Com segundo tempo impecável, Rams vencem os Raiders com autoridade

Ao longo da última intertemporada, nenhum time cresceu tanto nas expectativas dos fãs de NFL como o Los Angeles Rams – foi assustador como o favoritismo da equipe foi aumentando nas casas de aposta com o passar dos meses. quem assistiu ao Monday Night Football desta segunda-feira (10) entendeu o porquê: o time precisou de apenas um tempo para liquidar o Oakland Raiders, em pleno Coliseum, e venceu com autoridade por 33 a 13 na Califórnia. A partida fechou com chave de ouro a semana 1 da NFL.

Após um primeiro tempo burocrático, o ataque baseado em Todd Gurley finalmente decolou na segunda etapa e a defesa mostrou o porquê de ser uma das mais temidas da liga – foram três turnovers forçados. O RB dos Rams terminou o duelo com 140 jardas de scrimmage e um touchdown de recepção; já Derek Carr foi muito mal com nenhum passe para touchdown e três interceptações.

 

Raiders saem na frente

Mesmo antes da bola rolar para valer, já era possível sentir a intensidade desse novo Oakland Raiders de Jon Gruden – um time mais ligado e extremamente físico. O time da casa fez a alegria do pessoal no Coliseum e dominou no primeiro quarto com 12 minutos de posse de bola em 15 possíveis! Não demorou para Oakland abrir o placar – em mais uma daquelas corridas emblemáticas da ‘besta’ Marshawn Lynch para dentro da end zone. Mesmo sem muita posse, os Rams precisaram de pouco tempo para empatar o duelo – graças a uma das conexões mais mortais da NFL na última temporada: passe de 19 jardas de Jared Goff para o monstro Todd Gurley.

A impressão que dava era de um Oakland Raiders em outra velocidade – não demorou para o time voltar a assumir a ponta do placar com um field goal curto de Mike Nugent. Sim, ele voltou à NFL! Minutos depois, tivemos uma troca de turnovers: Bruce Irvin forçou um fumble e roubou a bola de Jared Goff, mas Derek Carr devolveu a gentileza com uma interceptação nas mãos do safety John Johnson dentro da end zone. 

Apesar de não estar em uma noite extremamente brilhante até o momento, o bom ataque dos Rams fez o suficiente para mais uma vez empatar o jogo – em um field goal curto do consistente Greg Zuerlein. Quando parecia que o jogo iria para o intervalo empatado, eis que os Raiders encaixaram uma bela campanha nos dois minutos finais e Nugent colocou o time da casa mais uma vez na frente com um field goal no estouro do cronômetro. Mesmo com quase o dobro de jardas e muito mais posse de bola, os Raiders foram para o intervalo vencendo ‘apenas’ por 13 a 10.

Rams sobram na segunda etapa

Foi assustador como o jogo mudou totalmente na volta para o segundo tempo – parecia que outras equipes estavam em campo no Coliseum! Enquanto o ataque dos Raiders não mostrava mais aquela volúpia do primeiro tempo, os Rams finalmente mostravam o porquê de serem considerados um dos principais candidatos ao caneco em fevereiro. com um plano de jogo muito mais voltado para Todd Gurley, Los Angeles virou a partida ainda no terceiro período: empatou em 13 a 13 com um field goal de Zuerlein e passou na frente com uma conexão bem elaborada de Jared Goff com o dinâmico Cooper  Kupp. 

Oakland entrou no quarto final precisando correr atrás do prejuízo, mas simplesmente não teve forças. Menos enferrujada, a defesa dos Rams apareceu nos momentos decisivos e garantiu a vitória até com certa tranquilidade com dois turnovers forçados: Corey Littleton agarrou um passe bizarro de Derek Carr, que se transformou em field goal, e o estreante Marcus Peters liquidou a fatura com um pick-six, ou seja, interceptou o QB dos Raiders e retornou para touchdown. Esse Los Angeles Rams já deu o cartão de visitas em 2018!

 

Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo já no próximo domingo (16): enquanto os Rams recebem o Arizona Cardinals em Los Angeles às 17h05, os Raiders sobem as montanhas do Colorado para encarar os Broncos em Mile High às 17h25.

Comentários