Com final de jogo épico, Carr dá a vitória aos Raiders contra os Chiefs

Amigos, isso é a NFL! Se você foi dormir mais cedo e não esperou o excelente duelo entre Kansas Chiefs e Oakland Raiders acabar… azar o seu. Que jogo! Que final! Que homem! O nome dele é Derek Carr. Em possivelmente o final de partida mais maluco de todos os tempos, o QB dos Raiders conseguiu manter a calma e, mesmo após dois TDs anulados segundos antes pela arbitragem,  foi capaz de lançar um touchdown com o cronômetro zerado e dar ao torcedor de Oakland uma importantíssima vitória dentro da AFC West. O pulso ainda pulsa na Califórnia! Triunfo épico por 31 a 30 no Thursday Night Football desta quinta-feira no Coliseum.

Não que os Chiefs tenham jogado mal – muito pelo contrário. A gana e a força desses dois times, batalhando até o último suspiro, é o que deixará esse jogo cravado na imortalidade. Eletrizante! Dentre os vários e vários destaques, não tem como não ressaltar o trabalho dos dois quarterbacks. Como dito acima, Carr foi um monstro sagrado e acabou o duelo com 410 jardas e três touchdowns! Do outro lado, Alex Smith não ficou atrás: 342 jardas e três TDs. O triunfo leva os Raiders a 3-4 e mantém a chama de playoffs acesa! Já Kansas City segue estacionado em 5-2. Essa briga promete até o fim!

 

Primeiro quarto de tirar o fôlego

Que começo de jogo espetacular, amigos! Foi um show ofensivo das duas equipes – 24 pontos somando as duas equipes no primeiro quarto de partida. Tanto Derek Carr como Alex Smith soltaram o braço e encontraram seus recebedores no Coliseum! O QB de Oakland fez a torcida explodir com dois passes para touchdown nos primeiros minutos – ambos para Amari Cooper. Bem-vindo a temporada 2017, amigo! Smith não deixou por menos… Apesar de ter mais jardas totais, foram ‘apenas’ dez pontos: um lindo passe para o TD de Travis Kelce na end zone e um field goal de 53 jardas convertido por Harrison Butker. 14 a 10 Raiders no fim do primeiro quarto!

O primeiro punt veio apenas próximo do intervalo! Depois de um início equilibrado, o segundo quarto foi totalmente favorável aos visitantes! Mesmo sem o apoio do bom jogo terrestre, Alex Smith seguia encontrando bons espaços na secundária e arquitetou mais dez pontos antes do intervalo: uma maravilhosa conexão de 64 jardas para o TD do explosivo Tyreek Hill e mais um field goal de Butker – esse de 39 jardas.

Já do lado dos Raiders, as coisas não iam tão bem assim. Não só o time saiu do quarto zerado, como Giorgio Tavecchio errou os dois field goals tentados e a equipe teve um jogador expulso! E que jogador… Apesar de não viver o melhor momento da carreira, Marshawn Lynch conseguiu ser ejetado da partida – após um empurrão em um árbitro em um momento de confusão. Não pode, Beast! Com superioridade, os Chiefs foram para os vestiários vencendo por 20 a 14.

 

Chiefs administram a vantagem

Pressionado pelo seu torcedor, os Raiders voltaram com outra atitude no segundo tempo e trataram de virar o jogo logo na primeira campanha: Carr levou o drive nas costas e o RB DeAdre Washington finalizou com um avanço curto até a end zone. Raiders na frente! Mas não por muito tempo. Em duas campanhas longas, Alex Smith soube administrar o relógio e finalizou os drives com pontos. Após mais uma conexão explosiva, contando um pouco com a sorte, Albert Wilson anotou o touchdown e voltou a colocar Kansas City na liderança. Butker converteu o terceiro field goal na noite e aumentou a vantagem para duas posses de bola no fim do último período.

Jogo perdido? Não quando o seu quarterback é Derek Carr. O que o camisa 4 fez no último quarto foi algo digno de Hall da Fama! Após liderar uma campanha de field goal, Carr recebeu a bola de volta com 2:25 no cronômetro e seis pontos atrás no marcador. Talvez esse drive final tenha sido o mais importante da carreira do QB.

O final de jogo mais maluco de todos os tempos

Que final de jogo, amigos! Faltam palavras para descrever! Com poucos segundos no relógio, Carr lançou um touchdown para Jared Cook, mas, após a revisão, a marcação foi anulada, pois ele não entrou na end zone. Lá foi Carr para a segunda tentativa e… touchdown! Também não dessa vez, pois Michael Crabtree cometeu uma interferência de ataque na hora de agarrar a bola. Anticlímax total no Coliseum, pois Oakland teria que marcar um touchdown com três segundos no cronômetro partindo da linha de 10 jardas.

Carr lançou muito alto na end zone e Cook não conseguiu agarrar. Final de partida no Coliseum! Só que não. O safety Ron Parker cometeu um holding! Como o jogo não pode acabar com falta, lá foi Derek Carr para mais uma tentativa com o cronômetro já zerado. O roteiro foi exatamente o mesmo: outro passe incompleto e outro holding! Esse jogo não acaba nunca! Acabou – e com o TD mais épico da carreira do camisa 4: Carr achou Crabtree no cantinho da end zone e sacramentou um dos maiores jogos de todos os tempos! Por isso que nós amamos a NFL!

Próximos jogos

Os Raiders voltam a campo no dia 29 de outubro – quando viajam a Buffalo para encarar os Bills às 15h. Do dia seguinte, os Chiefs recebem os Broncos para um Monday Night Football que promete às 22h30.

Comentários