Em retorno de ponto extra para TD, Broncos derrotam os Saints

Desde que a regra da NFL mudou, poucas vezes vimos um ponto extra ser retornado para touchdown, que dá ao time defensor dois pontos. No duelo entre Denver Broncos e New Orleans Saints, a jogada não só aconteceu, como foi decisiva para decretar a vitória dos Broncos por 25 a 23, no Mercedes-Benz Superdome, em New Orleans.

Os Saints, que tiveram em Willie Snead seu principal nome no jogo, estiveram a um chute de extra point de fazer 24 a 23 e virar o jogo nos segundos finais, mas os Broncos bloquearam a tentativa e retornar para TD, selando a vitória fora de casa. Darian Stewart interceptou Drew Brees duas vezes e ainda recuperou um fumble, sendo o líder da defesa de Denver na partida.

Jogadores dos Broncos comemoram a vitória

Jogadores dos Broncos comemoram a vitória

Na semana 11, os Saints abrem a rodada contra os Panthers, no Thursday Night Football, contra os Panthers, em Charlotte. Já os Broncos folgam e só voltam a campo na semana 12, quando recebem os Chiefs.

Drama até o fim

A defesa dos Broncos começou o jogo como em 2015. E só assim para parar Drew Brees e o ataque de New Orleans no Mercedes-Benz Superdome. Com muita pressão no QB adversário, Denver rápida forçou um punt. E  resposta veio com uma longa campanha, que terminou com um touchdown de Trevor Siemian para o calouro Jordan Taylor – o primeiro da sua carreira.

Stewart foi o melhor em campo

Stewart foi o melhor em campo

Quando os Saints caminhavam para o empate, na primeira boa campanha do time no jogo, Drew Brees tentu conectar Tarvaris Cadet, mas acabou interceptado por Darian Stewart. Na primeira jogada do segundo quarto, nova interceptação do camisa 9 de New Orleans, novamente com a bola ficando com Stewart. Três jogadas depois, Brandon McManus acertou um chute de 50 jardas e abriu 10 a 00 para Denver.

Os Saints só conseguiram tirar o primeiro zero do placar no estouro do relógio. Após interceptação de S. Moore em Siemian, Brees liderou uma rápida campanha, concluída com chute de 30 jardas de Will Lutz.

Sem sucesso no primeiro tempo, o segundo começou com Drew Brees tendo uma campanha sensacional, que contou com passe longo para Brandin Cooks e terminou em conexão com Willie Snead livre na endzone, deixando tudo igual. O jogo virou completamente após Kenny Vaccaro interceptar Trevor Siemian mais uma vez, deixando os Saints já no campo de ataque. Um prato cheio para Brees buscar a virada, que veio em mais um passe para Snead, fazendo 17 a 10.

Saints ficaram na bronca pelo retorno

Saints ficaram na bronca pelo retorno

A vantagem dos Saints durou apenas até o início do último quarto, quando os Broncos aproveitaram mais um turnover para empatar a partida. Michael Thomas sofreu um fumble após recepção, que foi recuperado por Denver no meio do campo. Ai bastaram sete jogadas para Siemian jogar a bola para o alto e Demaryius Thomas fazer a recepção, deixando o placar 17 a 17.

Faltando menos de quatro minutos, os Broncos conseguiram chegar até a redzone, mas foram parados pela defesa de New Orleans e anotaram apenas um field goal de 28 jarda com McManus, deixando Denver em vantagem de 20 a 17, faltando 3:23. Na segunda jogada da campanha dos Saints para tentar o empate ou a virada, Michael Thomas sofreu o segundo fumble do jogo, novamente recuperado pelos visitantes e que virou mais um FG.

Perdendo por seis pontos, os Saints foram para o tudo ou nada. Na hora “H”, o melhor recebedor do time, Bradin Cooks, apareceu duas vezes, uma delas para anotar o touchdown do empate, após passe de Brees de 32 jardas. A torcida já fazia a festa da virada no placar após o ponto extra de Wil Lutz, mas os Broncos mostraram porque são uma grande defesa. Só que Justin Simmons bloqueou o chute da virada, e Will Parks retornou até a endzone, anotando dois pontos e deixando o placar em 25 a 23. No retorno, o calouro de Denver encostou na linha lateral, mas os árbitros validaram o lance, confirmando a vitória para os Broncos.

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários