O fim de uma era! Richard Sherman é cortado do Seattle Seahawks

Infelizmente para o torcedor do Seattle Seahawks, o inevitável aconteceu. A franquia anunciou na tarde desta sexta-feira (9) a dispensa do cornerback Richard Sherman após sete temporadas defendendo a equipe. Embora a movimentação não tenha sido surpresa para ninguém, o que se vê nas redes sociais é um misto de agradecimento e lamentação por parte dos torcedores – que perdem um dos maiores ídolos e símbolos da franquia. Além da saída de um bom jogador, talvez o corte mexa com  a nação 12th Man por escancarar o fim da famosa Legion of Boom.A monstruosa defesa marcou definitivamente a era mais vitoriosa da equipe – um grupo espetacular formado por Pete Carroll. O problema foi que os jogadores foram ficando mais velhos e, consequentemente, mais caros. Após ficar de fora dos playoffs pela primeira vez em seis anos, a direção da equipe decidiu por uma ‘faxina’ geral no setor – liberando espaço na folha salarial para jogadores mais novos e baratos. Para se te ruma ideia, Sherman entraria no seu quarto ano do contrato de 56 milhões de dólares e receberia 11 deles caso permanecesse em 2018.

Seattle conseguiu trocar Michael Bennett com os Eagles, mas negociar Sherman era algo extremamente complicado: trata-se de um jogador com um salário muito alto, que fará 30 anos e vindo de uma grave cirurgia no tendão de Aquiles. Não restou outra opção se não dar adeus ao ídolo. Os Hawks também dispensaram o cornerback Jeremy Lane e podem ser que despachem os contundidos Cliff Avril e Kam Chancellor nos próximos dias. Realmente é o fim de uma era.

Para onde ele vai?

Apesar da cirurgia, vários times podem dar uma chance ao CB – mesmo com 11 milhões do contrato. O prório jogador já se manifestou a respeito e disse que quer ir para uma equipe que encaixe no seu estilo de jogo e que conte com um grande quarterback. Como o camisa 25 depende demais do físico para ser brilhante, talvez as equipes queiram fazer alguns testes antes de arriscar a contratação. Ele só estará apto a voltar aos campos em junho.

Agora, se estiver 100%, será uma grande contratação. Extremamente inteligente, o jogador de quinta rodada em pouco tempo se tornou uma estrela na NFL. Quatro vezes no Pro Bowl, Sherman lidera a liga em interceptações (32), passes defendidos (99), porcentagem de passes completados permitidos (47,4%) desde que chegou na NFL em 2011. Números que poderiam ser ainda maiores se várias equipes simplesmente evitassem lançar a bola no lado do campo que ele estava. Independente da nova casa, uma coisa é certa: vai deixar saudade em Seattle.

Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Comentários