San Francisco 49ers @ Seattle Seahawks – Final da NFC

Estádio: CenturyLink Field
Horário: 21h30
Transmissão: ESPN e Esporte Interativo
Nada melhor que um duelo de divisão para decidir o campeão da NFC. Dois dos melhores times da NFL nos últimos anos, San Francisco 49ers e Seattle Seahawks fazem um jogo recheado de talento e rivalidade no próximo domingo (19), às 21h30 no CenturyLink Field. Os Niners chegam a Seattle com uma sequência de oito vitórias seguidas e a experiência da terceira final de conferência consecutiva, já os Seahawks contam com a força do seu torcedor para fazer valer o mando de campo e carimbar o passaporte para estar em New York no final do mês.
Equilibrio é a palavra que melhor define o embate da NFC West que vai decidir a conferência nacional, são muitos os fatores que tornam o jogo imprevisível. Seahawks e 49ers nas estatísticas são times muito parecidos: duas das três melhores defesas da NFL e ataques com o comando de quarterbacks jovens e dinâmicos. 
A vantagem pende para o lado de Seattle quando se analisa o fator casa. A equipe venceu 17 das últimas 18 partidas que fez no CenturyLink Field e vem de sete triunfos consecutivos em playoffs jogando ao lado do seu fanático e barulhento torcedor. Além do mais, nas quatro últimas vezes que as duas equipes se enfrentaram, o time mandante venceu. O retrospecto recente dos Niners em Seattle é assustador, o time fez 16 pontos e levou 71 nos dois últimos jogos.
A fase espetacular que vive San Francisco atualmente pode mudar esse paradigma: a equipe vem de oito vitórias seguidas, as últimas três fora de casa, além de ter o melhor retrospecto de 2013 jogando fora de seus domínios (8-2). A balança também pende para o lado dos Niners quando o assunto é experiência, é a terceira vez consecutiva que o grupo comandado por Jim Harbaugh chega na final da NFC.
                                                                                        Últimos confrontos

Kaepernick e Wilson em mais um duelo (Reprodução/49ers)

O primeiro dos dois jogos nesta temporada ocorreu no dia 15 de setembro, um passeio dos Seahawks no CenturyLink Field. Seattle venceu por 29 a 3, com a defesa forçando cinco turnovers e Marshawn Lynch entrando na endzone em duas ocasiões. Os Niners deram o troco no Candlestick Park, venceram por 19 a 17 no dia 8 de dezembro. Destaque para o jogo corrido de San Francisco, que gastou mais de seis minutos do relógio no último período e posicionou o kicker Phil Dawson a chutar o field goal da vitória nos segundos finais.

Chave da vitória para os Seahawks


Russell Wilson foi decisivo nos últimos dois encontros entre as equipes, lançou cinco TDs e teve uma média de 104 de rating. Infelizmente para o QB, a situação atual é muito diferente, a defesa de San Francisco está em grande forma e ele não vem jogando bem. Wilson caiu muito de rendimento nas cinco últimas partidas: não lançou mais de um touchdown em nenhum jogo e o seu rating despencou 31,1 pontos. O ponto fundamental para o sucesso dos Seahawks é Wilson voltar a jogar bem, porém é difícil cobrar o quarterback quando se tem um corpo de recebedores bem mediano. Outro fator crucial será Marshawn Lynch manter o ótimo desempenho contra o rival: tem uma média de 112,5 jardas e 1,5 touchdown anotado nas última quatro vezes que enfrentou os Niners em Seattle.
Com o ataque sofrendo de vez em quando, a defesa dos Seahawks, melhor da liga em vários aspectos, vem levando o time nas costas. Colin Kaepernick teve um desempenho muito ruim nas três partidas que encarou Richard Sherman e companhia, o QB certamente não terá vida fácil no domingo. Aquan Boldin, que sobe absurdamente de produção nos playoffs, deve receber a marcação Sherman. Com isso, Michael Crabtree, alvo favorito de Kaepernick, será marcado pelo jovem Byron Maxwell, que apesar de ótimas atuações ainda é muito inexperiente. Além de tomar muito cuidado com o matchup Maxwell-Crabtree, o técnico deve alinhar o safety Cam Chancellor com o TE Vernon Davis, outro que também aparece na hora da decisão. 
Chave da vitória para os Niners
Além de explorar Crabtree no momento certo, o ataque de San Francisco terá que tomar muito cuidado com a questão dos turnovers: Seattle forçou sete somando os dois últimos encontros, mais de um terço das interceptações da carreira de Kaepernick foram contra os Seahawks. A linha ofensiva será mais uma vez crucial nessa equação, precisa dar tempo suficiente para o quarterback achar seus alvos. A OL dos Niners foi espetacular na última semana, cedendo apenas um sack para o Carolina Panthers, time que mais pressionou o QB adversário em 2013.

O sucesso defensivo to time passa necessariamente por uma boa atuação do DE Justin Smith. Apesar de pouco badalado, ele é e será mais uma vez vital para a vitória de San Francisco. As estatísticas não mostram a importância desse jogador: segura bloqueadores para os OLBs chegarem no quarterback, é muito bom contra corridas e ainda tem um bom pass rush. Basta ver como a defesa dos Niners caiu muito de produção na reta final da temporada passada, quando Smith rompeu o músculo do tríceps. Se Smith vencer o duelo nas trincheiras contra o LT Russell Okung, as chances de vitória dos visitantes aumentam bastante. Outro ponto importante é parar Marshawn Lynch. Harbaugh deve deslocar um safety ocasionalmente para ajudar manter Lynch longe do seu melhor “beast mode”.

Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL,  
Matheus Filippi é editor do @NFLBrasil.
    

Siga-nos no Twitter @NFLBrasil – Visite nossa página no Facebook – NFL Brasil

Tags:

Endzone Brasil - Onde termina tudo que você precisa saber sobre a NFL!

Mais notícias