Olho na regra: a explicação para o fim de jogo polêmico entre Falcons e Lions

Antes de mais nada, este é o lance que trataremos nas próximas linhas.

O jogo entre Detroit Lions e Atlanta Falcons foi decidido por uma marcação bastante polêmica da arbitragem. Faltando 12 segundos parao fim do jogo, os Lions tinham uma terceira para uma jarda na linha de uma jarda, na beira da endzone. Matthew Stafford lançou para Golden Tate, que recebeu o passe já mergulhando e esticando a mão para cruzar o plano de goal. Touchdown e vitória para Detroit, explodindo a torcida. No entanto, após reverem a jogada, os árbitros anularam o touchdown e terminaram o jogo, gerando a ira dos torcedores. Atlanta venceu por 30 a 26.

A mudança na jogada veio do escritório da NFL, em Nova York, após revisão dos replays da jogada. O árbitro do jogo, Walt Coleman, disse após a discussão do lance que Golden Tate foi tocado por um jogador dos Falcons, resultando no fim da jogada onde ocorreu o toque, na linha de meia jarda. Como restavam oito segundos quando o lance acabou e o cronometro estava correndo quando foi parado, foi retirado dez segundos do tempo de jogo, encerrando a partida e dando vitória ao time de Atlanta.

O que diz a regra?

Se um lance termina com o relógio correndo e precisa de revisão ou atendimento médico, o time atacante perde um tempo ou dez segundos do relógio. Isto é para que o ataque não seja beneficiado enquanto o jogo está parado e possa organizar alguma jogada.

Caso Detroit tivesse algum tempo para pedir, teria a chance de uma quarta para meia jarda faltando oito segundos, que foi quando terminou o lance anterior. Como não tinha tempo para pedir, já esgotando os três timeouts em campanhas anteriores, perdeu dez segundos do tempo. Como só restavam oito segundos, a partida acabou. A regra foi aplicada corretamente pelos árbitros.

Golden Tate não cruzou o plano de goal antes de ser encostado por um jogador dos Falcons

A reclamação dos Lions

A grande reclamação em Detroit veio da não marcação do touchdown após a revisão. No primeiro momento, os árbitros deram o TD para os donos da casa, que virariam o jogo sobre os Falcons. Após a análise do lance, voltaram atrás e anularam a jogada. A alegação da arbitragem para reverter a marcação inicial é de que Golden Tate foi tocado por um jogador de Atlanta antes de cruzar o plano de goal, caracterizando o touchdown.

Acerto da arbitragem

Vendo os replays, o camisa 34 dos Falcons, Brian Poole, encosta no recebedor dos Lions antes da bola cruzar a linha do touchdown, caracterizando o down by contact e anulando a jogada. Para reverter um lance, os árbitros do jogo tem que ter 100% de certeza. Este foi o principal questionamento em Detroit. Na imagem acima a bola ainda não cruzou o plano de goal, mas o toque do jogador dos Falcons foi antes deste momento, caracterizando o fim da jogada.

Rivalo Apostas Esportivas

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários