Cowboys batem os Redskins e mantêm vivo o sonho de ir aos playoffs

Quem foi que disse que o Dallas Cowboys caminhava a passos largos para a eliminação? Senhores, o pulso ainda pulsa no Texas! O time encerrou na noite desta quinta-feira uma sequência horrível de três derrotas consecutivas vencendo o rival Washington Redskins por 38 a 14 no AT&T Stadium, em Arlington, no Thursday Night Football que abriu a Semana 13 da NFL. Não foi uma atuação primorosa, mas o time foi capaz de produzir as chamadas ‘big plays’ nos momentos certos para garantir uma importantíssima vitória dentro da feroz NFC. Desde 2013 um time não fazia 38 pontos com apenas 275 jardas totais no ataque.

Muito pode também ser colocado na conta dos Redskins – o time fez um jogo bem ruim no Texas! Foram vários turnovers em sequência de Washington que deram vida nova a um ataque que sofria demais para anotar pontos sem Ezekiel Elliott. Recheado de lesões, principalmente nas linhas, a equipe da capital americana não foi capaz de brecar as corridas e viu seu ex running back, Alfred Morris, terminar o duelo com 127 jardas e um TD. A vitória leva os Cowboys a 6-6 e mantém o time vivo na briga por Wild Card, já os Redskins caem para 5-7 e já começam a planejar 2018.

 

Turnovers, turnovers, turnovers…

O torcedor dos Redskins já começou a coçar a cabeça logo nos primeiros minutos de partida: foram dois turnovers no primeiro quarto! Kirk Cousins lançou uma interceptação, Jamison Crowder soltou a bola no retorno de punt… Mesmo assim o ataque dos Cowboys não conseguiu contabilizar. O placar só saiu do zero no começo do segundo período: boa campanha liderada por Dak Prescott finalizada com um lindo passe para o veterano Jason Witten dentro da end zone. 7 a 0 Cowboys!

O ataque dos Redskins voltou a campo e… mais turnovers! Demarcus Lawrence forçou um fumble em Cousins e Dan Bailey capitalizou com três pontos de um field goal curto. Será que os erros de Washington acabaram? Não. O calouro Ryan Switzer aproveitou alguns buracos nos times de especialistas dos visitantes e engatou um retorno de punt maravilhoso: ele correu 83 jardas e só parou na end zone! Estava virando passeio!

Os Redskins reagiram apenas no minuto final do primeiro tempo: Cousins acertou bons passes e colocou os primeiros pontos do seu time no placar com um passe de 20 jardas para o TD de Ryan Grant. Mesmo liderando em jardas totais, Washington foi para os vestiários perdendo por 17 a 7.

 

Run, Morris, Run!

Os ataques começaram o segundo tempo bem burocráticos – foram três punts consecutivos até o placar voltar a mexer no comecinho do último período. Mesmo com a mão machucada, Prescott foi cirúrgico e praticamente matou o jogo com um passe para touchdown de Dez Bryant! O WR entrou para a história dos Cowboys com mais touchdowns recebidos de todos os tempos (72). Kirk Cousins acordou e respondeu logo em seguida: foram oito passes seguidos – o último deles uma conexão de 14 jardas para o TD de Josh Doctson. O pulso ainda pulsava em Washington?

Não. Isso porque Alfred Morris apareceu em cena e dominou a defesa dos Redskins no último período! A lei do ex é implacável… Ele gastou mais de seis minutos no relógio e mergulhou para a end zone – colocando uma diferença de 17 pontos a cinco minutos do fim. Para completar, Rod Smith aproveitou mais uma interceptação de Cousins e deu números finais ao cortejo com mais um TD terrestre. Vitória fundamental para Dallas! Já para Washington, Feliz 2018.

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários