Brees quebra recorde histórico e comanda massacre dos Saints contra os Redskins

Nada melhor do que um Monday Night Football para presenciar a história sendo feita – sempre é um prazer inenarrável ver as lendas da NFL quebrando recordes. O New Orleans Saints venceu o Washington Redskins de forma categórica por 43 a 19, mas isso acabou ficando em segundo plano na Louisiana. A estrela da noite foi Drew Brees: além de uma performance impecável ao longo do duelo, ele ultrapassou Peyton Manning e agora é o líder de todos os tempos em jardas aéreas com 72,103… Épico! O Mercedes-Benz Superdome ficou pequeno para tanta festa na noite desta segunda-feira (08) no fechamento da semana 5 da NFL.

Antes de destacar do duelo em si, vale um parênteses para falar de Drew Brees. Quando se fala dos melhores quarterbacks de todos os tempos, é impossível deixar o camisa 9 de fora. Muito inteligente dentro de campo, consegue ler como poucos as movimentações da defesa e fazer ajustes para a jogada ser produtiva. Tudo que ele faz é por alguma razão. Coloca a bola onde ela deveria estar, driblando as coberturas e facilitando a vida de deus recebedores. Brees é um líder dentro e fora de campo – capaz de dar a volta por cima e resgatar o orgulho de toda uma cidade devastada por uma tragédia. Certamente terá um lugar no Hall da Fama da NFL quando se aposentar…Um monstro sagrado!

A atuação do quarterback foi simplesmente surreal: 26 de 29 passes completos, 363 jardas, três touchdowns e nenhuma interceptação – um rating quase perfeito de 153,2! Já do outro lado, foi uma partida para esquecer dos Redskins dos dois lados da bola oval – foram apenas 283 jardas totais no ataque. A vitória garante a liderança isolada dos Saints na NFC South com 4-1 e estacionam os Redskins na NFC East com 2-2. 

 

Primeiro tempo histórico no Superdome

Nos primeiros snaps já foi possível ver um New Orleans Saints com uma intensidade incrível – parecia que a equipe estava em outra velocidade em relação aos Redskins. A equipe abriu o placar logo na primeira campanha – carregada por Mark Ingram. Sim, ele voltou! Foram quatro toques na bola e 36 jardas – o último deles uma corrida de duas jardas até a end zone. Explosão no Superdome! Os Redskins tiveram a bola e gastaram mais de oito minutos do relógio, no melhor estilo Alex Smith, mas tiveram que se contentar com um field goal de 37 jardas de Dustin Hopkins. Saints 6 a 3 no fim do 1º quarto (sim, Will Lutz errou o extra point).

Não demorou para os Saints abrirem uma vantagem bem confortável – Drew Brees estava com ‘sangue nos olhos’ e determinado a quebrar o recorde de qualquer maneira. Foram dois touchdowns no começo do segundo quarto: uma conexão curta do camisa 9 com Josh Hill no canto direito da end zone e mais uma corrida de Mark Ingram para TD… o homem voltou com tudo! Entre as marcações, os Redskins chutaram mais um field goal com Hopkins e diminuíram a vantagem para 20 a 6 no Superdome.

Quando parecia que a quebra do recorde ficaria para a segunda etapa, Drew Brees recebeu a bola de volta com 2:46 no relógio precisando de 35 jardinhas para entrar para a história. Acredite se quiser: a marca foi atingida logo no primeiro snap! Brees acertou um passe maravilhoso para Tre’Quan Smith e o calouro correu 65 jardas até o touchdown! Histórico! Épico! O Superdome parou por alguns minutos para reverenciar um dos maiores de todos os tempos: Drew Brees ultrapassou Peyton Manning com 71,968 jardas aéreas! O maior de todos os tempos.

Quando os Saints caminhavam para uma surra histórica, eis que os Redskins voltaram para o jogo com um turnover: a defesa forçou um fumble em Mark Ingram e Alex Smith capitalizou a roubada de bola com uma corrida de três jardas para touchdown no estouro do cronômetro. Com um rating perfeito de Drew Brees, os Saints foram para o intervalo vencendo por 26 a 13.

 

New Orleans segue martelando

Quem imaginaria um Saints tirando um pouco o pé do acelerador no segundo tempo se enganou lindamente… Brees e companhia seguiram martelando sem dó nem piedade! Foram mais 17 pontos no terceiro período: mais um lindo passe do camisa 9 para TD do calouro Smith, uma corrida do dinâmico Josh Hill para dentro da end zone, alinhado como quarterback, e um field goal de 44 jardas de Will Lutz. Que massacre, amigos!

Os Redskins até esboçaram alguma reação, mas os turnovers atrapalharam muito: uma interceptação e um fumble de Alex Smith. Realmente não era a noite dele. O time até anotou um touchdown terrestre com Kapri Bibbs, mas nada que diminuísse a surra no Mercedes-Benz Superdome. Ovacionado, Drew Brees deixou o campo em lágrimas depois de ter escrito seu nome, mais uma vez, na história da liga. Que noite maravilhosa para o torcedor dos Saints e para os amantes da NFL!

 

Próximos jogos

Enquanto os Saints ficam de bye e folgam na semana 6, os Redskins voltam a campo no próximo domingo (14), às 14h, contra o Carolina Panthers na capital americana.

Comentários