Saints batem os Panthers e assumem ponta isolada da AFC South

Brees comandou os Saints a mais uma vitória

Brees comandou os Saints a mais uma vitória

Depois de sete derrotas seguidas longe de seus domínios,  finalmente o New Orleans voltou a vencer fora de casa. E nada melhor que um triunfo contra um adversário direto na briga pelo título da divisão. Mais consistentes durante todo o jogo, os Saints bateram o Carolina Panthers no Bank of America Stadium, no Thursday Night Football desta quinta-feira (30). Mark Ingram mais uma vez foi o destaque da partida, o running back correu para 100 jardas e dois touchdowns.

O primeiro tempo foi um festival de turnovers. A diferença do placar na primeira etapa foi simples: New Orleans teve sucesso aproveitando as roubadas de bola, Carolina não. O primeiro quarto foi uma mistura de empolgação e decepção no Bank of America Stadium, em Charlotte. O torcedor viu a sua defesa em boa forma forçando dois turnovers do forte ataque dos Saints, mas saindo das duas campanhas sem um ponto sequer (uma interceptação do gigante Dwan Edwards e um fumble forçado em Brees por Charles Johnson). Foi um primeiro tempo sofrível do ataque dos Panthers em geral, Cam Newton completou apenas cinco de 15 passes tentados, 47 jardas.

A máxima seguiu aos avessos no segundo período, foi a vez da defesa visitante roubar a bola do adversário em duas oportunidades. Ao contrário do ataque dos Panthers, Brees e companhia capitalizaram pelo menos uma roubada de bola. O primeiro turnover foi uma interceptação de Newton pelo CB Corey White, que não resultou em pontos. O outro um fumble de Newton, próximo da própria end zone, forçado pelo monstro Junior Galette. O ótimo RB Mark Ingram precisou de duas corridas para anotar o primeiro touchdown do Thursday Night Football! Mais consistente, o time visitante ampliou a vantagem segundos antes do intervalo, uma campanha relâmpago finalizada com uma conexão Brees – Jimmy Graham dentro da end zone. Os Saints foram para os vestiários vencendo por 14 pontos.

O começo do segundo tempo foi marcado por um touchdown corrido de cada… quarterback. Mesmo em um dia ruim, Cam Newton foi avançando dentro do campo, apoiado no jogo terrestre dos Panthers. Já na red zone (últimas 20 jardas do campo), Newton resolveu a parada com as pernas, avançou com maestria pelo lado esquerdo, deu um mergulho na end zone, justificando seu apelido de Super-Homem. Drew Brees pagou com a mesma moeda na campanha seguinte. Não com a mesma agilidade, mas com a mesma raça. Ele finalizou uma longa campanha de mais de seis minutos com um mergulho corajoso a uma jarda da end zone, em uma arriscada conversão de quarta descida.

Carolina colocou  a diferença em 10 pontos no início do último quarto, o chute de Graham Gano dentro do “Y” manteve viva a esperança do torcedor presente no Bank Of America Stadium. Mas não por muito tempo. Com um ataque muito mais consistente, os Saints seguiram a cartilha de administrar vantagem: administraram a posse da bola, gastaram o relógio e finalizaram com um touchdown. Mark Ingram marcou seu segundo TD da noite, em um avanço de três jardas, praticamente matando o confronto a menos de cinco minutos do fim. New Orleans administrou a vantagem até o fim, garantindo a liderança isolada de sua divisão.

Agora líder da NFC South, o New Orleans Saints recebe o San Francisco 49ers no dia 09 de novembro. No dia seguinte, os Panthers viajam até a Philadelphia para encarar os Eagles, Monday Night Football no Lincoln Financial Field.

Compartilhe!Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Comentários