Prévia da temporada 2018: Como será o ano do New Orleans Saints

New Orleans Saints pronto para voltar ao Super Bowl

De todas as equipes favoritas ao título em 2018, vale ficar de olhos bem abertos com esse New Orleans Saints. A franquia fez um excelente trabalho no Draft nos dois últimos anos e trouxe uma boa dose de jogadores talentosos para um elenco que, no geral, já era consistente e que ainda conta com um dos melhores quarterbacks de todos os tempos. Para quem não se lembra, o time da Louisiana seria o adversário dos Eagles na final da NFC se não fosse aquele fatídico passe de Case Kenum para Stefon Diggs nos segundos finais, o famoso Milagre de Minneapolis.

Após um final de temporada devastador, não vai faltar motivação para esse jovem e explosivo elenco mostrar que pode dar a volta por cima e dar ao genial Drew Brees a grande chance de vencer o segundo Super Bowl da carreira. Como 21 dos 22 titulares retornam para 2018, não se assuste com o camisa 9 disputando a grande final em Atlanta.

Ataque do ‘cobertor curto’ é um dos mais ferozes da NFL

Alvin

Antes de mais nada, vale ressaltar que um time sempre é candidato a título quando possui a dupla Drew Brees no comando do ataque e Sean Payton no banco de reservas – uma das maiores parcerias da história da NFL. É assustador como o QB executa com perfeição o complexo esquema ofensivo e ainda faz ajustes preciosos antes do snap. Estamos falando de um quarterback que bateu o recorde histórico da NFL com 72% dos passes completos no ano passado e que, mesmo aos 39 anos, não mostra sinais que está regredindo.

Muito da eficiência de Brees pode ser colocado na conta da melhora gigantesca do jogo corrido – igualmente perigoso com a dupla Alvim Kamara e Mark Ingram. Com os dois RBs voando baixo e castigando pelo chão, as defesas começaram a povoar o miolo e, consequentemente, dar mais espaços para o camisa 9 destruir. É esse equilíbrio, o chamado ‘cobertor curto’, que faz dos Saints um dos times mais perigosos da liga atualmente.

Alvos não vão faltar para Brees brilhar: além de Michael Thomas e Ted Ginn Jr, o time se reforçou com Cameron Meredith e o calouro de terceira rodada Tre’Quan Smith. Entretanto, a posição de TE continua com pouca profundidade – Benjamin Watson é o único nome de mais relevância. Já a linha ofensiva é uma das mais subestimadas da liga e promete fazer mais um bom ano se conseguir ficar saudável: Terron Armstead, Andrus Peat, Max Unger, Larry Watford Ryan Ramczyk.

Defesa renasceu em 2017 e deve seguir em evolução

Nas prévias dos últimos anos, sempre batemos na mesma tecla: os Saints apenas conseguirão chegar longe se a defesa passar a contribuir mais. Foi exatamente o que aconteceu em 2017: o grupo foi de segundo pior em pontos cedidos em 2016 para 10º no ano passado – fruto do trabalho maravilhoso da direção do time nos dois últimos Drafts. Os garotos chegaram e deram conta do recado!

A boa notícia é que esse grupo segue praticamente intacto em 2018 e ainda recebeu alguns reforços pontuais como Marcus Davenport e o veterano Demario Davis. Enquanto o calouro promete ser aquele pass-rusher tão carente no lado oposto a Cameron Jordan, Davis promete ser o líder do segundo nível – um LB extremamente atlético.

Na secundária, o CB Marshon Lattimore explodiu logo de cara e, com muita justiça, venceu o prêmio de melhor calouro defensivo da última temporada. O também calouro Marcus Williams foi outro que surpreendeu, mas teve o ano manchado por aquele fatídico tackle perdido no lance do “Milagre de Minneapolis” nos playoffs.

 

Favoritismo em 2018

Será que Drew Brees dará os Saints o segundo título da franquia em 2018? Segundo dados do Oddsshark.com, a chance do time ganhar o Super Bowl é de 19 para um. New Orleans é o quinto nome para vencer a NFC, com 11 para um, e o favorito dentro da NFC South: R$2,80 para cada real investido.

Vai até onde?

Vamos colocar assim: se a sua ideia é arriscar mais apostando no campeão do Super Bowl, o New Orleans Saints é a sua melhor pedida. Apesar da tabela mais complicada, o time possui totais condições de brigar de igual para igual com Eagles, Vikings e Rams dentro da NFC! Se o ataque continuar dinâmico e a jovem defesa melhorar ainda mais com a experiência, podemos estar falando do grande campeão do Super Bowl 53.

Previsão: 1º da NFC South

Comentários