Defesa dá show em vitória dos Bengals sobre os Falcons

O Cincinnati Bengals recebeu o Atlanta Falcons no Paul Brown Stadium e não se intimidou com o poderio ofensivo do adversário. Nem por terra, nem pelo ar o ataque de Mike Smith funcionou. A vitória por 24 a 10 deixa os comandados de Marvin Lewis invictos na temporada. Destaque vai para o SS George Iloka, que fez uma da partida muito consistente, além de interceptar Matt Ryan duas vezes. Partida válida pela segunda semana da NFL, no último domingo (14).

Jones ia conseguir recepção para TD, não fosse Iloka.

Jones ia conseguir recepção para TD, não fosse Iloka

No primeiro quarto quem apareceu foram os ataques. Começando pelos Bengals: sempre tomando conta da bola, misturando passes e corridas e chegando até a redzone, mas conseguindo apenas um FG de Mike Nugent. Os Falcons só conseguiram um bom drive, até o último quarto. E esse foi no início, quando Matt Bryant acertou um FG de 46 jardas.

Cincinnati  teria ainda mais uma chance de pontuar, já no início do segundo quarto, mas Nugent está numa temporada bisonha, errou três field goals no jogo de ontem. O kicker já soma quatro erros em dois jogos. Ele errou quatro vezes a temporada passada inteira. Mas se Nugent estava mal, Iloka estava iluminado. Ainda no segundo quarto, o QB Matt Ryan lança para o WR Julio Jones, já na endzone, mas o safety dos Bengals rouba a bola das mãos do receptor, que não completa o passe. Logo depois, Cincinnati consegue uma campanha com nove jogadas terrestres e o RB Gio Bernard entra na endzone para o TD.

Primeira vez na carreira que Green não recebe um passe.

Primeira vez na carreira que Green não recebe um passe

O jogo melhorou no 3º quarto, mas não para os torcedores dos Falcons. No segundo drive de Cincinnati, terceira descida para seis jardas e Atlanta manda uma blitz feroz. Porém, o QB Andy Dalton se livra rápido da bola e acha o WR Mohamed Sanu marcado apenas pelo DE Jonathan Babineaux. Ele agarra a bola e anota um belo tuochdown de 76 jardas. Na posse seguinte, os Falcons conseguem ótima posição no campo depois de um excelente retorno de Devin Hester. Porém, o TE Levine Toilolo não consegue agarrar um passe de Ryan e o CB Leon Hall mergulha para completar a interceptação. Cincinnati entraria na endzone novamente, agora com corrida do RB calouro Jeremy Hill. O inferno do terceiro quarto continuava para os Falcons. Agora era a vez de Matt Ryan fazer um lançamento terrível e Iloka fazer uma fácil interceptação.

Com apenas 15 minutos para tentar tirar uma diferença de 21 pontos, Atlanta começa o último quarto com tudo. De Ryan para Jones e um touchdown de 14 jardas dava uma esperança. Mas a defesa dos Bengals estava inspirada. Depois do drive que resultou em TD, Ryan não acertava mais os passes. Até que Iloka intercepta novamente, mais fácil que a primeira vez, e coloca um ponto final no duelo.

O detalhe é que Cincinnati vence sem contar com sua principal peça ofensiva. O WR A. J. Green saiu do jogo com o dedão do pé aparentemente quebrado, mas deve jogar no próximo domingo, quando os Bengals recebem os Titans. Depois da excelente exibição ofensiva contra os Saints, os Falcons de ontem lembraram a fraca equipe de 2013. O time agora volta para Atlanta, enfrentar os Buccaneers, em jogo válido pelo próximo Thursday Night Footbal (18).

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários