Como os quarterbacks viraram recebedores na semana 3

ANÁLISE TÁTICA

A semana 3 da temporada regular 2014 da NFL surpreendeu alguns torcedores com jogadas diferentes do que estamos acostumados a ver: Os quarterbacks viraram recebedores, os wide receivers viraram lançadores e tivemos até um touchdown nesta brincadeira. Foram dois lances que chamaram atenção e serão analisados pelo Endzone Brasil.

Clique nas imagens para ampliar e ver mais detalhes do posicionamento dos jogadores.

Passe de Kearse e recepção de Wilson

AT1O primeiro lance aconteceu na vitória do Seattle Seahawks sobre o Denver Broncos, na reedição do Super Bowl 48. Ainda no primeiro quarto, quando o placar apontava 0 a 0, a equipe da casa arriscou uma jogada de passe do WR e quase que a recepção do QB terminou na endzone.

Na formação com três recebedores juntos do lado esquerdo e outro isolado no lado direito, Russell Wilson ainda tinha a opção do jogo terrestre com o perigoso Marshawn Lynch ou mesmo fazer o read option e correr com a bola.

AT2Após o snap, Jermaine Kearse deixa sua posição e corre por trás do QB simulando uma jogada de reversão. Wilson ameaça entregar a bola para seu running back no play-action, fazendo a defesa dos Broncos ficar perto da linha ofensiva para evitar uma corrida, solta a bola atrás para Kearse e se desloca para a esquerda.

Por causa da ameaça da reversão da corrida e das rotas dos wide receivers, fica um buraco do lado esquerdo da defesa dos Broncos, coberto apenas pelo único safety dos Broncos que estava esperando o passe na cobertura Cover 1. Mas ainda assim ele estava muito longe para evitar a recepção.

AT3Com tempo, Kearse achou bom passe para Russell Wilson, que tinha muito espaço para receber a bola tranquilamente. Mas se o passe fosse ótimo, possivelmente seria touchdown, tendo em vista a área grande que estava exposta na defesa dos Broncos. O QB tem tempo de receber a bola tranquilamente antes de sofrer o tackle de Raheem Moore na linha de seis jardas.

Passe de Sanu e recepção para TD de Dalton

Outra jogada parecida aconteceu na vitória tranquila do Cincinnati Bengals pra cima do Tennessee Titans, em Cincinnati. Vencendo por 3 a 0 e com uma primeira para 10 jardas da linha de 18 do campo de ataque, Hue Jackson, coordenador ofensivo, chamou uma jogada surpreendente, mas que por pouco não acabou com um touchdown para os Titans.

CINCIAT1A formação usada pelos Bengals foi semelhante a usada pelos Seahawks, com três recebedores de um lado do campo, um do outro e o RB no backfield. Saindo do shotgun, a defesa dos Titans esperava um passe e não ameaçava blitz pra cima da linha ofensiva dos Bengals, que ainda não deixou Andy Dalton ser sacado nesta temporada.

CINCIAT2Após o snap, AJ Green, único recebedor do lado esquerdo, faz a sua rota para o meio de campo, enquanto Andy Dalton solta a bola com o WR Mohammed Sanu e toda a linha defensiva se desloca para a direita, simulando uma proteção para corrida do recebedor. Reparem que este movimento atrai quase toda a defesa dos Titans para o lado do campo, restando apenas o CB Blidi Wreh-Wilson e Andy Dalton do lado esquerdo. São 20 jogadores do lado direito do campo e dois do lado esquerdo.

CINCIAT3Resultado: Sanu faz o passe para Andy Dalton, Wreh-Wilson fica na dúvida entre a interceptaçao e o tackle, o jogador dos Titans erra a jogada e deixa o QB dos Bengals livre para correr as jardas necessárias até a endzone e anotar o primeiro touchdown. Como a defesa estava toda deslocada para o outro lado, ninguém consegue chegar a tempo de evitar os seis pontos para Cincinnati.

andyyy.0

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários