Super Bowl 52 marca separação de trio vitorioso do New England Patriots

O Super Bowl 52 marcará a despedida de um trio que buscará o tricampeonato na NFL. Após a decisão da temporada regular 2017, independente se campeão ou não, o New England Patriots perderá seus coordenadores ofensivo e defensivo, Matt Patricia e Josh McDaniels, para o próximo ciclo. Sendo assim, Bill Belichick terá que ir atrás de novos coordenadores e braços direitos para 2018.

Patricia e McDaniels deixarão os Patriots em 2018

No New England Patriots sempre se destaca os papéis de Bill Belichick, Tom Brady e Robert Kraft, mas as atuações de Patricia e McDaniels também são fundamentais para a construção dessa nova dinastia patriota, que vem sendo construída.

Matt Patricia está nos Patriots a mais tempo. Desde 2004 vem trabalhando com Belichick no time, tendo passado pelos cargos de Assistente de Coordenador Ofensivo, Assistente Técnico de Linha Ofensiva, Técnico de Linebackers, Técnico de Safeties e Coordenador Defensivo, posição que ocupa desde 2012. Em Foxborough já foram três Super Bowls, e o quarto pode vir agora.

>>PÁGINA ESPECIAL DO ENDZONE BRASIL COM TUDO SOBRE O SUPER BOWL 52

Em 2018, Matt Patricia já acertou para ser treinador do Detroit Lions. O acordo só será oficializado após o término dos playoffs, e será a primeira experiência de Patricia como comandante de um time.

Belichick terá que “reconstruir” os Patriots

Já Josh McDaniels irá para o seu segundo período como técnico principal da NFL. Cinco vezes campeão do Super Bowl, já que começou a carreira nos Pats em 2001, com interrupções entre 2009 e 2011, o coordenador ofensivo irá para a sua segunda experiêcia como head coach na NFL. Após o Super Bowl 52, vai ser o comandante dos Colts.

Considerado por muitos uma brilhante mente ofensiva, McDaniels foi bem moldado por Belichick desde o início de sua carreira na NFL, em 2001. Antes disso, trabalhou sob a tutela de Nick Saban em Michigan State. Ruim de instrutor, heim?!

A separação de seus coordenadores não é uma novidade para Bill Belichick. Em 2005, após o terceiro título de Super Bowl em um intervalo de quatro anos, o técnico dos Patriots perdeu Romeo Crennel e Charlie Weis, coordenadores defensivo e ofensivo, de uma vez só. Demorou até conseguir voltar a ser campeão, mas New England nunca deixou de ser forte no segundo milênio da história terrestre.

Quem entra no lugar de McDaniels e Patricia? O técnico de linebackers, Brian Flores, é um dos mais cotados para ser o coordenador defensivo. Os Cardinals até se interessaram nele, mas a tendência é que continue em New England. No ataque o favorito é Chad O’Shea, técnico de wide receivers, que chamou as jogadas em um dos jogos do time na pré-temporada. Ele é o principal candidato a ser o coordenador ofensivo dos Pats em 2018 e não seria surpresa nenhuma se isso acontecer.

Comentários