Para onde vai o WR Jeremy Maclin? Listamos os principais candidatos

Quando parecia que não haveria mais movimentações que agitariam o mercado da NFL na intertemporada, eis que o Kansas City Chiefs, de forma surpreendente, anuncia a dispensa do veterano Jeremy Maclin. Um dos bons wide receivers da liga, o camisa 18 ainda está com 29 anos e cairia muito bem para várias equipes que seguem com problemas no corpo de recebedores.

A principal razão do corte, ao que parece, foi financeira: os Chiefs vão economizar cerca de 10 milhões de dólares na folha salarial para 2017. Certamente a franquia considerou um valor caro demais para um atleta que não foi tão bem em 2016: 44 recepções, 536 jardas e dois TDs em 12 jogos disputados – apenas o 4º melhor recebedor do time em 2016. Desempenho muito abaixo das 87 recepções, 1.080 jardas e oito touchdowns de seu primeiro ano nos Chiefs em 2015.

Maclin teve seu ápice em 2014 – naquele ataque fortíssimo dos Eagles ao lado de LeSean McCoy e DeSean Jackson com 1.318 jardas e 10 TDs. Um possível retorno ao time que o escolheu no Draft e que ele atuou nos cinco primeiros anos da carreira foi praticamente descartado pelo técnico das Águias – Doug Pederson. Gostaria do camisa 18 no seu time? Então veja se ele está na lista dos possíveis candidatos listados pelas casas de aposta:

Faz total sentido ver Maclin desembarcando em Baltimore: um time que sempre contrata WRs experientes, que ainda está a procura de um WR1 que seja confiável após a aposentadoria de Steve Smith e com um QB capaz de explorar os pontos fortes do camisa 18. Mike Wallace e Beshad Perriman ainda não vingaram e o time ainda dispensou recentemente o TE Denis Pitta após mais uma lesão no quadril. O único empecilho que pode surgir é financeiro, pois Baltimore anda com o “Salary Cap” bem apertado.

Apesar de Maclin ter visitado os Ravens e ter saído de lá sem um contrato na última quinta-feira (8), o time segue sendo o principal favorito para contar com o jogador no elenco. Tanto que os odds do Oddsshark.com/br mostram que se você investir no camisa 18 acertando com Baltimore fatura ‘apenas’ R$2,75 a cada real – valor pequeno se comparado a outros times na disputa.

O Chicago Bears é outra equipe que viu seu principal wide receiver ir embora e conta com um grupo de recebedores até promissores, mas extremamente inexperientes: Cameron Meredith, Kevin White e Markus Wheaton. Independente de quem for o QB, seja Mike Glennon ou o calouro Mitch Trubisky, um alvo confiável e ‘rodado’ na NFL será fundamental para o funcionamento do ataque. A franquia de Chicago é a segunda favorita a contar com Maclin – se ele desembarcar na cidade dos ventos você pode faturar R$4,50 a cada real segundo o Oddsshark.com/br.

Maclin é muito amigo do RB LeSean McCoy da época dos Eagles… Será a reedição da dupla em Buffalo? O time já fez uma proposta ao jogador e seria um grande reforço para uma equipe que também sofre para dar alvos confiáveis para Tyrod Taylor. Seria uma boa dupla com Sammy Watkins – que ainda não conseguiu mostrar todo seu talento por conta de contusões. Além do mais, o Buffalo Bills é o time dessa lista com mais ‘bala na agulha’ para contratar o jogador em termos de espaço na folha salarial. Se o camisa 18 assinar com os Bills você recebe R$5,00 a cada real!

Há muito, mas muito tempo os Rams estão atrás de um WR1 capaz de dar estabilidade ao corpo de recebedores. Sam Bradford chegou, Sam Bradford saiu, Jared Goff assumiu o posto no ano passado e ainda nada de wide receiver. Jeremy Maclin cairia como uma luva nesse contexto, mas, pelo menos por enquanto, parece ser uma sondagem mais remota. Seria um jogador importante para ajudar a levantar novamente uma franquia fragilizada na casa nova. Caso Maclin assine com os Rams vai ter muito torcedor comemorando! Os odds do Oddsshark.com/br mostram que um vínculo do WR com o time de Los Angeles rende R$10 a cada real nas casas de aposta. Será?

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários