Com TD duvidoso, Seahawks batem Giants de virada no MetLife Stadium

Voltando da bye week, o Seattle Seahawks foi a Nova York e precisou de uma virada para vencer o New York Giants e alcançar o quarto triunfo nesta temporada. Depois de sair atrás com um touchdown a partir de um fumble, ainda no segundo quarto, os visitantes se recuperaram e venceram por 24 a 7 no MetLife Stadium. No entanto, o segundo TD da partida, que abriu 10 pontos de diferença no placar, foi para lá de duvidoso e gerou revolta entre os torcedores do time da casa.

Em um jogo onde o ponto fraco das duas equipes está na linha ofensiva, a capacidade e improvisação dos quarterbacks poderia ser a chave para a vitória. Neste quesito, melhor para Russell Wilson. Com 27 passes completos de 39 tentados, o QB de Seattle lançou 334 jardas, anotou três TDs e carregou o time ao triunfo. Do outro lado, Eli Manning não teve um desempenho a altura. Ele tentou o mesmo número de passes, mas conectou apenas 19 para 134 jardas e um touchdown.

Com a vitória, os Seahawks melhoram sua campanha para 4-2 e aparecem na segunda colocação da NFC West – com um jogo a menos do que o líder, Los Angeles Rams. Os Giants seguem em uma campanha para ser apagada da história da franquia. A derrota foi a sexta da equipe – que tem apenas um triunfo na temporada e está na lanterna da NFC East.

O Seattle Seahawks venceu o New York Giants por 24 a 7 no MetLife Stadium

Seattle fica a uma jarda da endzone e não marca, Giants castigam na sequência

Russell Wilson anotou três touchdowns na vitória dos Seahawks

As primeiras campanhas das equipes não foram promissoras e rapidamente terminaram em punts. Mas, logo depois, Seattle iniciou um drive consistente que não poderia terminar de outra forma que não fosse dentro da end zone. Isso, se não fosse a incompetência ofensiva dos Seahawks. Já dentro das últimas 10 jardas do campo, o ataque liderado por Russell Wilson, por conta de faltas da defesa do Giants, teve 10 descidas para anotar um TD, mas não conseguiu invadir o plano de gol e saiu do gramado sem pontuar – Seattle optou por tentar a quarta descida, ao invés de chutar um field goal.

Se os Seahawks vacilaram, os Giants não. Logo no início do segundo quarto, os donos da casa forçaram um fumble de Thomas Rawls – que Landon Collins  retornou  até a linha de 17 do campo de ataque e deixou Eli Manning confortável para abrir o marcador. Não demorou muito para que o quarterback encontrasse Evan Engram na end zone e colocasse os Giants na frente.

Antes do fim do primeiro tempo, porém, os Seahawks conseguiram mais uma boa campanha até Blair Walsh converter um field goal e descontar a desvantagem para os donos casa.

Seahawks dominam e garantem vitória com lance polêmico

Na volta para o terceiro quarto, os visitantes se apresentaram melhor em campo e não demoraram para virar a partida. Começando em uma ótima posição de campo, depois de um drive mal sucedido dos Giants, o ataque comandado por Russell Wilson caminhou rapidamente até o plano de gol, onde o QB encontrou Doug Baldwin e colocou os Seahawks em vantagem.

Eli Manning sofreu um sack e cedeu um fumble no quarto período do jogo

O lance crucial da partida viria na pontuação seguinte, após a defesa de Seattle forçar um fumble de Eli Manning, e Frank Clark recuperar o turnover. Na jogada seguinte, Russell Wilson tentou um toss para J. D. McKissic, mas o corredor devolveu a bola para ele. O QB então buscou uma conexão com Paul Richardson dentro da end zone. Marcado por Collins, o recebedor pulou e brigou com o defensor pela bola até depois dos dois caírem no chão. Mesmo com a visão coberta, a arbitragem entendeu que Richardson conseguiu a recepção e assinalou TD para Seattle.

A marcação foi bem duvidosa, já que, na revisão, as câmeras não conseguiram precisar se houve recepção de Paul Richardson, dos Hawks, ou interceptação por parte do atleta dos Giants. Assim, acabou prevalecendo a marcação de campo e os visitantes abriram 10 de vantagem.

Tudo isso aconteceu já no último período de jogo, mesmo assim New York não passou de um three-and-out na sequência e logo colocou o ataque dos Seahawks no campo de novo. Desta vez, com um drive de quase seis minutos, Russell Wilson encontrou Jimmy Graham na end zone e decretou a vitória dos visitantes no MetLife Stadium.

Próximos jogos

Seattle recebe o Houston Texans no CeuturyLink Field, às 18h05 do próximo domingo. O New York Giants estará em bye e não atuará na rodada.

Comentários