Prévia da temporada 2018: como será o ano do Houston Texans

Saudável, o Houston Texans promete brigar pelo título da AFC South

Após dois títulos seguidos da AF South, a expectativa para o Houston Texans era muito grande no ano passado – especialmente após a ascensão do calouro Deshaun Watson. Agora, tudo foi desmoronando na medida em que jogadores importantes foram se lesionando: vinte atletas, 13 deles titulares, foram colocados na lista de contundidos ao longo de 2017. Com a sua base novamente saudável e com o jovem QB mais experiente, a expectativa é de um time muito mais forte e capaz de fazer frente a Titans e Jaguars na AFC.

Se o garoto Watson voltar no mesmo nível de antes da lesão no joelho e JJ Watt conseguir ficar saudável, o time de Bill O’Brien certamente vai fazer uma campanha melhor do que o horroroso 4-12 da última temporada. Agora, até onde podem chegar? É algum exagero falar em título da AFC após os reforços que chegaram? A promessa é de um ano de sucesso em Houston!

Ataque explosivo com o retorno de Deshaun Watson

Apesar da pouca idade, ficou claro em 2017 que a força do ataque passa pelas mãos de Deshaun Watson. O que ele fez nos seis jogos como titular foi assustador: 1700 jardas aéreas, 10 passes para TD e mais 269 jardas e 2 TDs correndo com ela… um rating de 103! Um QB inteligente, móvel, com braço forte e muita presença no pocket. Por ser aquela ‘ameaça dupla’, Watson também é fundamental para o jogo corrido: os Texans foram o 3º melhor da liga enquanto ele esteve em campo e apenas o 31º sem ele em campo.

A tendência para 2018 é de um Houston feroz pelo chão também pelo retorno do garoto D’Onta Foreman – que rompeu o tendão de Aquiles no meio da última temporada. Já uma das piores linhas ofensivas de 2017 ainda possui alguns questionamentos, mas deve fazer um papel melhor com três contratações: Zach Fulton, Senio Kelemete, e o right tackle Seantrel Henderson.

Outro ponto muito forte desse ataque é o WR DeAndre Hopkins – apontado por alguns como o melhor WR da NFL na atualidade. Mesmo com três QBs no ano passado, dois deles muito ruins, ele computou 1,378 jardas aéreas e 13 TDs! A promessa é de mais ano de parceria com o explosivo Will Fuller nos passes mais longos.

>>>Veja a nossa página com todas as prévias da temporada 2018

Watt e Mercilus de volta prometem elevar patamar da defesa

Na defesa, certamente o grupo promete ser mais forte com os retornos de J.J. Watt e Whitney Mercilus – jogadores fundamentais que quase não jogaram no ano passado. Aliás, uma das grandes questões da temporada 2018 da NFL é se o jogador que foi o Melhor Jogador de Defesa três vezes em um período de quatro anos conseguirá ficar saudável e render próximo do que fazia antes das seguidas lesões. Com os dois atletas, e volta, Jadeveon Clowney deve brilhar ainda mais sem as coberturas duplas em cima dele.

Os dois maiores reforços do setor chegaram para a secundária – que sofreu demais sem um pass-rush decente e foi apenas a 24ª em 2017: o cornerback Aaron Colvin e o safety Tyrann Mathieu devem dar mais estabilidade ao setor logo de cara. Johnathan Joseph e Kareem Jackson fecham o quarteto.

Favoritismo em 2018

Apesar do ano promissor, as casas de aposta não levam tanta fé nos Texans para 2018. Segundo dados do Oddsshark.com, a chance do time ganhar o Super Bowl é de 26 para um! Houston é o quarto favorito para vencer a AFC, com 1 para um, e o favorito na AFC South ao lado dos Texans: R$2,80 para cada real investido.

Vai até onde?

Se o Houston Texans ficar livre de lesões, possui totais condições de voltar aos playoffs em 2018. Apesar da linha ofensiva ainda ser um ponto de interrogação, a promessa é de um time bem estruturado com um bom quarterback, um pass-rush feroz e uma secundária mais estável. Se tudo correr como esperado, o time deve brigar com o Jacksonville Jaguars pelo título da divisão.

Previsão: 2º da AFC South

Comentários