Buccaneers superam vexame de duas semanas atrás e derrotam os Steelers

Confiante, Glennon fez boa partida.

Confiante, Glennon fez boa partida.

O Tampa Bay Buccaneers foi até Pittsburgh para o duelo com os Steelers, válido pela quarta semana de jogos da NFL. O resultado foi uma surpreendente vitória, nos últimos segundos, por 27 a 24 – sem dúvida a maior zebra desse domingo (28). Destaque para o QB Mike Glennon, que lançou para 302 jardas e dois touchdowns. Ele foi reserva nos últimos três jogos da equipe.

No último Thursday Night Football vimos Tampa Bay ser destroçado pelo Atlanta Falcons. O próximo jogo era contra os Steelers e muita gente já imaginava os Bucs com um dos piores inícios de temporada da NFL. Mas não foi assim e os comandados de Lovie Smith mostraram seu valor.

A defesa foi a primeira a aparecer. Na campanha inicial de Pittsburgh, o QB Ben Roethlisberger foi sackado e sofreu fumble, ambos forçados pelo DE Michael Johnson. A bola foi recuperada pelos Bucs, que entraram na endzone com duas jogadas. Passe de Glennon para o WR rookie Mike Evans. No drive seguinte de Tampa quem anotou pontos foi o K rookie Patrick Murray, com um FG de 50 jardas. Os Steelers respondem de imediato, ainda no primeiro quarto, com um FG de Shaun Suisham e depois com o WR Antonio Brown , que terminou o jogo com sete recepções para 131 jardas, recebendo passe dentro da endzone.

No segundo quarto, uma campanha fantástica comandada por Big Bem terminou em TD. Foram 13 jogadas, 10 delas sem conferência e, em pouco mais de sete minutos, Brown recebe outro passe dentro da endzone. O WR empurrou o seu marcador descaradamente, mas a arbitragem deixou passar e os Steelers foram para os vestiários com vantagem de sete pontos.

Com a bola para o primeiro drive do segundo tempo, os Buccaneers conseguiram empatar a partida. Touchdown corrido do RB Doug Martin. Porém, logo em seguida, foi a vez de Roethlisberger encontrar o TE Heath Miller na endzone e lançar seu tereiro TD da partida. A situação dos Bucs piorou depois de Glennon lançou um passe ruim e acabou cedendo uma interceptação para o CB Cortez Allen.

Brown empurra o marcador e anota um TD.

Brown empurra o marcador e anota um TD.

Último quarto e Tampa Bay conseguiu pontuar no primeiro drive, com outro field goal de Murray. A esperança da primeira vitória era alta, principalmente depois que os Bucs entraram na redzone, já no Two-Minute Warning, mas o time não conseguiu converter uma quarta descida. A bola voltou pra Pittsburgh, que, mais uma vez, preferiu apenas gastar o tempo e confiar num bom punt. E foi exatamente o contrário que aconteceu. O P rookie Brad Wings isolou a bola apenas 29 jardas. Com isso, os Buccaneers já estavam no campo de ataque e com 40 segundos no relógio. Foi aí que Glennon apareceu, primeiro com um passe de 41 jardas para o WR Louis Murphy e depois lançando para o WR Vincent Jackson dentro da endzone. Insanidade em Pittsburgh, high fives pra todo mundo e os Buccaneers respiram na temporada.

O próximo jogo de Tampa é contra os Saints, em New Orleans, no domingo (05). Os Steelers também jogam no domingo, fora de casa, contra os Jaguars. Chance de ouro pra trazer a confiança do time de volta.

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários