Wild Card 2018: prévia de Buffalo Bills x Jacksonville Jaguars

No começo da temporada regular, poucos acreditavam que Buffalo Bills ou Jacksonville Jaguars estariam nos playoffs. Que esses dois times se enfrentariam então… Pois bem, janeiro chegou, a pós-temporada está ai e dois dos times que foram motivo de piada em temporadas anteriores vão brigar por uma vaga no Divisional Round da AFC.

O maior jejum de playoffs da NFL agora é dos Browns, mas até o último dia de 2017, às 23h, era dos Bills. A equipe conseguiu vencer os Dolphins, mas só conseguiu graças a uma incrível virada dos Bengals sobre os Ravens, em Baltimore. Com o fim da seca de 17 anos, Buffalo chega como franco atirador para cima dos Jaguars.
 

Jogando em casa e sendo favorito para o confronto, a partida é um perigo para os Jaguars, que terão que confirmar um favoritismo raro para o time. Isso pesa nesta parte da temporada, onde o time da Flórida conquistou o título da AFC South – feito que não acontecia desde 1999.

No confronto de azarões, Jacksonville tem muito mais a provar e a perder do que os Bills, justamente porque possui um time muito melhor que o do adversário para brigar por um lugar no Divisional Round, onde buscará ser uma grande zebra.

No longínquo ano de 1996 foi a única vez que Bills e Jags se enfrentaram pelos playoffs. Mesmo jogando em Buffalo, Jacksonville foi lá e venceu por 30 a 27. Mike Hollis, com um field goal no fim, e a defesa dos Jaguars garantiram o triunfo.

No geral dos confrontos, a história das duas equipes não reserva muitos confrontos. Foram apenas 15 jogos, com oito vitória para os Bills e sete para os Jaguars, sendo três triunfos para Buffalo nos últimos quatro jogos.

O jogo terrestre, que foi a peça mais importante do ataque dos Jaguars nesta temporada, terá que ser fundamental mais uma vez. Opções para botar as corridas em campo não faltam: Leonard Fournette, Chris Ivory e TJ Yeldon vão carregar o piano e aliviar a barra para Blake Bortles.

Melhor defesa contra o jogo aéreo, a atenção maior de Jacksonville terá que ser contra o jogo terrestre, mesmo com LeSean McCoy não estando 100% fisicamente. Shady é um perigo constante, e tirando ele de ação, facilita o trabalho para forçar os turnovers em Tyrod Taylor.

A lesão de LeSean McCoy no joelho diminui bem as chances de vitória de Buffalo. Ele é a principal arma ofensiva do time e sua ausência pode dificultar bastante as coisas. Acredito que mesmo não estando 100% ele jogará, e só sua presença em campo traz um ar novo para a equipe.

Controlar bem a posse de bola é fundamental para qualquer partida, mas nos playoffs isso ganha uma importância ainda maior. Para Buffalo, ter boas posses de bola, conquistar primeiras descidas e cansar a defesa de Jacksonville será precioso.

De acordo o Oddsshark.com/br, Jacksonville é favorito para vencer o jogo e carrega isso para as casas de apostas. Uma vitória dos mandantes paga apenas 1.23. Dos jogos do Wild Card, o total de pontos mais baixo está justamente para o jogo entre Bills e Jaguars, com 39 pontos sendo a média prevista. Em uma grande noite ofensiva, os Jags podem cobrir essa média sozinhos, logo se tornando um bom mercado, já que se o jogo ter mais de 39 pontos paga 1.90.

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários