Pré-ordem do Draft 2018 com posições carentes dos primeiros 28 times

Se o seu time vai assistir aos playoffs pela televisão, vamos ao que te interessa: Draft 2018! Embora a ordem dos 32 times ainda não pode ser definida, as primeiras vinte e quatro escolhas já estão confirmadas. Veja qual é a ordem inicial e as posições carentes das 28 primeiras equipes.

BROWNS  1° – Cleveland Browns (0-16)

Posições carentes: Quarterback, running back e secundária

Será extremamente interessante ver o que um time 0-16 vai fazer com duas das quarto escolhas do próximo Draft. Um novo QB precisa e deve vir – seja nessas escolhas ou no mercado. Em teoria o melhor quarterback disponível, Josh Rosen disse não querer jogar nos Browns… e agora?

giants  2° – New York Giants (3-13)

Posições carentes: linha ofensiva, quarterback, running back

Eu ficaria extremamente surpreso se a próxima classe dos Giants não estiver recheada de jogadores de linha ofensiva. Creio que o time deve aproveitar a segunda escolha geral para encontrar o futuro substituto de Eli Manning nos próximos anos.

colts3° – Indianapolis Colts (3-13)

Posições carentes: linha ofensiva, linebacker e pass-rusher

Chega a ser inacreditável os anos passarem e os Colts não focarem em REALMENTE consertar essa linha ofensiva! Andrew Luck volta saudável para 2018, mas precisa permanecer assim ao longo do ano para terem alguma chance. Vimos isso em 2017. A defesa precisa de mais talento com urgência.

BROWNS 4° – Cleveland Browns (0-16) (escolha que veio do Houston Texans)

Posições carentes: Quarterback, running back e secundária

Seria extremamente interessante os Browns trazerem uma dupla QB-RB com essas escolhas. Independente do quarterback, seria muito interessante a chegada de Saquon Barkley – em teoria o melhor running back da classe 2018.

   5° – Denver Broncos (5-11)

Posições carentes: Quarterback, linha ofensiva e tight end

Se 2017 mostrou algo para o Denver Broncos é que Trevor Siemian, Paxton Lynch e Brock Osweiller não são capazes de levar o time a outro patamar. Um novo QB precisa chegar – e a 5ª escolha geral pode ser o canal mais acessível em matéria de investimento.

JETS  6° – New York Jets (5-11)

Posições carentes: quarterback, linha ofensiva e running back

A temporada nem acabou e o New York Jets já anunciou que vai atrás de um quarterback nessa offseason – inclusive interessado em subir no Draft para isso. Seja um calouro talentoso ou um veterano com Kirk Cousins, isso precisa acontecer. O time precisa de ajuda em quase todas as posições no ataque.

buccaneers  7° – Tampa Bay Buccaneers (5-11)

Posições carentes: running back, pass-rusher e secundária

Que temporada decepcionante dos Bucs! Aquele ataque top 5 não saiu do papel – muito pelo jogo corrido deficiente. A franquia precisa esquecer Doug Martin e finalmente trazer sangue novo para um ataque que já é bom. Um bom jogo corrido deixaria a defesa menos em campo.

bears  8° – Chicago Bears (5-11)

Posições carentes: wide receiver, linha ofensiva e secundária

É quase um crime investir tantas fichas em um quarterback e não dar a ele alvos realmente bons para ele lançar. Eu sei que o time tem como prioridade o jogo corrido, mas um puro WR1 deve dar mais confiança e ajudar no crescimento de Trubisky em seu segundo ano na liga.

*Como Niners e Raiders tiveram campanhas iguais, será feito um sorteio antes do evento começar

niners  *9° – San Francisco 49ers (6-10)

Posições carentes: linha ofensiva, wide receiver e cornerback

A chegada de Jimmy Garoppolo é mais um exemplo gritante de como o desempenho de um time depende de um bom quarterback. É assustador! San Francisco é outro time com ‘Jimmie G’ em campo, agora é preciso dar todo suporte para ele brilhar.

raiders   *9° – Oakland Raiders (6-10)

Posições carentes: Cornerback, linebacker e linha ofensiva

Que decepção absurda foi o Oakland Raiders em 2017! Um belo time no papel, mas que na prática não deu liga. A secundária foi uma lástima interceptando bolas e criando turnovers – e esse talvez seja problema a ser corrigido com a primeira escolha. Toda a defesa precisa de ajuda.

DOLPHINS  11° – Miami Dolphins (6-10)

Posições carentes: linha ofensiva, running back e linebacker

Claro que esse cenário leva em conta que Ryan Tannehill ficará para o ano que vem – é preciso ficar bem atento ao desenrolar desta história. O time precisa com urgência reforçar vários setores da linha ofensiva e buscar o substituto de Jay Ajayi na boa classe de RBs de 2018 com escolhas intermediárias.

  12° – Cincinnati Bengals (7-9)

Posições carentes: Linha ofensiva, secundária e linebacker

Ao que parece, Andy Dalton e o técnico Marvin Lewis garantiram suas permanências após a virada espetacular contra os Ravens na última semana. Tendo em vista que Dalton continua prestigiado, é preciso reforçar a linha ofensiva com urgência.

  13° – Washington Redskins (7-9)

Posições carentes: Safety, inside linebacker e wide receiver (quarterback*)

Certamente a posição de QB passa a ser prioridade máxima se Kirk Cousins fizer as malas e ir para outro time. Como eu acho que ele deve ficar, o time precisa dar mais alvos confiáveis a ele e reforçar bastante a secundária.

14° – Green Bay Packers (7-9)

Posições carentes: secundária, linha ofensiva e linha defensiva

Ficou extremamente claro que Green Bay é um time bem mediano no geral e não é capaz de vencer muitos jogos sem a genialidade de Aaron Rodgers. A defesa não é ruim, mas precisa de bons talentos em todas as posições para ser próximo de top 10 e conseguir vencer alguns jogos que A-Rod desfalque o time.

  15° – Arizona Cardinals (8-8)

Posições carentes: quarterback, linha ofensiva e secundária

Óbvio que um dos times mais envelhecidos da NFL precisa de sangue novo em praticamente todos os setores de um jogo de futebol americano. Agora, claro que a aposentadoria de Carson Palmer faz da posição de QB a prioridade máxima.

RAVENS16° – Baltimore Ravens (9-7)

Posições carentes: wide receiver, running back e linha ofensiva

O ataque precisa de MUITA ajuda em todos os setores  – me surpreenderia se Baltimore não gastar várias escolhas renovando um grupo que foi quase nulo em alguns momentos do ano. A defesa é boa, mas não vence todos os jogos sozinha.

chargers  17° – Los Angeles Chargers (9-7)

Posições carentes: linha ofensiva, secundária e linebacker

Uma das lições que tiramos de 2017 é que esse time dos Chargers é melhor que Bills e Titans que foram aos playoffs. Agora, apesar do fim embalado, é muito complicado se classificar após começar 0-4. A linha ofensiva deve ser a maior prioridade da equipe.

  18° – Seattle Seahawks (9-7)

Posições carentes: linha ofensiva, linha ofensiva, running back e cornerback

‘linha ofensiva’ está dobrado de propósito! Foi assustador o que o time fez na última offseason quase que ignorando o setor… Isso NÃO pode se repetir. Seattle também precisa de um RB de alto nível e mais um CB – independente da situação de Richard Sherman.

cowboys19° – Dallas Cowboys (9-7)

Posições carentes: linha defensiva, linebacker e wide receiver

Por mais que a punição de Ezekiel Elliott tenha prejudicado DEMAIS a não classificação do time aos playoffs, a defesa poderia ter garantido alguns dos jogos se fosse mais competitiva – especialmente a secundária.

lions20° – Detroit Lions (9-7)

Posições carentes: pass-rusher, linha ofensiva e running back

Aquela derrota para os Bengals caiu feito um rojão em Detroit – tanto que o técnico acabou rodando. A defesa é bem atlética e rápida, mas precisa de jogadores incisivos que coloquem pressão no QB adversário e forçem lançamentos antecipados.

Times que foram aos playoffs:

 bills21° – Buffalo Bills (9-7)

Posições carentes: quarterback, linha defensiva e linebacker

Talvez seja muito cedo para crucificar o garoto, mas o que Nathan Peterman mostrou até o momento não dá a menor garantia que ele pode ser o futuro da franquia. Apesar de alguns defenderem Tyrod Taylor, o fato de ele esquentar um banco há algumas semanas mostra que o time não está feliz com ele.

 bills22° – Buffalo Bills (9-7) (escolha que veio do Kansas City Chiefs)

Posições carentes: quarterback, linha defensiva e linebacker

Além da possibilidade de tentar outro quarterback, a tendência é que eles busquem um DT para substituir Marcell Dareus – que foi para os Jaguars no meio da temporada. A defesa contra o jogo corrido foi do vinho para água depois que ele se foi.

rams  23° – Los Angeles Rams (11-5)

Posições carentes: cornerback, tight end e linha ofensiva

Deixando claro aqui que não há nenhuma posição altamente deficiente nesse time – que só foi eliminado pela falta de experiência de seus jogadores e comissão técnica. Um bom e jovem TE poderia agregar ainda mais ao melhor ataque da NFL.

24° – Carolina Panthers (11-5)

Posições carentes: wide receiver, linha ofensiva e cornerback

Ficou extremamente claro ao longo do último ano que Cam Newton precisava de mais algumas armas para lançar. Além disso, a posição de left tackle é extremamente carente e pode ser solucionada já na primeira rodada.

titans  25° – Tennessee Titans (9-7)

Posições carentes: Pass-rusher, tight end e secundária

A vitória diante dos Chiefs foi impressionante, mas o revés em Foxborough mostrou que essa equipe realmente está um passo atrás do topo da AFC. A defesa precisa de mais talento – tanto na pressão como na secundária. Mariota também agradeceria um bom tight end que receba passes.

falcons  26° – Atlanta Falcons (10-6)

Posições carentes: Safety, linha defensiva e tight end

As posições carentes nesse caso estão mais para aprimoramentos – não vejo nenhuma grande lacuna nesse time. A secundária poderia ganhar um strong safety melhor para o lugar de Ricardo Allen e a linha mais recheio no miolo – ainda mais com a possibilidade de saída de Dontari Poe.

saints  27° – New Orleans Saints (11-5)

Posições carentes: Wide receiver, tight end e QB (para o futuro)

Michael Thomas é um monstro, mas ficou bem claro ao longo do ano que Drew Brees sentiu a falta de Brandin Cooks – que foi para os Patriots. Certamente o time poderia trazer mais alvos para ajudar o camisa 9 nos últimos anos de carreira. Um QB substituto já pode e deve chegar para ser trabalhado.

  28° – Pittsburgh Steelers (13-3)

Posições carentes: Middle linebacker, safety e QB (para o futuro)

Praticamente o mesmo caso dos Saints em relação a QB – um jovem talento para ser trabalhado atrás de Big Ben. O time sentiu demais a falta de Ryan Shazier e, em princípio, deve ter como prioridade máxima um substituto até saber qual será o futuro do jogador clinicamente.

Comentários