Com kicker impecável, Steelers derrotam os Chiefs e vão pegar os Patriots

Para o Pittsburgh Steelers, agora falta apenas um passo até o Super Bowl 51. Isto porque o time de Big Ben, Bell e Brown derrotou o Kansas City Chiefs por 18 a 16, no Arrowhead Stadium, e se classificou para a decisão da Conferência Americana. Apesar do trio BBB ser o destaque, a vaga foi conseguida por meio dos pés do kicker Chris Boswell – um herói improvável no Divisional Round.

Boswell foi decisivo

Foi nos chutes de Chris Boswell que os Steelers conseguiram a vitória. Tendo muitas dificuldades para passar pela defesa dos Chiefs no campo de ataque, o kicker foi crucial. Boswell acertou todos os seis field goals tentados (22, 38, 36, 45, 43 e 43) e quebrou o recorde de FGs acertados em um jogo de pós-temporada. Le’Veon Bell passou das 160 jardas e Antonio Brown recebeu 101 jardas, mas não anotaram touchdown. Do lado dos Chiefs, Tyreek Hill foi figurada apagada, terminando com 60 jardas totais, entre corridas, recepções e retornos.

Agora o desafio dos Steelers é em Foxborough. No domingo que vem, às 21h40 (de Brasília), contra o New England Patriots. Um duelo de gigantes, com camisas muito pesadas na briga por um lugar no Super Bowl 51.

Field goals decidem para os Steelers

Embalado pelo final alucinante do duelo entre Packers e Cowboys, a última partida do Divisional Round começou frenética. Logo na primeira campanha, um longo drive dos Steelers, que chegou até a redzone, mas terminou em um field goal de 22 jardas de Chris Boswell. A resposta dos Chiefs foi imediata e fulminante. Foram apenas seis jardas e 55 jardas até Adrian Wilson receber passe de Alex Smith na endzone e fazer 7 a 3, explodindo o Arrowhead Stadium. Ainda no primeiro quarto, Pittsburgh conseguiu chegar novamente a 20 jardas do toucdown, mas se contentou com mais um FG de Boswell.

Defesa dos Chiefs deu muito trabalho

O segundo período seguiu da mesma maneira que o primeiro para Pittsburgh. Com Le’Veon Bell liderando o time, a equipe visitante percorria bem o campo, mas chegava no fim e só saia com um FG. Foi assim no primeiro drive do quarto, abrindo 09 a 07. O placar até poderia ter sido maior, caso o time aproveitasse a interceptação de Alex Smith, após Bud Dupree desviar o passe e Ryan Shazier interceptar. No entanto, Ben Roethlisberger retribuiu o fazer logo na sequência, que já estava na redzone. Antes do fim do primeiro tempo, Chris Boswell acertou mais um FG e deixou o placar em 12 a 07.

As defesas voltaram do intervalo ainda mais agressivas e consistentes. A dos Chiefs seguia evitando os Steelers perto da redzone, e Chris Boswell acertou seu quinto field goal no jogo – igualando a melhor marca de um kicker em playoffs. Com 15 a 07, os donos da casa precisavam reagir, e a reação começou com o punter Dustin Colquitt mandando um punt na linha de três jardas. Pittsburgh não conseguiu avançar, e o time da casa, com boa posição de campo, conseguiu um FG com o kicker brasileiro Cairo Santos, fazendo 15 a 10.

A quebra do recorde de Boswell veio no quarto período. Após novo drive – MAIS UM – dos Steelers com Bell correndo bem e o time não conseguindo vencer a defesa adversária no campo de ataque, o kicker acertou um chute de 43 jardas e colocou Pittsburgh com 18 a 10 de vantagem, faltando 09:53 no relógio.

Para não dar adeus a temporada, Kansas City precisaria de um touchdown e uma conversão de dois pontos. Equilibrando corridas e passes curtos, Alex Smith conduziu uma campanha brilhante até a endzone, convertendo duas quartas descidas até Spencer Ware correr duas jardas e anotar os seis pontos. Faltava a conversão, conseguida em passe de Smith para Harris, mas uma segurada anulou a jogada. Na segunda chance, os Chiefs não conseguiram a conversão e o placar ficou em 18 a 16 para Pittsburgh, faltando 2:42 para o fim.

Os Chiefs não arriscaram um onside kick e apostaram na defesa, mas Antonio Brown foi mais rápido que Justin Houston em uma rota cruzada e assegurou a primeira descida já dentro do Two Minute Warning, garantindo também a vitória e a classificação para enfrentar os Patriots em um lugar no Super Bowl 51.

Comentários