Wild Card 2018: prévia de Carolina Panthers x New Orleans Saints

A rodada de Wild Card fecha na noite de domingo com um jogaço! Nada menos que uma das maiores rivalidades da NFL atual recheada de bons jogadores de ambos os lados e muita hostilidade. Prepare-se para o terceiro capítulo de New Orleans Saints x Carolina Panthers no Mercedes-Benz Superdome! Nos dois episódios anteriores, Drew Brees e sua trupe levaram a melhor – tanto na Louisiana como em Charlotte. Agora, de nada adianta esses triunfos se perderem o mais importante! Espere um Panthers com ‘sangue nos olhos’ e sedento por vingança na casa do rival. Apertem os cintos!

Será muito interessante acompanhar o duelo de dois times que brigaram pelo título da divisão até o último minuto. Os Saints entraram na Semana 17 precisando vencer o Tampa Bay Buccaneers 4-11 na Flórida para sacramentar o mando de campo, mas a cabeça já nos playoffs certamente atrapalhou a equipe. O time acabou tropeçando e poderia ter perdido o título, mas o Carolina Panthers também não fez a sua parte: caiu por 22 a 10 para o Atlanta Falcons e não aproveitou a vacilada do rival. Embora ambas as atuações tenham preocupado um pouco o torcedor, certamente os times tiraram o pé do acelerador em algum momento com medo de lesão.

Embora os Saints já tenham um Super Bowl no currículo na era Peyton/Brees, ele foi conquistado há oito anos. Como esta é a primeira participação nos playoffs em quatro anos, a pressão para estar em mais uma final é bem grande. Do outro lado, Carolina sentiu o gostinho de ficar próximo do Vince Lombardi há dois anos, mas foi totalmente anulado pela defesa monstruosa do Denver Broncos na ocasião.

Mesmo sem tanta pressão, será um desafio gigantesco para Cam Newton e companhia. As duas derrotas na temporada regular por uma margem de 65 a 34 não foram por acaso – o ‘matchup’ favorece muito mais as características dos Saints. A linha ofensiva de New Orleans não deixa o front four de Carolina se impor fisicamente e a marcação por zona dos Pathers favorece demais a vida de Drew Brees. Certamente será um dos maiores desafios da carreira de Super Cam! Agora, nada de descartar o time de Charlotte… É um clássico de divisão, lembra?

Acredite se quiser: este será o primeiro embate dos times na pós-temporada! Embora historicamente os Panthers tenham uma ligeira vantagem nos confrontos diretos, 24 a 22, os Saints venceram os dois duelos de 2017! No primeiro capítulo, na Semana 3, Drew Brees lançou três touchdowns na vitória tranquila por 34 a 13 no Superdome. Dois meses depois, o duelo foi em Charlotte, mas o resultado foi similar: 31 a 21 para New Orleans.

O número de passes de Drew Brees caiu bastante em 2017 e foi o menor da carreira do QB desde 2009, mas isso necessariamente não é uma coisa ruim. Aliás, muito pelo contrário! Significa que o ataque dos Saints e está mais balanceado e ainda mais mortal. Quer arrastar mais jogadores para a linha para brecar os ótimos Alvin Kamara e Mark Ingram? Sobra espaço para um dos maiores QBs de todos os tempos achar seus alvos! Apesar de Carolina ter a terceira melhor defesa contra corridas, os Saints computaram pelo menos 140 jardas nos dois compromissos. A chave para os Saints ganharem esse jogo é abrir uma boa vantagem logo de cara com Brees e deixar a dupla de RBs fazendo a festa e gastando o relógio.

Ao contrário dos Panthers, a defesa dos Saints não só pode se dar ao luxo como deve deixar algum jogador no meio do campo para ‘espionar’ Cam Newton e conter os avanços do QB. Isso porque Carolina não possui um grande leque de alvos a serem marcados e a secundária de New Orleans faz um trabalho muito bom em marcação individual – especialmente o calouro Marshon Lattimore. Se o time for capaz de brecar o jogo corrido e forçar Newton a ganhar o jogo com o braço, as chances dos Saints aumentam.

Pode parecer um certo exagero o que eu vou dizer, mas lá vai: os Panthers vão até onde Cam Newton conseguir levá-los. Quer um exemplo? Veja a imagem acima com as estatísticas: Newton é o melhor passador e o melhor corredor da equipe! Se o time quiser ter qualquer chance de vitória, Super Cam precisa necessariamente estar nos seus melhores dias. Apesar da falta de alvos confiáveis, tem um fator relevante que pode fazer a diferença: o TE Greg Olsen. Ele não esteve em campo nas duas derrotas para os Saints e pode ser aquela peça que faltava se estiver 100% fisicamente.

Claro que é muito mais fácil do que fazer, mas a principal chave para a vitória na defesa deve ser anular o jogo corrido dos Saints – especialmente as big plays de Alvin Kamara. Está na hora dos Panthers mostrarem aos saints o porquê de serem a terceira melhor defesa da NFL contra corridas. Na secundária, talvez uma mudança de zona para marcação individual confunda Brees em alguns momentos.

Será um jogaço, mas é possível entender o porquê dos Saints serem considerados favoritos pelas casas de aposta. Olhando para as estatísticas desde a era do Super Bowl, em 20 oportunidades desde 1970 um time chegou aos playoffs podendo vencer o rival pela terceira vez consecutiva em um mesmo ano. A ‘trinca’ aconteceu 13 vezes! Os Panthers vão fazer jogo duro, mas os Saints tem mais time no geral e devem levar essa.

Como a vitória dos Saints paga muito pouco, a melhor opção é a aposta no spread – ou diferença de pontos. Consultando o Oddsshark.com/br, a vitória de New Orleans por sete ou mais pontos aparece com odds de R$1,91 a cada real investido e é a melhor dica de investimento neste duelo. Ainda segundo o Oddsshark, a vitória dos Panthers paga gigantescos R$3,30 a cada real! Acredita na zebra? Cam Newton já executou outros milagres!

Comentários