Variação, velocidade e erro zero: os segredos dos Chiefs na temporada 2017

A semana 6 da temporada regular 2017 começará com apenas uma equipe ainda invicta: o Kansas City Chiefs. Mais do que ser o único time que ainda não perdeu, os Chiefs vem mostrando um football bem legal de ver, que justifica chegar nesta fase da temporada como o líder da maioria dos Power Rankings e mostrando força para ir bem longe em 2017.

Para o sucesso, a equipe comandada por Andy Reid vem mostrando uma defesa bastante equilibrada, que não é tão espetacular quanto em anos anteriores, mas não cede muitos pontos (média de 22 por partida em 2017). No entanto, é o ataque que vem se destacando e chamando atenção. Com muita variedade de jogada e formações, os Chiefs usam e abusam da agilidade e velocidade de seus jogadores. Com o jogo terrestre fluindo bem, Alex Smith não precisa se forçar muito e, sendo assim, diminuem os erros.

Kansas City é o único invicto nesta temporada

Por isso, listamos três principais qualidades que fazem de Kansas City a única equipe invicta neste ano:

Erro Zero

Tyreek Hill sempre mostra muita velocidade

Os Chiefs cometeram apenas um turnover na temporada inteira. Ele aconteceu na primeira jogada ofensiva da equipe na temporada, em um fumble de Kareem Hunt, que nunca havia sofrido um fumble no College e soltou a bola na sua estreia, contra os Patriots. De lá para cá são 323 jogadas sem um turnover sequer. O time só fica atrás dos Saints, que ainda não entregaram a bola para o adversário nenhuma vez.

Sem erros, o time consegue evoluir pelo campo com mais frequência e por isso acaba anotando mais pontos. Dos 53 drives ofensivos do time em 2017, 52,8% acabaram com os Chiefs pontuando, seja com field goal ou touchdown. Kansas City é a equipe com maior média de pontos por jogo, a que mais marcou touchdowns e a segunda em jardas por partida.

No saldo de turnovers, o time tem +6 e é o quarto lugar em 2017, atrás de Jaguars, Bills e Lions, cujas defesas forçam mais turnovers que a dos Chiefs.

 

Variação

Para não ser um time fácil de ser marcado, as variações ofensivas são fundamentais. E os Chiefs fazem isso muito bem, principalmente usando seus tight ends, que recebem passes e são fundamentais na proteção para corrida. Kansas City é a quarta equipe que mais usa formações com dois TEs e a 12ª que mais usa três TEs. Foram 81 jogadas com dois TEs e 19 com três, e elas costumam dar certo, como no vídeo abaixo.

Travis Kelce vem sendo ótimo recebendo passes e é o alvo principal de Alex Smith, merecendo sempre atenção especial das defesas. Quando está sozinho em campo, normalmente vem uma jogada de passe. No entanto, não dá para cravar, já que os Chiefs usam bastante a velocidade de Tyreek Hill para jogadas de End Around, quando o wide receiver cruza o campo em velocidade e pega a bola para uma jogada corrida.

Quando tem três tight ends em campo, o time corre uma média de 11,83 jardas por tentativa, número extremamente alto. E usando muito o jogo terrestre, as defesas cansam, e ai entra o terceiro fator.

Velocidade

Os Chiefs tem a quarta melhor média de duração das campanhas, com 3:07 de média. Com o ataque em campo por bastante tempo, as defesas cansam mais rapidamente, e ai entra a agilidade e a velocidade de TYreek Hill e Kareem Hunt – dois dos jogadores mais rápidos da NFL e que conseguem não só correr bem, mas também receber passes.

 

Kareem Hunt vem se destacado pelo desempenho no segundo tempo dos jogos, que é quando consegue a maioria das jardas em sua espetacular média de 121,8 jardas por partida. Do outro lado, Tyreek Hill tem 356 jardas recebidas e uma média de 14,2 por recepção, que o coloca em 11º lugar nesta temporada. A velocidade dos dois jogadores permite uma variação incrível, que faz o ataque dos Chiefs ser tão legal de assistir.

 

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários