Prévia da temporada 2014 – Minnesota Vikings

Confira o que esperar do Minnesota Vikings na temporada 2014

Draft
Anthony Barr – LB
Teddy Bridgewater – QB
Scott Crichton – DE
Jerick McKinnon – RB
David Yankey – OL
Antone Exum – CB
Kendall James – CB
Shamar Stephen – DT
Brandon Watts – LB
Jabari Price – CB
Estatísticas em 2013 (Média por jogo)
Jardas aéreas 214.2 (23º)
Jardas terrestres 130.1 (8º)
Jardas aéreas cedidas 287.2 (31º)
Jardas terrestres cedidas 110.4 (16º)
Líderes
Passe Matt Cassel – 1807 jardas
Jogo corrido Adrian Peterson – 1266 jardas
Jogo aéreo Greg Jennings – 804 jardas

Impossível falar de  projeções para o Minnesota Vikings sem lembrar da inconsistência dos últimos quarterbacks do time. Por mais que o fanático torcedor questione algumas críticas, o time não vai voltar a brigar por título sem um QB minimamente decente. Ponto.  A falta de talento na posição foi o principal catalisador da decepcionante campanha de 5-10-1 de 2013.

Bridgewater não foi bem em sua estreia na pré-temporada

Na busca do tão sonhado “franchise quarterback”, a franquia trouxe a jovem promessa Teddy Bridgewater no último Draft, mas os primeiros testes mostram que ele ainda não está pronto para ser titular. Quem assumirá o posto, pelo menos por enquanto, é o veterano Matt Cassel. Longe de ser espetacular, foi o mais regular dos que atuaram ano passado, a equipe teve um desempenho de 4-3 nas partidas que Cassel jogou pelo menos metade.

Seja quem for o titular, a sólida linha ofensiva, exatamente a mesma do ano passado,  vai dar o tempo necessário para a realização das jogadas. Aliás, Se Cassel começar jogando, o ataque será exatamente o mesmo de 2013. Nada para se preocupar, os melhores reforços dos Vikings vieram fora de campo. O time trocou totalmente o comando técnico, após três temporadas decadentes da era Leslie Frazier. Norv Turner será o novo coordenador ofensivo,  certamente vai saber utilizar com inteligência as boas peças do elenco: o fantástico Adrian Peterson , o TE Kyle Rudolph e o explosivo Cordarrelle Patterson.

A troca de treinador deve melhorar principalmente a horrorosa defesa do ano anterior. Mike Zimmer assume a equipe com a experiência de ter comandado o forte grupo defensivo dos Bengals nos últimos anos. Com um estilo agressivo, certamente os Vikings utilizarão muitas formações de blitz ao longo da temporada. Quase metade dos titulares de 2013 foi embora, Zimmer terá algum trabalho para entrosar o renovado elenco. A principal novidade na linha defensiva é o DT Lindal Joseph, ex-Giants, ótimo contra o jogo corrido.  Na linha de linebackers, o calouro Anthony Barr chega para se encaixar no agressivo sistema de pass-rush do novo treinador.

A secundária tem tudo para melhorar drasticamente, principalmente com a chegada do consistente CB Captain Munnerlyn, para fazer parceria com o promissor Xavier Rhodes. O bom safety Harrison Smith retorna ao time após perder boa parte da temporada anterior por lesão, deve atuar ao lado de Robert Blanton pelo meio.

Previsão Endzone Brasil: A mudança no comando técnico fez muito bem ao time que já talentoso, resta saber se dará resultado na prática. Apesar da melhora, será muito complicado para o Minnesota Vikings brigar por playoffs, principalmente por fazer parte da forte NFC North. Mesmo com sérios problemas na posição de quarterback, a equipe deve vencer de sete a oito partidas.

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários