Prévia da temporada 2017: Como será o ano do Cleveland Browns

Segue a reconstrução

Com dez escolhas no último Draft, o Cleveland Browns segue seu processo de reconstrução nesta temporada, mas com mais força do que em 2016 e um time mais jovem. Os resultados dessa transformação na equipe que vem sendo mais chacota da NFL nos últimos anos ainda não dará resultado em 2017, mas já será possível notar uma grande evolução na franquia, que buscará o sucesso grande em 2018 e 2019.

Brock Osweiler?

DeShone Kizer deve ser o QB titular dos Browns

No meio do Draft, os Texans trocaram o QB Brock Osweiler com os Browns e mais algumas escolhas, mas não deverá ser o experiente quarterback o titular no início da temporada. Escolha do time na segunda rodada, DeShone Kizer tem um braço muito melhor do que QB que ganhou um contrato de 72 milhões em Houston. E ainda tem Cody Kessler, que começou nove jogos na temporada passada para a disputa de um lugar na equipe principal de Hue Jackson.

No entanto, além do braço não muito bom dos quarterbacks, os Browns terão bastante dificuldades com os recebedores. De um lado do campo o QB terá Corey Coleman, que conseguiu apenas três touchdowns no seu primeiro ano na NFL, em 2016, após sofrer uma lesão na mão. Do outro lado estará o experiente Kenny Britt, que está longe de ser um grande diferencial. Como aposta para substituir Gary Barnidge, dispensado por Cleveland, o time buscou o TE David Njoku na primeira escolha do Draft.

O jogo terrestre também é um problema, com Isaiah Crowell e Duke Johnson, mas as adições de Kevin Zeitler (ex-Bengals) e JC Tretter (ex-Packers) darão mais força para a linha ofensiva e, consequentemente, para o jogo terrestre funcionar.

Esperança é Myles Garrett

Myles Garrett é a grande atração defensiva em Cleveland

Um dos motivos da campanha 1-15 na temporada passada é a fraca defesa dos Browns, que teve uma das piores médias entre as 32 equipes em pontos e jardas. Com um trabalho ruim da linha defensiva, que conseguiu apenas 26 sacks e forçou só 13 turnovers, a expectativa de melhora está em Myles Garrett – primeira escolha geral do último Draft. Com uma força incrível, o pass-rush de Cleveland deverá ter uma grande melhora com ele, e automaticamente a defesa.

Um dos melhores defensive backs da NFL, Joe Haden teve três interceptações e 11 passes desviados em 2016. Com potencial de ser o melhor CB da Liga, uma boa temporada de Haden libera os linebackers e safeties dos Browns de acompanhar o seu lado, melhorando consideravelmente a defesa – entre eles Jabrill Peppers, outra escolha de primeira rodada do time. Como o coordenador defensivo Gregg Williams montará a defesa é a grande chave para o time sofrer menos pontos e ter mais chances de vencer.

Favoritismo em 2017

Nem o mais otimista torcedor do Cleveland Browns acredita que o time possa ao menos vencer a AFC North, tanto que o time é o grande azarão nas casas de apostas. Segundo dados do Oddsshark.com, a chance do time conquistar a divisão é de uma em cada 34 vezes. Um investimento de R$10 que a equipe possa vencer Steelers, Ravens e Bengals dá um retorno de R$340.

Vai até onde?

A expectativa não é grande para o 2017 dos Browns, mas que o time terá mais vitórias do que em 2016, isso é um fato certo. Ganhar posições dentro da divisão ainda não deve acontecer, mas com o grande número de lesões nos Ravens, uma campanha muito otimista pode colocar o time a frente de Baltimore com alguma sorte. Como foi dito, o projeto é para as próximas temporadas, mas um pouco de sucesso nessa não espanta ninguém.

Previsão: 4º da AFC North

 

 
Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários