints.

cardinals-seahawks-grande

Duelo de duas defesas fantásticas

cardinals-seahawks-1Quando os números do primeiro período mostram cinco first downs (todos dos Cardinals) e seis punts fica claro que se tratava de duas das melhores defesas da liga em campo (Seattle a melhor e Arizona a quarta melhor cedendo jardas). Os ataques nada produziam! Os mandantes até tinham um sucesso mínimo em alguns snaps com Larry Fitzgerald e David Johnson, já os Seahawks sofriam com um jogo corrido inexistente: foram 11 passes e três corridas nos primeiros 14 snaps. Quando parecia que os primeiros pontos sairiam no começo do segundo período, o LB Bobby Wagner bloqueou com muito atleticismo uma tentativa de field goal de Chandler Catanzaro.

Os Cardinals não dominavam ofensivamente, muito longe disso, mas pelo menos conseguiram manter a posse de bola em um drive longo de oito minutos! Palmer acertou alguns passes, o jogo corrido encaixou minimamente e Catanzaro capitalizou o chute de 46 jardas para tirar o 0 a 0 do placar! Arizona ainda teve mais uma campanha aceitável nos dois minutos finais, mas foram para o intervalo apenas vencendo por 3 a 0. O ataque dos Seahawks foi para os vestiários com 32 jardas totais e dois first downs! Assustador para o torcedor da franquia.

Empate dos Seahawks no fim

cardinals-seahawks-2A máxima seguiu no terceiro período: Arizona com um pouco mais de sucesso no tempo de posse, mas sem conseguir transformar controle do relógio em pontos. Do outro lado, um Seattle Seahawks que vinha com a defesa mais e mais cansada, pois o ataque não conseguia minimamente dar um refresco aos defensores! O time de Pete Carroll fechou o terceiro quarto com apenas TRÊS first downs e 78 jardas totais.

Parecia que o ataque de Seattle não anotaria um pontinho sequer – isso só não aconteceu porque o time de especialistas resolveu dar uma forcinha. O calouro Tanner McEvoy deu vida nova aos Seahawks bloqueando um punt de Arizona e proporcionando ao ataque uma excelente posição de campo! No final Seattle chutou exatamente da posição que recuperou a bola – Stephen, ou Steve, Hauschka converteu o field goal de 40 jardas e empatou o duelo em Phoenix – 3 a 3 no deserto! Os Cardinals tiveram mais do dobro de posse de bola e de jardas totais, mas o duelo acabou em prorrogação.

Dois erros bizarros e um empate improvável

cardinals-seahawks-3Os Cardinals ganharam a disputa do cara ou coroa e receberam a primeira posse do tempo extra. Arizona teve um bom drive de nove jogadas e finalizou com um field goal de 45 jardas, obrigando Seattle a pontuar para o jogo não acabar. Os Seahawks mostraram pela primeira vez na partida um bom drive ofensivo  – foram quase mais first downs nessa campanha do que no jogo inteiro! Hauschka colocou a tentativa de 36 jardas dentro do “Y” e voltou a igualar o placar!

Depois desse empate, qualquer pontuação ganharia o jogo. Arizona teve a bola de volta e foi avançando em campo, até de forma surpreendente: foram duas conexões longas que colocaram o time a uma jarda da end zone! O técnico Bruce Arians resolveu ir para o chute mais fácil da história, de 24 jardas, que o kicker Chandler Catanzaro errou! Isso mesmo, você não leu errado! Com os Cardinals ainda em choque, os Seahawks aproveitaram o bom momento e também buscaram um bom drive nos minutos finais – Russell Wilson posicionou seu kicker para um chute de 28 jardas no estouro do cronômetro. Stephen Hauschka foi para a consagração e… errou também! O cronômetro zerou e o duelo mais maluco de todos os tempos terminou empatado em 6 a 6!

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários