Que jogão! Broncos brecam reação dos Chargers com FG bloqueado no fim

Nem mudando de nome o Los Angeles Chargers consegue se livrar da ‘zica’ gigantesca que ronda essa franquia! Mais uma vez o time sofreu uma derrota dolorida nos segundos finais. Inacreditável. Assim como em vários jogos no ano passado, os Chargers ‘jogaram como nunca e perderam como sempre’. A equipe da Califórnia estava 17 pontos atrás do Denver Broncos e esboçou uma reação épica no último período, mas, para alegria do torcedor presente em Mile High, o time da casa bloqueou um field goal que empataria o duelo no último segundo de partida. Que jogaço no Sports Authority Field! No final deu Denver: vitória por 24 a 21 no segundo jogo da rodada dupla do Monday Night Football.

É oficial: a NFL voltou com tudo, amigos! Quem resistiu bravamente e não foi dormir viu um excelente jogo decidido no último lance. Apesar do revés, vale o destaque para a franquia agora em Los Angeles: a defesa forçou dois turnovers no último quarto e deu a Philip Rivers os drives para ser decisivo. Apesar das críticas, ele ainda é um dos melhores QBs da liga. Do outro lado, ficou aquele gostinho amargo de uma atuação muito consistente nos três primeiros períodos  e o famoso ‘apagão’ no último – tanto do ataque como da defesa. No fim das contas, os Broncos conseguiram uma vitória importantíssima dentro da feroz AFC West.

 

Broncos saem na frente em Mile High

O time da casa teve uma atuação bem consistente na primeira etapa: o ataque conseguiu controlar a posse de bola e a defesa deu poucas chances para Philip Rivers jogar o que sabe. Os Broncos abriram o placar após uma campanha bem sólida de mais de seis minutos: CJ Anderson estabeleceu o jogo terrestre e Trevor Siemian tirou o zero do marcador com uma conexão de cinco jardas para o touchdown de Bennie Fowler. Los Angeles respondeu ainda no 1º quarto com a força do RB Melvin Gordon – ele carregou a bola em seis oportunidades e ainda recebeu um passe de 11 jardas de Rivers para anotar o TD que empatou a partida nas montanhas de Denver.

Parecia que o touchdown incendiaria o ataque de Los Angeles, mas a defesa laranja apareceu muito bem fechando os espaços na secundária. Do outro lado, Siemian mostrou o porquê de ter sido escolhido o QB titular com uma campanha bem dominante no meio do segundo quarto: carregou o ataque com bons passes e finalizou o drive com uma corrida corajosa para dentro da end zone. Explosão de alegria em Mile High! O Denver Broncos foi para os vestiários vencendo por 14 a 7 no Sports Authority Field.

 

Reação dos Chargers e final eletrizante

O ataque dos Broncos voltou para o segundo tempo com a mesma intensidade do final da primeira etapa. Trevor Siemian mostrava uma boa presença no pocket e uma mobilidade que não se via no ano passado – foram vários first downs conseguidos com as pernas. O jovem QB foi o principal responsável por mais dez pontos dos Broncos: lançou mais um passe para o touchdown de Fowler, segundo dele no jogo, e posicionou o kicker Brandon McMannus para um chute automático de 20 jardas.

Tudo parecia se encaminhar para uma tranquila vitória por 24 a 7, eis que os turnovers começaram a aparecer. É incrível como uma roubada de bola mexe totalmente no psicológico das duas equipes! O famoso ‘momentum’ da partida mudou totalmente após o safety Adrian Phillips interceptar o passe de Trevor Siemian. Foi o início de uma belíssima reação dos Chargers! Philip Rivers não perdoou e precisou de seis jogadas para capitalizar o turnover com um passe de cinco jardas para Keenan Allen dentro da end zone.

A partir daí o feroz pass-rush de Los Angeles se encheu de moral e resolveu aparecer – louco para roubar mais uma bola. Não demorou para a defesa forçar um fumble no experiente Jamaal Charles e mais uma vez dar a Rivers uma posição muito favorável para castigar. O QB transformou a roubada de bola em pontos já na primeira jogada: linda conexão de 38 jardas com Travis Benjamin no lado esquerdo da end zone.

Los Angeles ainda teve mais uma posse de bola e jogou com inteligência para, pelo menos, chutar um fileld goal que empataria a partida. Rivers posicionou o calouro Younghoe Koo para um chute de 44 jardas no último lance da partida. Primeiro chute da vida do sul-coreano já foi decisivo! Ele até acertou o primeiro chute, mas a comissão técnica de Denver havia pedido tempo para ‘congelar’ o novato. Koo chutou novamente uma bola com direção, mas sem muita altura! Acreditem se quiser, o grandalhão Shelby Harris conseguiu desviar o chute com a mão direita e a bola foi passou a esquerda do “Y”. Mais uma derrota dolorida para os Chargers e uma explosão de felicidade em Mile High!

Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo (17): Os Chargers fazem o primeiro jogo em Los Angeles de sua história contra o Miami Dolphins às 17h05, já os Broncos recebem o perigoso Dallas Cowboys em Mile High às 17h25.

Comentários