Defesa aparece no fim, e Seahawks batem os Bills no CenturyLink Field

Que jogo espetacular foi o Monday Night Football entre Buffalo Bills e Seattle Seahawks – certamente quem ficou acordado até às três da manhã não se decepcionou com o emocionante duelo decidido no último snap. Com o dobro de posse de bola ao longo da partida (40 a 20), os Bills lutaram até o fim e tiveram a chance de anotar o touchdown da vitória nos segundos finais, mas uma das melhores defesas de todos os tempos apareceu na hora certa para brecar Tyrod Taylor e dar a importantíssima vitória aos Seahawks por 31 a 25.

Aparentemente mais saudável, Russell Wilson completou 20 de 26 passes e lançou dois TDs – ambos para Jimmy Graham. O tight end terminou o embate com 103 jardas totais. O triunfo isola ainda mais Seattle dentro da NFC West e embola a disputa pelo segundo lugar na AFC East.

Os Bills estão de bye e folgam na semana 10, já os Seahawks farão um Sunday Night Football de tirar o fôlego contra o New England Patriots, em Foxborough, às 23h30.

seahawks-bills-grande

A promessa de um jogo truncado não se concretizou em Seattle: o jogo teve 45 pontos apenas na primeira etapa! Quem apostou no over de 43 pontos para este duelo já estava comemorando antes do intervalo! Foram dois touchdowns logo de cara, ambos em corridas de quarterbacks! Tyrod Taylor aproveitou a óima posição de campo após um punt bloqueado e precisou de apenas uma jogada para correr três jardas e colocar os primeiros sete pontos no placar. Russell Wilson recebeu a bola de volta e também castigou: impulsionou o drive com uma bomba de 50 jardas para Doug Baldwin e finalizou com um avanço também de três jardas para dentro da end zone.

seahawks-bills-1A partida continuou movimentada no segundo período com mais uma troca de touchdowns. Buffalo seguiu a risca o manual de como jogar fora de casa: gastaram mais de 10 minutos do relógio e finalizaram o bom drive com um passe de cinco jardas para o WR Justin Hunter dentro da end zone. Seattle respondeu na mesma moeda, mas precisou de apenas três minutos para avançar 65 jardas e mais uma vez devolver o touchdown: uma maravilhosa recepção do TE Jimmy Graham dentro da end zone em conexão de 17 jardas de Wilson. 14 a 14 no CenturyLink Field!

Buffalo teve mais controle do relógio na primeira etapa, mas nem por isso anotou mais pontos: Buffalo anotou 17 pontos em 20 minutos de posse e Seattle anotou 27 em apenas 10 minutos com a bola.  Os Bills tiveram outra campanha longa na metade do terceiro período, mas tiveram que se contentar com um field goal curto de Dan Carpenter. Já Seattle foi rápido e mortal: foram dois touchdowns em campanhas de menos de dois minutos! O RB Christine Michael correu para dentro da end zone, Graham anotou outro TD fantástico com recepção em uma das mãos e Seattle foi para os vestiários vencendo por 28 a 17.

 

seahawks-bills-2O ataque dos Bills manteve o domínio no terceiro período – o time teve a bola em 11 minutos de 15 possíveis! A equipe caminhava para o touchdown no começo da segunda etapa até algo bem inusitado acontecer: Tyrod Taylor lançou uma interceptação! Ele estava a 190 passes sem cometer erros – Buffalo chegou na semana 8 como melhor time da liga na história com apenas 4 turnovers. Justiça seja feita, a interceptação de Richard Sherman aconteceu em um erro de comunicação bizarra com seus recebedores. O sonhado touchdown veio no começo do último quarto: drive de sete minutos finalizado com um mergulho de Mike Gillislee para dentro da end zone. Taylor converteu a conversão de dois pontos e colocou o duelo em três pontos de diferença! 28 a 25.

Apático na segunda etapa, o ataque dos Seahawks teve um único bom drive na segunda metade da partida: campanha de quatro minutos que resultou em um field de Stephen Hauschka – colocando a diferença em seis pontos a nove minutos do fim. O time de Buffalo foi guerreiro e buscou o resultado até o final! Taylor comandou um lindo drive nos dois minutos finais e chegou a ficar a seis jardinhas da end zone! Eis que uma das melhores defesas de todos os tempos apareceu na hora exata e garantiu a vitória por 31 a 25 em Seattle!

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários