Broncos vencem Chargers com autoridade e lideram a AFC West

Sanders recebeu simplesmente três touchdowns

Sanders recebeu simplesmente três touchdowns

O Thursday Night Football teve um início equilibrado, mas aos poucos o Denver Broncos foi dominando as ações da partida desta quinta-feira (23). Com mais tranquilidade do que o esperado, o time venceu o rival San Diego Chargers por 35 a 21 e assumiu a liderança isolada da AFC West. Peyton Manning foi o monstro de sempre no Sports Authority Field, em Mile High, um rating de 124,2.  Destaque mesmo foi o WR Emmanuel Sanders, recebeu 120 jardas e três TDs do camisa 18.

Se somarmos as campanhas dos dois times em 2014, temos 10 vitórias e apenas três derrotas em 13 confrontos. Nenhuma dúvida que o duelo iria ser muito parelho. O equilíbrio das estatísticas foi levado até as montanhas de Denver, os dois times passaram o primeiro quarto do jogo empatados, sem qualquer pontuação. Os dois bons ataques foram dominados pelas defesas, principalmente com relação ao jogo corrido. Os dois times conseguiam tackles para perda de jardas, o que prejudicava demais o adversário. As duas equipes somaram apenas seis first downs no primeiro período.

O jogo dos Broncos começou a encaixar no segundo quarto, principalmente porque Peyton Manning, mais protegido, foi achando seus recebedores.  Impulsionado por uma conexão de 38 jardas com Emmanuel Sanders, o time da casa entrou na red zone pela primeira vez na partida. Manning é mortal por lá, anotou touchdowns em 16 das 20 vezes que esteve nas últimas 20 jardas do campo de ataque em 2014. Essa não foi diferente. Achou Sanders no fundo da end zone, abriu o placar em Mile High.

Os visitantes não demoraram para empatar o duelo, no melhor estilo San Diego Chargers: muitas jogadas, controle do relógio e passes curtos. Bem do jeito que o técnico Mike McCoy adora. Um drive de mais de sete minutos, com 13 jogadas, finalizado com touchdown. Com direito a uma conversão de terceira para 20 jardas, Philip Rivers foi avançando, até conectar um passe curto com o WR Keenan Allen. San Diego até recuperou a posse de bola, após um fumble de Andre Caldwell, mas a revisão da arbitragem voltou atrás. Decisão no mínimo polêmica da arbitragem.

-> CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DA TEMPORADA 2014

Incrível como os estilos são antagônicos, mas a eficiência é a mesma. Os Broncos voltaram a liderança do placar, do jeito que sabe fazer melhor: drive curto e explosivo, com muito “no huddle” e mudança de jogadas na linha de scrimmage. Denver fez explodir o Sports Authority Field pouco antes de intervalo, com uma conexão de 31 jardas para Sanders, segundo TD dele no duelo. Com ligeira superioridade, o time da casa foi para o intervalo vencendo por 14 a 7.

Manning mais uma vez foi decisivo

Manning mais uma vez foi decisivo

A superioridade dos Broncos ficou latente no início do segundo tempo, o time da casa abriu uma confortável vantagem de 21 pontos na metade do terceiro período. A defesa fez um bom trabalho interceptando Philip Rivers, apenas o sexto turnover forçado em 2014 (5º pior marca da liga). O CB Chris Harris agarrou o passe de Rivers, Manning transformou a roubada de bola em mais sete pontos com o terceiro passe para TD da noite, mais vez para Emmanuel Sanders. Feliz é quem conta com WR em sua liga de fantasy. Denver voltou a pontuar minutos depois, um avanço curto do RB calouro Juwan Thompson para dentro da end zone.

San Diego até esboçou uma reação, anotou um touchdown na raça e na vontade. Os Chargers arriscaram com sucesso uma quarta descida próxima da linha de goal adversária, um passe forte de Rivers para o fantástico Antonio Gates. O TE bateu o recorde da franquia e passou a ser o jogador com mais jardas recebidas da história da franquia!

Tudo que o time visitante precisava era um turnover. Ele até veio, mas foi anulado por uma falta boba da defesa. O ótimo S Eric Weedle interceptou Manning dentro da própria end zone, mas uma falta de holding dos Chargers anulou a jogada. Denver ficou com a bola, anotou o TD na jogada seguinte. Thompson mergulhou na end zone e ampliou novamente a vantagem, praticamente matando o confronto. Foram quatro touchdowns nas últimas quatro posses de bola.

Philip Rivers manteve viva a esperança com mais um touchdown para Antonio Gates, mas colocou tudo a perder logo em seguida. Ele lançou uma perigosa bola longa na cobertura dupla, o safety Rahim Moore agarrou com firmeza e sacramentou a vitória. Logo Rivers que vinha protegendo a bola. Foram três interceptações nos primeiros sete jogos, duas no jogo de hoje.

Os dois times voltam a campo no dia 02 de novembro, fora de casa e contra adversários da AFC East. Os Chargers viajam até Miami para encarar os Dolphins, os Broncos fazem um dos duelos mais esperados do ano em Foxborough, diante do New England Patriots.

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários