Com autoridade, Saints batem os Vikings na reedição do ‘Milagre de Minneapolis’

Logo nos primeiros snaps  do Sunday Night Football, ficou muito claro que esse não seria um jogo qualquer para o New Orleans Saints: o que se viu em campo foi uma equipe dando 110% a cada jogada em busca de uma sonhada revanche. E ela veio… dessa vez não tivemos nenhum milagre em Minnespolis! Com autoridade, Drew Brees e companhia venceram o Minnesota Vikings por 30 a 20 no US Bank Stadium e tiveram a tão sonhada vingança daquele jogo nos playoffs do ano passado que, para muitos torcedores da franquia, ainda não acabou. Claro que esse embate da semana 8 não foi decisivo em termos de pós-temporada, mas dá aos Saints uma injeção de ânimo para ir buscar o tão sonhado Super Bowl – que não vem desde 2009.

Embora New Orleans tenha computado bem menos jardas totais do que o adversário (423 a 270), o time foi bem mais eficiente quando teve a bola – especialmente capitalizando os turnovers. Embora Drew Brees tenha lançado apenas 120 jardas, ele completou 18 dos 23 passes tentados. Alvin Kamara também foi destaque com um TD de recepção e um de corrida (mais uma vez). Nos Vikings, Kirk Cousins até fez um bom jogo cm 359 jardas, um TD e uma INT, mas a defesa não foi capaz de segurar esse fortíssimo ataque dos Saints.

A vitória leva os Saints à liderança absoluta da NFC South com 6-1 – em 2º na Conferência Nacional. Já os Vikings estacionam com 4-3-1 na vice-liderança da NFC North – atrás do Chicago Bears.

Saints saem na frente em Minneapolis

New Orleans começou com tudo e logo tratou de abrir o marcador no US Bank Stadium: campanha de oito jogadas que Drew Brees finalizou com um passe curto para o touchdown de Alvin Kamara. O ataque dos Vikings teve a bola pela primeira vez na noite e mostrou sua força em um drive maravilhoso de mais de sete minutos e 13 jogadas. Ao invés de chutar o field goal curto, Mike Zimmer arriscou a quarta descida e se deu bem: Kirk Cousins conectou com Stefon Diggs no canto esquerdo da end zone… esse wide receiver o torcedor da Louisiana conhece bem! Jogo empatado em Minnesota.

Não demorou para o time da casa se impor e virar o duelo em sua casa: Cousins castigou a secundária adversaria com lindos passes e posicionou Latavius Murray para um mergulho, literalmente, para dentro da end zone… Vikings na frente! New Orleans tentou responder na mesma moeda, mas ficou apenas em um field goal complicado de 52 jardas convertido pelo kicker Will Lutz no começo do 2º quarto. 13 a 10 Vikes.

Brees caminhava em busca da virada, mas acabou lançando sua única interceptação na noite: passe muito alto no meio do campo agarrado por Harrison Smith. Para sorte do QB, os Vikings retrubuiram a gentileza com um fumble de Adam Thielen que Marshon Lattimore retornou por 54 jardas! Com menos de um minuto no relógio, New Orleans precisou de duas jogadas para capitalizar o turnover com um touchdown terrestre de Alvin Kamara. Os Saints foram para os vestiários vencendo por 17 a 13.

 

Redenção de Marcus Williams e vitória dos Saints

Minnesota voltou com tudo na segunda etapa, mas não conseguiu embalar: arriscou uma 4ª descida logo no primeiro drive e se deu mal. Turnover on downs. Os Saints responderam logo de cara com mais um field goal de Lutz, esse de 42 jardas, aumentando a vantagem. Eis que a jogada que definiu o duelo em Minneapolis aconteceu: Cousins lançou um passe ruim no meio do campo, PJ Williams interceptou e retornou por 45 jardas até a end zone…  Festa em New Orleans!

Minnesota sentiu o golpe. Na frente do placar, New Orleans seguiu à risca o manual de administrar uma vantagem: campanha de oito minutos e field goal de Lutz na metade do último período. Cousins tinha pouco mais de 9 minutos para tirar uma diferença de 17 pontos, algo extremamente improvável. ele até conectou um touchdown com Adam Thielen, mas nada que ameacasse a vantagem dos Saints. New Orleans se vingou daquele fatídico duelo em grande estilo! Belíssima vitória!

 

Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo (4): os Vikings recebem os Lions no mesmo US Bank Stadium às 16h e os Saints fazem um duelo espetacular contra o invicto Los Angeles Rams no Superdome às 19h25.

Comentários